...
André Motta Ribeiro Carlos Moisés da Silva Eron Giordani Jerry Comper Jorginho Mello

A mobilização do Governo no caos do Oeste; Gean reforça o DEM e o seu projeto; Bancada do MDB discutirá convite do governador a Jerry entre outros destaques

Para seguir recebendo a coluna via WhatsApp, favor salvar o número: 49 98504.8148. Para quem ainda não recebe, favor enviar mensagem para o mesmo número.

 

FAZER JORNALISMO COM INDEPENDÊNCIA CUSTA CARO. ASSINE O SCEMPAUTA E APOIE A CONTINUIDADE DE NOSSO TRABALHO!

O colapso que se abateu no sistema de Saúde de Chapecó deve servir de exemplo para várias regiões do estado, sobretudo como motivador, para que se faça uma avaliação de como está a organização para o atendimento de uma alta demanda caso seja necessário.

Ainda é preciso avaliar os fatores que levaram a capital do Oeste a uma situação de caos. Além da falta de UTIs, também há falta de profissionais médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem e, os poucos que estão na linha de frente já se encontram no limite de suas capacidades física e mental.

O prefeito João Rodrigues (PSD) fez duras críticas à gestão de Luciano Buligon (PSL), a qual segundo ele, nada fez para habilitar mais leitos para a cidade. “O Estado não pode adivinhar. Se o prefeito não pede, não provoca, o Estado não vai saber que o município precisa de algo. Não fizeram nada e por isso estamos nesse caos”, afirmou Rodrigues, apontando a ala nova do Hospital Regional que poderia ter sido utilizada.

Além disso, também é preciso colocar na conta a falta de cuidado, além do negacionismo de alguns. Gente que não acredita na doença, gente que faz campanha para o não uso de máscara, aglomerações devido aos abusos de estabelecimentos noturnos que não tiveram o mínimo cuidado, tudo isso provocou esse crescimento nas contaminações. Sem falar nos contaminados que não tiveram comportamento de risco, mas que foram vítimas de quem não se cuidou. Rodrigues diz que também tem as praias, pois muitas pessoas não se cuidaram, não usaram máscara, aglomeraram e voltaram doentes do litoral.

Outra preocupação do prefeito é o grande número de imigrantes venezuelanos que estão chegando a Chapecó e, que antes passaram por Manaus, o que gera o risco de contaminação da população pela nova cepa amazônica. “Chapecó vive uma situação inusitada. Tem muita gente vindo para cá, de forma legal e ilegal também. Não sabemos quem se vacinou, se fizeram teste, não temos controle”, afirmou Rodrigues, destacando que já conversou com a Polícia Federal e que estuda meios legais de barrar a entrada de um grande número de imigrantes.

Essa é a situação por que passa a capital do Oeste, mas que pode atingir outras regiões do Estado, inclusive com registro de mais casos de contaminação do que em Chapecó. O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, concorda que há uma preocupação que haja um aumento exponencial do número de casos nas demais regiões.

 

Rapidez

Giordani recebeu a orientação de Moisés para fazer o que for preciso.

Por muitas vezes eu critiquei o setor de Saúde do Estado, mas agora é o momento de elogiar a rapidez na resposta ao chamado de Chapecó. De pronto o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) determinou a ida do secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, e do chefe da Casa Civil, Eron Giordani. De acordo com Giordani, o governador disse que é preciso fazer o que for necessário para salvar os pacientes, sem pensar nos gastos. “Seria cruel pensar em gastos neste momento”, afirmou Giordani. Já Ribeiro destacou que estão sendo feitos todos os esforços para que o quanto antes, sejam instalados os leitos de UTI em Chapecó para atender aos pacientes. Além do número de leitos, o secretário de Saúde também já pediu ao Ministério da Saúde, um reforço no lote de vacinas que virá para Santa Catarina para ser direcionado ao Oeste. Ribeiro acredita que a partir da chegada da AstraZeneca, aumentará a oferta de vacinas ao Estado.

 

Centro Integrado

Motta Ribeiro coordenará o Centro Integrado

Ontem foi criado o Centro Integrado de Gestão de Risco e Desastre em Chapecó. Os prefeitos de cidades do Oeste que tem UTI também estão sendo convidados para trabalhar em conjunto, no caso, Maravilha, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, Concórdia e Xanxerê. O centro será permanente até a normalização e será coordenado pelo secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, e acompanhado pelo chefe da Casa Civil, Eron Giordani. Hoje na presença do governador, Carlos Moisés da Silva (PSL), acontecerá a primeira reunião de trabalho. O presidente da Assembleia Legislativa, Mauro De Nadal (MDB), anunciou que acompanhará Moisés. Ontem o deputado Fabiano da Luz (PT), coordenador da bancada do Oeste também participou da reunião de organização  do centro.

 

Jerry na Defesa Civil

O deputado estadual Jerry Comper (MDB) está conversando com as suas bases e, amanhã, se reunirá com os seus colegas de bancada na Assembleia Legislativa, ou por videoconferência. Jerry gostou do convite para assumir a Defesa Civil, conforme divulguei ontem com exclusividade. Isso também se deve ao fato de ele ser do Vale do Itajaí, região constantemente atingida por catástrofes climáticas. O mesmo entendimento tem parlamentares emedebistas, o que é um sinal de que Jerry aceitará o convite. O líder Valdir Cobalchini convocará a reunião para uma definição. Vale lembrar que se Jerry for para o Executivo, os emedebistas ficarão com um deputado a menos na Alesc, pois assumirá Serafim Venzon (PSDB). A resposta deve ser dada até a quarta-feira da próxima semana.

 

Não gostou, mas…

O deputado estadual Maurício Eskudlark não gostou da nota que escrevi ontem, contando que ao indicar Fernando Callfass para o cargo de delegado geral adjunto, que ele agiu contra uma determinação do presidente estadual do Partido Liberal, senador Jorginho Mello. Eskudlark disse que esteve com Jorginho, que comentou que dois amigos que não são filiados estavam entrando no governo e que por isso, a nota era uma desinformação maldosa. Para refrescar a memória do parlamentar, na semana passada o senador deixou claro que o PL não entraria no governo e nem indicaria ninguém e, se indicasse, seria por conta e risco. Ontem liguei para Jorginho para confirmar, afinal, eu poderia ter entendido errado e, para a minha surpresa, quem entendeu errado, ou não seguiu a determinação do presidente estadual do PL, foi Eskudlark. O senador deixou claro que não é para indicar, mas que se alguém fizer indicação de nomes é por conta e risco. “O partido não abona, não autoriza e não vai para o governo”, afirmou Jorginho, que deixou em aberto até mesmo a possibilidade de punição a quem não seguir a determinação.

 

Salum no MDB

O comunicador Roberto Salum deve assinar ficha no MDB. A informação é de que deve ser nomeado para uma assessoria na Assembleia Legislativa nos próximos dias. De acordo com Salum, lideranças emedebistas são simpáticas ao seu nome para ser candidato a deputado federal pela região da Grande Florianópolis.

 

Reforços para Gean

Além dos já anunciados Kennedy Nunes (PSD) e Ricardo Alba (PSL), mais um deputado estadual deve reforçar o Democratas do prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro. Felipe Estevão (PSL) está praticamente com os dois pés no partido, que poderá ter três cadeiras na Assembleia Legislativa. Gean segue capitaneando o seu projeto de olho na Casa D’Agronômica.

 

Pêsames

A animada dona Zenaide Nunes de 85 anos, perdeu ontem a luta para o Coronavírus e faleceu no Hospital Dona Helena na cidade de Joinville. Ela é mãe do deputado estadual Kennedy Nunes (PSD) que anunciou a morte emocionado através de uma live. Dona Zenaide constantemente aparecia em vídeos com o parlamentar. A família era conhecida pelo grupo de música gospel Dedos de Davi.

 

Nomeações

Em ato no gabinete do Centro Administrativo, o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) deu posse, ontem, a dois novos secretários adjuntos de Estado. Daniel Netto Cândido assumiu na Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social e Alexandre Fagundes, na Secretaria de Estado da Saúde. O governador também empossou os novos presidentes da Fesporte, Kelvin Nunes Soares, e da Cidasc, Antônio Plínio de Castro Silva.

 

Indicados

O novo presidente da Cidasc, Plínio de Castro, é indicação do Progressistas, mais propriamente do secretário de Estado da Agricultura, Altair Silva. Ex-prefeito de São José do Cedro no Extremo-Oeste, Castro também recebeu a bênção do senador, Esperidião Amin (Progressistas), que participou do ato de posse. Já o novo presidente da Fesporte, Kelvin Nunes Soares, foi indicado pelo deputado estadual Fernando Krelling (MDB). Soares é conhecido pelo trabalho que realizou no basquete de Joinville e tem um grande conhecimento do esporte catarinense.

 

Kaminski a estadual

Após reunião promovida pelo presidente estadual do PSL, deputado federal, Fábio Schiochet, ficou acertado o que já se falava nos bastidores, que o vereador Júlio Kaminski é o pré-candidato pesselista a deputado estadual pela região de Criciúma. Kaminski tem o apoio de outro vereador do PSL, Daniel Antunes. O partido mira na expulsão do suplente Jeferson Monteiro que apoiou o prefeito Clésio Salvaro (PSDB) na eleição. A ideia é impedir que Monteiro ganhe um espaço na Câmara, caso Kaminski se eleja. O assunto foi discutido há alguns dias na residência do engenheiro Célio Bolan, que se prepara para disputar a Prefeitura de Criciúma na próxima eleição municipal.

 

PSL em Mirim Doce

O prefeito de Mirim Doce, Bernardo Peron, conhecido como “Tio Bê”, assinou ontem, ficha de filiação no PSL. “Sendo assim, o prefeito se soma ao time do 17 ao lado do vice Jian (Jian Paulo Cardoso) que já está conosco desde a eleição. O povo de Mirim Doce sabe que conta com a gente. Vamos em frente, crescendo”, afirmou o deputado federal e presidente do PSL, Fábio Schiochet.

 

Alba no Oeste

O deputado estadual Ricardo Alba (PSL) faz roteiro pelas regiões Oeste e Meio Oeste catarinense, levando emendas parlamentares que destinou para nove municípios da região. Ao todo, são quase R$ 2 milhões para investimentos em educação, saúde e infraestrutura. “Nosso objetivo é alocar recursos em equipamentos, obras e ações que façam diferença no dia a dia e ajudem a melhorar a vida das pessoas”, ressaltou.

 

Lagoa da Conceição

A Casan anunciou ontem a revisão do edital lançado para fins de indenização, dos danos causados com o deslizamento da lagoa de evapoinfiltração ocorrido na madrugada do dia 25 de janeiro. A reunião entre empresa e moradores foi realizada na própria Servidão, na Lagoa da Conceição, e contou com a presença de sete vereadores de Florianópolis. A Cláusula de Quitação Geral foi alterada para contemplar exclusivamente a quitação de danos materiais, e as formas de comprovação dos bens e de lucros cessantes foram ampliadas pela empresa. Os proprietários que optarem por perícia externa para avaliar o imóvel terão essa despesa reembolsada.

 

Pagamento

A Casan pagará, em cota única, um Salário Mínimo Regional de R$ 1.467,00 a cada adulto atingido, meio salário, ou seja, R$ 733,50 por adolescente e ¼, no valor de R$ 366,75 por criança. A verba se destina a ressarcimento de despesas de primeira necessidade, como transporte, combustíveis, roupas, remédios, alimentação e outras. Esses valores não serão descontados da indenização final. A companhia manteve aos moradores a garantia de um Adiantamento Emergencial de até R$ 10 mil, com o objetivo de facilitar o retorno dos atingidos da Lagoa da Conceição às suas casas, para começar a retomar a rotina, enquanto a avaliação dos prejuízos é levantada para posterior pagamento integral.

Para seguir recebendo a coluna via WhatsApp, favor salvar o número: 49 98504.8148. Para quem ainda não recebe, favor enviar mensagem para o mesmo número.

 

FAZER JORNALISMO COM INDEPENDÊNCIA CUSTA CARO. ASSINE O SCEMPAUTA E APOIE A CONTINUIDADE DE NOSSO TRABALHO!