Alesc Carlos Moisés da Silva Celso Maldaner Dário Berger Gean Loureiro Jair Bolsonaro Jorginho Mello Polialiança Prévias do MDB Raimundo Colombo

Prévias do MDB deve ganhar mais um pré-candidato; Possível polialiança será tema de reunião amanhã; Gean entra na justiça contra o Sitrasem entre outros destaques

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

“Posso te dizer que foi uma reunião duríssima”, relatou um parlamentar, sobre o encontro de ontem entre algumas das principais lideranças do MDB catarinense na Assembleia Legislativa.

O fato é que a reunião que juntou na mesma sala, os deputados estaduais e os pré-candidatos do partido ao Governo do Estado, Antídio Lunelli e Celso Maldaner, não trouxe à luz uma decisão final sobre as prévias para a escolha do nome dos emedebistas, para a disputa ao Governo do Estado. O senador Dário Berger não participou devido a compromissos em Brasília.

Ao final do encontro o secretário executivo, Beto Ferreira, postou nos grupos de WhatsApp do MDB que, a prévias estavam mantidas. Fontes do partido relatam que o silêncio foi a resposta. Em falar em silêncio, após o encontro os parlamentares saíram para as suas agendas e evitaram ao máximo falar sobre o assunto. Eles pensam em uma estratégia, já que não aceitam o que chamam de imposição de Maldaner.

Alguns dos deputados que conversei ontem à noite, relataram que a informação sobre o encontro, divulgada pela assessoria de imprensa do partido, é uma versão de Celso Maldaner e, reclamaram que a informação teria sido divulgada para enganar as bases emedebistas. Segundo uma das fontes, a conversa que ocorrerá neste sábado, com a presença de Dário, Antídio e Maldaner, será o momento em que as definições irão acontecer.

A bancada não abre mão de mudanças na resolução que estabeleceu as regras para inscrições de candidatos, como a obrigatoriedade de que somente sejam aceitas inscrições de filiados com no mínimo, seis meses de partido. Os deputados querem forçar uma alteração para que o governador, Carlos Moisés da Silva (sem partido), possa se filiar.

Outra informação é de que hoje, no prazo final para a inscrição de quem deseja disputar as prévias, preenchendo os critérios definidos por Celso Maldaner, que não ficará apenas nos três pré-candidatos já conhecidos. Um quarto postulante deve entrar em cena, o que promete esquentar o cenário.

Polialiança?

União Brasil, Podemos, PSD e Progressistas se reúnem amanhã para definir as regras para a escolha do nome que representará a aliança ao Governo do Estado. Uma fonte ligada ao PSD me passou duas informações: primeiro que não será um ato de adesão e apoio ao prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (UB), que tem a maior estrutura, tempo de TV e um fundo eleitoral considerável. Segundo, que o ex-governador, Raimundo Colombo (PSD), de largada sai duas voltas na frente de acordo com levantamentos internos. Em junho uma pesquisa quantitativa deve definir o candidato que está entre Loureiro, Colombo e o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício de Oliveira (Podemos).

Gean e Parisotto

Ontem o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (UB), recebeu em seu gabinete a visita do presidente estadual do PSC, o pastor Narcizo Parisotto. Acompanhado de seu genro, Márcio Martins, o ex-deputado conversou com Loureiro a respeito de um futuro alinhamento, pensando na eleição estadual. O secretário de Fazenda da capital, Constâncio Maciel, também acompanhou a conversa que terminou em oração.

Greve

O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (UB), pediu para que a procuradoria do município entre com uma ação judicial contra a greve dos servidores municipais, organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis. Loureiro quer que os servidores voltem ao trabalho. Uma das reivindicações do sindicato é que Gean pague o piso salarial aos professores. Em resposta, Loureiro explica que será pago e que, somente não foi pago antes, porque o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), sancionou a lei há poucos dias. “Ninguém vai ganhar menos do que R$ 3.800”, afirmou Loureiro, que ainda mandou um recado: “Quanto mais batem, mais eu cresço”, destacando que a atitude do sindicato é meramente política.              

CPI da Chapecoense

O senador Esperidião Amin (Progressistas) participou ontem da retomada das atividades da CPI da Chapecoense, que é presidida pelo senador, Jorginho Mello (PL). Foram aprovados dois requerimentos. O primeiro requer a convocação de Plínio David de Nes Filho, ex-presidente da Chapecoense, e Nei Roque Mohr, o Nei Maidana, atual presidente, para prestar depoimento sobre a situação das vítimas e familiares do acidente, principalmente em relação ao descumprimento do acordo trabalhista. A solicitação da audiência foi do relator da CPI, senador Izalci Lucas (PSDB-DF).

Errata

Ao contrário do que divulguei na coluna de terça-feira, o ex-deputado federal, Jorge Boeira, não chegou a se filiar ao PSB. As tratativas chegaram a avançar, mas ele acabou informando à colega Maga Stopassoli, que não iria mais assinar ficha no partido. Acontece que ontem, Boeira deu um sinal de que uma filiação ao PSB não está descartada. “Ainda discuto com o Vignatti e lideranças que compõem a frente democrática minha filiação ao PSB. Certamente o PSB e eu devemos definir este assunto no decorrer desta semana. Estou alinhado com a frente democrática”, avisou.

PSD liberado

O ex-governador, Raimundo Colombo (PSD), pré-candidato ao Governo do Estado, me disse que ao contrário do que tem sido noticiado, o PSD não fará aliança com o PT no primeiro turno. Segundo ele, o que não haverá é imposição, ou seja, num eventual segundo turno, a ala mais ligada ao Nordeste terá a liberdade de apoiar o Lula (PT), enquanto que os pessedistas do Sul poderão apoiar o presidente Jair Bolsonaro (PL), ou um outro candidato, sendo até mesmo o petista.  

Eletricitários e Colombo na Pan

Hojerepresentantes do Sindicato dos Eletricitários e o ex-governador, Raimundo Colombo (PSD), pré-candidato ao Governo do Estado serão os meus entrevistados no O Jogo do Poder. Acompanhe através das rádios Jovem Pan News de Florianópolis 103,3 FM, e Jovem Pan News de Criciúma 101,5 FM. O programa terá início às 16h. Você também pode assistir através da Panflix, ou do perfil Jovem Pan Floripa no Youtube.

Blasi no ar

Ontem entrevistei no programa O Jogo do Poder, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, João Henrique Blasi. Falamos sobre a diferença de liberdade de expressão e crime, entre outros temas. Confira:

Lummertz no ar

Quem também me concedeu uma entrevista ontem à tarde no O Jogo do Poder, foi o ex-ministro do Turismo, Vinícius Lummertz. Ele falou sobre a sua pré-candidatura ao Governo do Estado. Confira:

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta