...
Bruno Souza Carlos Chiodini Dário Berger Jorge Seif Júnior MDB Plano Diretor

EXCLUSIVO: o contrato de venda do caminhão da empresa de Seif, que foi apreendido com drogas; Chiodini aberto à volta de Dário para o MDB; Aprovada a revisão do Plano Diretor de Florianópolis entre outros destaques

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta

Faça parte do grupo do SCemPauta no WhatsApp. Não será aberto aos debates, será apenas para o envio das informações que divulgamos. Clique no link para acessar!! Qualquer problema favor entrar em contato via WhatsApp: 49985048148

Eu tive acesso ao contrato de compra e venda do caminhão pertencente a empresa da família do senador, Jorge Seif Júnior (PL), que foi apreendido no Mato Grosso do Sul, quando o motorista que o conduzia foi flagrado pela Polícia Rodoviária Federal levando uma carga de 322 quilos de maconha. O caso ocorreu no dia 25 de março.

A venda foi realizada em setembro do ano passado, através da empresa Seyouf Administradora de Bens Ltda, localizada em Itajaí e, que tem como sócios, Mtanos Elias Seif, Seila Seif e Stephanie Kirchner Seif. Mayckon Dias, registrado no contrato como microempresário individual, é quem efetuou a aquisição do caminhão btruck com baú frigorífico, além de 850 caixas plásticas monobloco. No site do Detran, o veículo aparece como “veic.sinistrado/comodato JM Seif Transp Ltda”.

Dias, que ostenta nas redes sociais, fotos em apoio aos atos antidemocráticos realizados, após a eleição do ano passado, aparece no Linkedin como Motorista Carreteiro e Gestor de frotas na JM Seif Transportes Ltda. Quanto a ser microempresário, ele deu baixa na empresa Mayckon Dias, em 12 de abril, um dia após eu divulgar a informação do flagrante da polícia. Na mesma data, a coluna também questionou o motivo de Seif não apresentar o documento de compra e venda.  

Quanto aos valores do negócio, cabe a Dias o pagamento de R$ 400 mil referente ao veículo e, mais R$ 30 mil pelas caixas monobloco. O documento estabelece cinco parcelas no valor de R$ 10 mil, mais uma sexta parcela de R$ 230 mil, que tinha como data prevista fevereiro de 2023 e mais 10 parcelas de R$ 15 mil. O que chama a atenção, é que tanto o capital da empresa agora fechada por Dias, quanto a sua renda, supostamente não seria compatível com a aquisição do caminhão.

Ao site Diarinho de Itajaí, o empresário Jorge Seif, pai do senador, disse que vendeu o caminhão há cerca de um ano, para um antigo motorista da empresa e que, ainda não transferiu pelo fato do pagamento não ter sido concluído. De acordo com Seif, a casa do motorista foi dada como garantia da quitação do negócio no prazo e, revelou que as parcelas estão atrasadas há pelo menos, dois meses, por isso irá reivindicar o imóvel. Acontece que no contrato, o bem dado como garantia não é uma casa, mas um terreno que não pertence ao comprador, mas, sim, a um dos fiadores. É um terreno sem benfeitorias localizado no bairro São Vicente.

O empresário disse ainda que decidiu não trabalhar mais com caminhões próprios, porque terceirizou as entregas de pescados, por isso efetuou a venda. “O motorista trabalhou um ano ou dois anos, retornou agora há cerca de seis meses. Fiquei de vender o caminhão, ele se propôs a comprar, inclusive vinha pagando rigorosamente as prestações”, explicou Seif, ao Diarinho. No Linkedin, o perfil de Maickon aponta que ele ocupa o cargo na empresa de Seif, há três anos e quatro meses

Quanto a apreensão do veículo com drogas, Jorge Seif definiu como lamentável. “Ele se perdeu”, disse, possivelmente se referindo a quem comprou o caminhão. Tentei contato com a empresa Seyouf, mas o telefone divulgado não funciona. Também procurei a assessoria do senador, que não respondeu aos questionamentos.

Sociedade

Quando procurado, o senador Jorge Seif Júnior (PL) informou que já não faz mais parte do quadro societário da empresa de sua família que, tem um capital declarado de R$ 700 mil. No período eleitoral, quando apresentou o detalhamento dos bens, Seif Júnior declarou participação societária de 50% em empresa pesqueira no valor de R$ 350 mil.

Dário no MDB?

Questionei o presidente estadual do MDB, Carlos Chiodini, se há alguma conversa com o ex-senador, Dário Berger (PSB), sobre uma possível volta para o MDB. Berger analisa o cenário em São José e Florianópolis. Chiodini me disse que não há nenhuma conversa em andamento, mas, entende que Dário Berger é um nome que pode contribuir com qualquer partido e que, seria bem-vindo novamente ao MDB. “Temos uma boa relação e ele é uma grande liderança”, disse Chiodini.

