...
Alesc Antídio Lunelli Carlos Chiodini Carlos Moisés da Silva Causa Animal Celso Maldaner Conselho Estadual de Proteção Animal Daniela Reinehr Esperidião Amin Gean Loureiro Joares Ponticelli Samir Ahmad

Maldaner quer relançar o nome de Antídio; O pedido de Chiodini para a bancada; Prefeitos do Sul apoiam Moisés entre outros destaques

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Maldaner insiste em Lunelli

Hoje o presidente estadual do MDB, deputado Celso Maldaner, almoçará com a bancada estadual de seu partido na Assembleia Legislativa. Uma fonte me disse que o líder dos emedebistas pensa em sugerir aos deputados, um relançamento do ex-prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, como pré-candidato ao Governo do Estado.

A proposta que poderá ser apresentada por Maldaner, foi costurada ontem numa reunião em uma das empresas de Lunelli, no município de Corupá. Além do anfitrião e do presidente emedebista, também estiveram no encontro o ex-senador Neuto De Conto, e os ex-deputados federais, Edinho Bez e Ronaldo Benedet. Ficou acertado que Maldaner pedirá a bancada que apoie Lunelli, contando que o anúncio poderá sensibilizar os prefeitos que, hoje em sua maioria, se colocam a favor de uma aliança com o governador, Carlos Moisés da Silva (Republicanos).

Enquanto o grupo antidista segue trabalhando para tentar salvar o seu projeto, outro momento do almoço da semana passada, dos deputados estaduais com o deputado federal, Carlos Chiodini, me foi revelado por uma liderança que esteve à mesa. Segundo o relato, Chiodini de forma direta pediu o apoio da bancada para ser o candidato a senador. “Ele não foi defender o Antídio, foi pedir apoio para disputar ao Senado”, me relatou a fonte. Essa situação mostra que apesar do movimento de ontem em Corupá, Antídio sabe que não há viabilidade. “O Antídio tem uma pesquisa, aliás, alguns do partido tem uma pesquisa. Ela aponta que o eleitor não aceita uma situação como a que passou o Antídio com um menor”, afirmou uma liderança.

Essa revelação de uma pesquisa, somente reforça o movimento de Chiodini que tem uma relação muito próxima a Antídio. No caso do Senado, ele não teria feito tal pedido aos deputados estaduais, sem antes acertar com Lunelli. Para quem não sabe, Chiodini é o criador da figura política de Antídio, é o líder do ex-prefeito, não o contrário. Além disso, uma fonte me disse que a relação é tão intima entre os dois, que esse é o tipo de assunto tratado na cozinha, sem formalidade, ao ponto de Antídio desistir em favor de um projeto com uma boa possibilidade de êxito, que seria a candidatura de Chiodini para a Câmara Alta.

Antídio vice?

Os demais partidos não aceitam indicar o vice de Antídio Lunelli (MDB), tampouco ter o ex-prefeito de Jaraguá do Sul como vice. Se insistir no projeto, lideranças do MDB são categóricas ao afirmar que Lunelli perde na convenção e, se não perder, a leitura é de que levaria o partido ao maior isolamento da história política de Santa Catarina.

Sem forçar

A bancada estadual deverá dizer ao presidente estadual do MDB, Celso Maldaner, que apesar de não aceitar o nome de Antídio Lunelli para ser o candidato a governador, que nada será a fórceps, ou seja, que a ideia é convencê-lo a renunciar. Deputados defendem um prazo.

Apoio

Ponticelli apoia Moisés

A reunião de ontem dos prefeitos com o governador Carlos Moisés da Silva (Republicanos) na sede da Amurel, em Tubarão, foi marcada por manifestações de apoio à gestão estadual. De forma unânime, os gestores municipais demonstraram a vontade que Moisés continue. Presente no encontro, o deputado estadual Volnei Weber (MDB) afirmou que a melhor escolha é apoiar o governador Moisés. “Vamos trabalhar até o último minuto e mostrar que o melhor projeto é esse”, afirmou.

Gratidão

“Gratidão não nos faltará e espero que nosso partido tenha juízo”, essas foram as palavras do prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli (Progressistas), durante reunião dos 18 prefeitos da região da Amurel com o governador Carlos Moisés da Silva (Republicanos), no final da manhã de ontem. Os agradecimentos e as manifestações de apoio não se resumiram apenas a Ponticelli, mas a todos os gestores municipais presentes no encontro.

Outros apoios

Em todas as regiões que tem percorrido, o governador Carlos Moisés da Silva (Republicanos) tem sido elogiado e recebido manifestações de apoio dos prefeitos. Não foi diferente, em Tubarão, na manhã de ontem, em reunião com os 18 prefeitos da Associação Municípios da Região de Laguna (Amurel). Os prefeitos falaram em investimentos históricos e olhar municipalista. “Eu rogo para que Carlos Moisés vença a eleição. Temos que reconhecer o trabalho que vem desempenhando. Que sejamos todos soldados para defender o governo Carlos Moisés, que se mostrou de fato ser diferente e não apenas de palavra”, disse o prefeito de Laguna, Samir Ahmad (Republicanos).

Sem vetos

Uma fonte do Progressistas me disse que o nome do senador, Esperidião Amin (Progressistas), de nenhuma forma pode ser considerado fora da eleição ao Governo do Estado. Amin tem dito que o seu nome não é “cláusula pétrea”, ou seja, que não pode ser mexido, mas está aberto às conversas. O Progressistas está animado com a possibilidade de uma aliança com o PSD e PSDB, além do União Brasil, liderado pelo pré-candidato a governador, Gean Loureiro. Questionado se a família Amin aceitaria estar em um mesmo projeto que Loureiro, a resposta foi que não haveria problema algum.

Articulando por vagas na Alesc

Parte da diretoria da Aprasc esteve com a vice-governadora, Daniela Reinehr (PL), para abrir diálogo institucional. Além dos temas inerentes à categoria dos praças, um dos assuntos tratados foi o pedido para que a vice interceda pela nomeação de dois integrantes da executiva da entidade na casa militar da Alesc. São eles, o secretário-geral Rafael Domingos Neto e o membro suplente do conselho fiscal da entidade, Osnildo dos Santos. Também foi solicitado apoio ao projeto de promoção dos Praças, além da contribuição ao Iprev dos pensionistas e inativos.

Causa animal

A atuação voltada para a causa animal em Santa Catarina poderá ganhar um novo reforço. Foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, projeto de lei que propõe a criação de um Conselho Estadual de Proteção Animal. O PL pretende criar no estado um grupo formado por pessoas que atuam na proteção dos animais, com a finalidade de assessorar a Secretaria de Estado da Saúde na formulação e condução da Política Estadual do Meio Ambiente, especialmente na causa animal. Na justificativa do projeto, a autora, deputada Ana Paula da Silva, a Paulinha (Podemos), argumenta que o objetivo é criar um órgão paritário, de natureza governamental, porém com atuação contundente de entidades do setor privado, com vistas a não somente fiscalizar e reavaliar a política pública animal, mas também de propor novas ações visando o aprimoramento do tema. A proposta ainda precisa passar por outras comissões.

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta