...
AGIR Alesc Congresso do PSB Dário Berger Décio Lima Delegado Egídio Ferrari Everson Mendes Facisc Gean Loureiro Jair Bolsonaro João Rodrigues Lançamento do Voz Única Luiz Inácio Lula da Silva Lula Pastor Leonardo Aluísio Pedro Uczai PSB PT Raimundo Colombo Sérgio Alves Topázio Neto Voz Única

Décio e Dário se aproximam em prol da união da esquerda; Pessedistas querem Colombo ao Senado; Facisc lança o Voz Única entre outros destaques

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Antes de assinar ficha no PSB o senador Dário Berger alugou um jatinho e foi para São Paulo, acompanhado de assessores e lideranças próximas a ele. A viagem teve como único objetivo, um singelo café em uma famosa padaria na capital paulista com o ex-governador, Geraldo Alckmin, que ainda não havia assinado a filiação no PSB.

Conforme já relatei nesta coluna, a conversa de Dário com Alckmin foi a sós, pois os demais ficaram em uma outra mesa. Berger falou de sua situação em Santa Catarina, que deixaria o MDB por não ter lhe sido dado espaço, mas que precisava de garantia para ser o pré-candidato a governador, o que foi a deixa para um pedido: que Alckmin quando fosse dar a resposta a Lula, de que aceitaria ser o vice, que colocaria na mesa que Santa Catarina entraria no acordo dos estados em que o PSB teria a cabeça de chapa.

Alckmin ficou de trabalhar pela proposta, porém, essa movimentação incomodou aos demais partidos da esquerda, sobretudo o Partido dos Trabalhadores. A partir desse período, lideranças de legendas mais à esquerda do que o PT, a exemplo do PSOL, começaram a se manifestar de forma contundente contra uma frente de esquerda com Dário na cabeça. Até mesmo dentro do PT foram fortes as reações, deixando claro que o nome da chamada Frente Democrática teria que ser alguém com laços profundos com a esquerda e, esse alguém era Décio Lima.

Passado um tempo parece que o discurso mudou, não que Décio não possa ser o candidato, porém, a fala que ouvi ontem foi de conciliação, com lideranças petistas colocando Dário Berger também, como uma opção para liderar o processo como candidato a governador.

Segundo uma fonte próxima à cúpula petista, a reação contra uma candidatura de Dário já foi dissipada, porque algumas arestas foram aparadas. Essas arestas, a liderança chamou de “construção vertical”, ou seja, a tentativa de Dário de forçar uma decisão de cima para baixo. “O PSB queria impor a candidatura de Dário e isso não aceitaríamos”, afirmou. O petista explicou que através de reuniões foi exposto aos socialistas que, uma imposição inviabilizaria a aglutinação dos partidos de esquerda, o que acabou sendo entendido, tanto que houve uma correção de rumo, conforme me relatou.

O fato é que a relação voltou a fluir tão bem, que ontem após conversar com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante o Congresso do PSB em Brasília, Décio saiu para jantar com Dário e demais lideranças socialistas na churrascaria Steak Bull. Entre os convidados, os vereadores Nédson Martins de Governador Celso Ramos, Toninho da Educação de São José, Ivônio Pipoqueiro de Otacílio Costa, Lucas Manequinha de Biguaçu, Jean Ricardo de Garopaba; além do vice-presidente estadual do PSB, Juliano Campos, e o empresário Sérgio Lima de Garopaba.

Respeito a Colombo

Mesmo com um posicionamento formado a favor de uma aliança com o pré-candidato a governador, Gean Loureiro (UB), os deputados estaduais do PSD querem evitar um rompimento com o ex-governador, Raimundo Colombo. Integrantes da bancada entendem que Colombo não tem uma posição majoritária para o governo, porém, não pode ser excluído do processo. “O Colombo é uma liderança importante. É claro que o queremos conosco num projeto grandioso para Santa Catarina”, afirmou um parlamentar. Ainda não foi conversado oficialmente, mas não se descarta a construção de uma candidatura de Colombo ao Senado.

Rodrigues com Bolsonaro

O prefeito de Chapecó, João Rodrigues (PSD), viajará para Brasília onde terá um encontro com o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), na segunda-feira, às 10h. Na agenda, a liberação de recursos para Chapecó, porém, o principal assunto será o comitê suprapartidário que Rodrigues pretende criar aqui no estado, a favor de Bolsonaro. A ideia é ter um comitê em Florianópolis e outro em Chapecó. “Somos Todos Bolsonaro”, será o slogan dos comitês, adiantou Rodrigues.

Mantida a estrutura

Até o final deste ano o prefeito de Florianópolis, Topázio Neto (sem partido), manterá a mesma equipe de governo deixada por Gean Loureiro (UB). A exceção foi na chefia de gabinete que foi alterada, já que Bruno Oliveira assumiu a Secretaria de Administração e deu lugar para Fábio Botelho, que assumiu a chefia de gabinete de Topázio. Everson Mendes seguirá no comando da Casa Civil como o homem forte do governo. Uma reforma administrativa somente acontecerá no início do próximo ano, quando Topázio fará algumas mudanças.

Facisc lança o Voz Única

A Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) lançou na tarde de ontem, a plataforma Voz Única, que vai levantar, integrar e monitorar o que o estado precisa para crescer. É um instrumento que norteia os investimentos do Estado para o desenvolvimento catarinense, democratiza a informação e ao mesmo tempo valoriza o papel do setor produtivo. O lançamento aconteceu com integrantes da diretoria da Facisc, representantes das Associações Empresariais e convidados na sede da entidade. “Hoje é um grande momento para a nossa Federação, pois estamos lançando a 4ª edição do Voz Única que em 16 anos já contribuiu para que muitos pleitos fossem concretizados e este ano, além do raio-x das necessidades, também iremos monitorar”, destacou o presidente Sérgio Alves.

Demandas regionais

O Voz Única criado pela Facisc traz da base as demandas regionais de forma relevante, sendo uma bússola para os representantes catarinenses. “São as demandas reais, necessidades que são vividas no dia-a-dia por quem vive nas cidades”, detalha o presidente, Sérgio Alves. A definição das bandeiras e pleitos dentro de infraestrutura, política e gestão pública, ambiental, rural, tributária, trabalhista, educação e inovação, saúde, segurança, setorial e segmentos já começou nas 12 regionais da entidade. Os próximos passos serão o levantamento das demandas nas cidades, definição dos pleitos regionais e validação em conjunto. Em julho a Facisc vai lançar a cartilha com os pleitos de cada uma das 149 associações empresariais presentes, em mais de 220 municípios. Logo após será realizada a entrega aos presidentes dos partidos para dar subsídios aos planos de Governo. “Queremos que o Voz Única ajude os candidatos e que, cada uma das associações seja ouvida”, afirmou Alves.

Pastores de SC

Uma das maiores entidades religiosas de Santa Catarina, o Conselho Estadual dos Pastores, seguirá por mais dois anos sob o comando do pastor da Igreja Koinonia de Blumenau, Leonardo Aluísio. A reeleição aconteceu em Brusque, na sede da Igreja Calvário. Também foram eleitos como 1º vice-presidente, pastor Valmor Moreira (Igreja Bola de Neve) de Florianópolis; 2° vice-presidente, pastor Claudinei Machado (Igreja Nova Canaã) de Camboriú; como 1° secretário, pastor Robson (Comunidade Cristã) de Navegantes; 2° secretário, Pastor Bruno (Igreja Nascidos Church) de Itajaí; 1° tesoureiro, pastor Jalmir (CEFFA) de Florianópolis e 2° Tesoureiro, pastor Jair (Mais de Cristo) de Florianópolis. Além da diretoria executiva, a entidade é composta por mais 12 conselheiros de todas as regiões do estado. De acordo com Aluízio, a visão da entidade está pautada em dois pontos principais: unir e representar pastores em todo o Estado de Santa Catarina.

AGIR em SC

Eduardo Bisotto, que está deixando o gabinete do deputado estadual, Valdir Cobalchini (MDB), assumiu a presidência do AGIR, ex-PTC, que na mudança de nome escolheu o mesmo que é usado por uma legenda francesa, o AGIR. Bisotto disse que tem simpatia pelos projetos de Raimundo Colombo (PSD) e Gean Loureiro (UB), com quem deverá estar. Além disso, ele tem como prioridade trabalhar pela eleição da pré-candidata, Ilana Siqueira, que é filha de um militar da aeronáutica.

Auditores fiscais

Florianópolis foi a escolhida para sediar, entre os dias 5 e 7 de maio, o Encontro Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal. A programação deve reunir cerca de 600 profissionais de todo o País no CentroSul. “Será um importante momento de reencontro dos auditores fiscais e de discussões para a carreira, como os cenários político e econômico e, as reformas Administrativa e Tributária que estão tramitando no Congresso Nacional”, explica o auditor fiscal, Floriano José Martins, presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil em Santa Catarina (Anfip-SC), que é a anfitriã da programação ao lado da Anfip Nacional. Para o presidente nacional da Anfip, auditor fiscal, Vilson Antônio Romero, é importante que os responsáveis pela arrecadação tributária da União, se reúnam para avaliar a conjuntura nacional e as perspectivas num ano eleitoral.

Trato com SC

Ontem o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas), esteve em um evento na Fiesc. Após apresentar as potencialidades, indicadores de desenvolvimento e desafios de Santa Catarina, o presidente da entidade, Mario Aguiar, voltou a enfatizar a forma injusta como o Estado é tradicionalmente tratado pelo poder central. “Santa Catarina contribui muito para o desenvolvimento do Brasil, apesar de não receber de Brasília a justa retribuição que sua população merece. Temos demandas importantes para melhorar o ambiente de negócios, que precisa ser favorável para que o setor produtivo possa continuar ajudando o País a crescer”, frisou.

Uczai preside

O deputado federal, Pedro Uczai (PT) foi eleito presidente da Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (27), ao receber todos os 10 votos dos parlamentares presentes. O colegiado tem ao todo 18 titulares. Ele substitui o deputado Waldenor Pereira (PT-BA).

Parabéns, delegado!

Mulher foi flagrada jogando o animal no lixo

Parabéns ao delegado, Egídio Ferrari, que ontem prendeu uma covarde em Blumenau que jogou um cão na lixeira. É isso mesmo, a pessoa teve a coragem de jogar um animal, um ser vivo na lata do lixo. Parabéns ao delegado, parabéns à Polícia Civil, e a todos os delegados e demais policiais que atuam no combate aos maus tratos contra os animais. Que a justiça seja rigorosa contra essa pessoa.

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta