Deputados do MDB negam adesão sistemática ao governo de Moisés e, defendem as prerrogativas da Alesc na reforma administrativa

Marcelo Lula

Marcelo Lula

Alguns deputados da bancada emedebista na Assembleia Legislativa, fizeram contato para dizer que não aderiram ao governo de Carlos Moisés da Silva (PSL), de forma sistemática. A repercussão foi grande após ter sido publicado pela coluna, a informação sobre a adesão, inclusive, com muitas críticas a Moisés. Segundo um deputado, a prova é que há um consenso em torno da reforma estabelecido na tarde de ontem, em que são mantidas as prerrogativas do parlamento.

Seguem em anexo os relatórios dos presidentes e relatores das comissões de Constituição e Justiça, Trabalho e Finanças. Um parlamentar da bancada em condição de anonimato, afirmou que se fizeram um acordo, não combinaram com ele. Abaixo o texto acordado pelos deputados. Clique e acesse: Relatórios – Reforma Administrativa

Brasao

Leia também »  A aprovação da reforma, Gean Loureiro se licenciará, Moisés passará para os municípios a competência da manutenção de rodovias estaduais entre outros destaques
Atualizado em:
Projeto de Moisés pode tirar recursos dos municípios, seguem as conversas no MDB, Carlito Merss deve voltar à política entre outros destaques
A aprovação da reforma, Gean Loureiro se licenciará, Moisés passará para os municípios a competência da manutenção de rodovias estaduais entre outros destaques
Déficit de auditores fiscais pode afetar a economia de SC, gastos da Agronômica podem se tornar sigilosos, Reforma Administrativa será votada hoje entre outros destaques
Sem disputa no MDB catarinense