Pré-candidato itinerante

Ontem, uma liderança do partido Novo me procurou para falar das possíveis candidaturas do ex-deputado estadual, Bruno Souza. O partido vê com maus olhos os movimentos que Bruno tem feito recentemente, como a aproximação com o governador Jorginho Mello (PL), ao mesmo tempo em que flerta, com uma candidatura pelo próprio Novo em Florianópolis e São José. De acordo com a fonte, essa falta de princípios de Souza acaba sendo mal vista pelo partido, principalmente pelas lideranças que sofreram com a diminuição do Novo.

Plano diretor

A Câmara de Vereadores de Florianópolis aprovou a revisão do Plano Diretor, por 19 votos a quatro. A votação em plenário foi uma das vitórias obtidas pela gestão de Topázio Neto (PSD) no dia de ontem, após ter recorrido à justiça para derrubar uma liminar concedida pelo juiz plantonista, Rafael Conti, que sem ouvir o Ministério Público e a Prefeitura, decidiu suspender a votação por entender que seria feita de forma açodada, sem cumprir os ritos. Ontem o município e a Câmara direcionaram para a juíza da 3ª Vara da Fazenda Pública, Cleni Serly Rauen Vieira, um pedido para derrubar a liminar, além de um agravo de instrumento, que foi analisado pelo desembargador, Sandro José Neis. O argumento é que o cronograma de votação foi definido em janeiro, além da resolução do Conselho da Cidade que foi editada em agosto do ano passado. Nas duas ações o município obteve a vitória, o que permitiu a votação do plano que dará mais segurança jurídica e ambiental para futuras obras na capital.

Movimentação

A aprovação da revisão do Plano Diretor de Florianópolis, contou com uma intensa movimentação, tanto do Executivo, quanto da Câmara de Vereadores. A procuradoria do município, o secretário da Casa Civil, Carlos Eduardo Mamute, além da presidente da Floram, Beatriz Kowalski, traçaram a estratégia jurídica para reverter a suspensão.  

Más condições

Há anos a região Oeste reclama das más condições das SCT – 480 e SCT – 283. Para tentar uma solução, a Câmara e Vereadores de Chapecó realizará uma audiência pública para discutir a situação. Foram convidados os comandantes da Polícia Rodoviária na região, entre outras lideranças.

Mais diálogo

Depois de levar pais e familiares do ataque de Blumenau para agendas em Brasília na semana passada, o deputado federal Jorge Goetten (PL) disse estar convencido de que brigas e conflitos não evitam tragédias e não diminuem a desigualdade. Sua principal luta, junto com as famílias e com o prefeito Mario Hildebrandt (Podemos), é no sentido de modificar o Código Penal, para que as penalidades sejam mais severas e inibidoras.  O deputado acredita ainda que há várias frentes a serem trabalhadas para evitar novos ataques a escolas e para diminuir a violência no Brasil, como é o caso da atenção à saúde mental.

Encontro de Comunicação

A Sensa Comunicação, dos jornalistas Soledad Urrutia e Mateus Benhur, promove amanhã, em Florianópolis, um encontro que será referência no debate da comunicação institucional e do marketing político. Gestores e assessores de diferentes níveis de atuação política participarão do encontro que tem programação com palestrantes e jornalistas. Necessário e oportuno, diante do peso da comunicação para o sucesso de qualquer gestão ou projeto político, o evento será um espaço para conhecimento, network e troca de experiências. Entre os jornalistas convidados, vou dividir a mesa para um painel sobre o cenário político catarinense com Adelor Lessa, Maga Stopassoli e Upiara Boschi. Conversaremos com os participantes do evento e convidados.

Mais médicos

A deputada federal Ana Paula Lima (PT) anunciou que o Ministério da Saúde, por meio do programa Mais Médicos pelo Brasil, lançou edital de chamamento para contratação de 224 novos médicos para atuar em Santa Catarina. Em todo país serão 6.252 novas vagas que serão ofertadas aos profissionais.

Missão

Comitiva da FIESC encerrou agenda na Coreia do Sul, que incluiu visita ao KAIST, instituto de inovação que é referência na Ásia, e ao World IT Show, a principal exposição do país. Hoje, inicia a agenda em Singapura, com visitas ao Porto, à fábrica de grafeno industrial 2DM e à ST Engineering.

Nossos colunistas

Confira a coluna de Noel Baratieri: “Lula e a liturgia ddo cargo”.

Faça parte do grupo do SCemPauta no WhatsApp. Não será aberto aos debates, será apenas para o envio das informações que divulgamos. Clique no link para acessar!! Qualquer problema favor entrar em contato via WhatsApp: 49985048148

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta