Jayana Nicaretta da Silva

Nascida no município de Quilombo, no Oeste catarinense, a vida pública de Jayana iniciou em 2008, quando tinha apenas 14 anos e foi eleita na Escola de Educação Básica São Luiz, para representar os jovens no Grêmio Estudantil. Concluiu o Ensino Médio em Chapecó, com destaque para as sete aprovações em vestibulares, 3 deles em Universidades Federais. Acabou por escolher a Universidade Federal de Pelotas (UFPel), onde se formou como Engenheira de Petróleo. Jayana Nicaretta da Silva foi a mais jovem vereadora eleita em Santa Catarina, disputando a eleição com apenas 17 anos em 2012, no município de União do Oeste. Como vereadora criou e implementou a Câmara Mirim no Município. Durante o mandato continuou ativa em movimentos estudantis como DCE e por esta entidade integrou o Conselho Superior de Ensino Pesquisa e Extensão (COCEPE) da UFPel (2015), e foi presidente do Diretório Acadêmico da Engenharia de Petróleo em 2015 e 2016. Na presidência do Diretório organizou o maior evento acadêmico de Petróleo do Sul, chamado PETROSUL. Na universidade, também esteve como representante discente do curso junto ao colegiado e ao Centro de Engeharias (Ceng). No final de 2018 foi convidada a integrar o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos como Secretária Nacional da Juventude, onde ficou até agosto de 2020. À frente da pasta criou e implementou o Programa Nacional Espaço 4.0, que foca na capacitação dos jovens para o futuro do trabalho, fez o SINAJUVE - Sistema Nacional da Juventude que estava em lei desde 2013, mas até então não existia e ainda, bateu o recorde de inscrições no Programa ID Jovem no ano de 2019, programa este que existe desde 2013. Na sua saída da pasta teve moções de aplausos aprovadas nas Assembleias Legislativas de Santa Catarina, de Sergipe e do Maranhão. Jayana todas as quartas-feiras trará a sua visão conservadora dos fatos.