...
Alesc Amin Caio Torkaski Carlos Moisés da Silva Dário Berger DEM Gean Loureiro Jair Bolsonaro Joares Ponticelli Jorginho Mello Kennedy Nunes Progressistas PSDB PSL PTB Sérgio Moro União Brasil

Fusão entre DEM e PSL ameaçada?; Tucanos e Progressistas se encontram com Moisés; Kennedy na PF entre outros destaques

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Gean disputará pelo União ou pelo DEM?

O pré-candidato à Presidência da República, Sérgio Moro, poderá vir a ser, a causa de uma possível anulação do processo de fusão entre o DEM e o PSL, o qual, se der certo, dará vida ao União Brasil.

O presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, está convencido de que Moro é o único caminho viável para a eleição nacional, para quebrar a polarização entre o atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), e o ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Duas das maiores lideranças demistas tem motivos particulares, que os colocam contrários a filiação de Moro. O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, acredita que Bolsonaro poderá se reeleger, por isso, defende um alinhamento com o atual presidente, ou, no mínimo a isenção na disputa. Já o prefeito de Salvador, ACM Neto, não quer entrar em confronto com Lula e, vê em Moro, um nome que potencializaria a provável candidatura de Jaques Wagner (PT) ao Governo da Bahia, pois seria mais um estado em que Lula trabalharia para derrotar o partido do ex-juiz. Lá, ACM também é pré-candidato.

O fato é que Bivar já começa a pensar em Sérgio Moro disputando pelo PSL. O Podemos não faria objeção e, ainda poderia indicar o vice, além de ter a solução para um problema. O escasso dinheiro do fundo do Podemos, seria destinado aos candidatos a deputado federal. Caso Moro seja o candidato do partido, os postulantes à Câmara Federal terão acesso a mínimos recursos para a disputa.

É preciso ficar atento, pois essa situação poderá ter desdobramentos em Santa Catarina. Caso a União Brasil não viabilize, o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, que é pré-candidato ao Governo do Estado, poderá até mesmo não sentir muita diferença no tamanho do partido, já que a UB não terá muito mais lideranças do que tem o DEM, mas pesará na conta dos partidos e da campanha. Acontece que o União tem previstos recursos bilionários que, serviriam para atrair bons nomes para fortalecer o projeto, sem isso, Loureiro seguirá sendo uma grande liderança, mas em um partido pequeno.

Neste caso, a única comemoração seria a do deputado federal, Fábio Schiochet, que perdeu a disputa ao comando da UB para Loureiro. Neste caso, Schiochet ficaria no comando do PSL em Santa Catarina, comandando um bom fundo partidário no estado e, fazendo campanha para Moro.

Debate na Pan News

Hoje é dia de debate no programa O Jogo do Poder, a partir das16h, nas rádios Jovem Pan News de Florianópolis 103,3 FM, e de Criciúma 101,5 FM. Maria Helena, Maga Stopassoli e eu, Marcelo Lula, debateremos as principais pautas da política. Nos ouça pelo rádio, ou nos assista na Panflix, ou no perfil Jovem Pan Floripa no Youtube.

Tucanos com Moisés

Hoje às 11h, o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido) acompanhado do chefe da Casa Civil, Eron Giordani, recebe alguns dirigentes do PSDB. Confirmados na agenda, o presidente estadual do partido, Rogério Pacheco, que é prefeito de Concórdia, mais os prefeitos de Criciúma, Clésio Salvaro; de Araquari, Clenilton Pereira; e de Caçador, Saulo Sperotto. Uma fonte adiantou que será feita uma análise do cenário eleitoral catarinense. “Será um encontro para sentir o clima”, informou. Quanto ao convite para que Moisés se filie ao PSDB, ainda não está confirmado. Tanto pode ocorrer hoje, como poderá ser feito após uma avaliação que os tucanos farão da conversa.

Araújo com Moisés

Há uma dúvida se na reunião de hoje entre as lideranças tucanas e o governador, Carlos Moisés da Silva (sem partido), que estará acompanhado de seu chefe da Casa Civil, Eron Giordani, o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, estará presente. Na sexta-feira comentei no programa O Jogo do Poder na Jovem Pan News de Florianópolis e Criciúma, que troquei mensagem com Araújo. O questionei se ele viria ao estado hoje, para convidar o governador a se filiar no PSDB. “Se o Prefeito Clesio confirmar a agenda estarei em SC (sic) ”, escreveu o líder tucano, que também confirmou que o motivo é um convite a Moisés. “Se eu for sim”, respondeu. Também há uma possibilidade de que, no encontro seja marcada a conversa entre Araújo e o governador.

E tem o Progressistas

Hoje às 14h será a vez do Progressistas sentar com o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido), na Casa D’Agronômica. O chefe da Casa Civil, Eron Giordani, também estará presente. O senador Esperidião Amin, acompanhado da deputada federal, Angela Amin, e dos deputados estaduais, Zé Milton Scheffer e Sílvio Dreveck, que é o presidente estadual do partido, também querem ouvir de Moisés, se há uma possibilidade de ele disputar o Governo do Estado pelo Progressistas. Na quinta-feira da semana passada, Angela já deu um claro recado ao ser questionada no programa O Jogo do Poder, se o Progressistas poderia se aliar a Moisés para a eleição deste ano. “Depende mais dele do que de nós”, afirmou.

Viajaram junto

Ontem o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido), o chefe da Casa Civil, Eron Giordani, o senador Esperidião Amin, e os deputados estaduais, Silvio Dreveck e Zé Milton Scheffer, viajaram juntos a São José do Cedro no Extremo-Oeste. Eles foram ao enterro do ex-prefeito e atual presidente da Cidasc, Plínio de Castro, que faleceu no sábado em Chapecó. Plínio não resistiu a um aneurisma cerebral seguido de um AVC.

Ponticelli

O senador Esperidião Amin (Progressistas) busca reanimar o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli (Progressistas). Amin quer deixar Ponticelli de prontidão, pois, se falhar a “Operação Moisés”, o senador poderá intensificar as conversas com o ex-governador, Raimundo Colombo (PSD), oferecendo Ponticelli de vice.

Tokarski no PSB?

Não se espante se o vice-prefeito de Tubarão, Caio Tokarski, que está deixando o PL, se filiar ao PSB. Ele já foi convidado pelo senador, Dário Berger (MDB), que está com um pé no Partido Socialista. Tokarski é pré-candidato a deputado federal. O curioso é que se viabilizar uma candidatura de Ponticelli como vice na majoritária, a questão será resolver, quem ficará com a cadeira principal da Prefeitura.  

Atenção!

E o MDB?

Na sexta-feira o secretário executivo do MDB estadual, Beto Ferreira, enviou mensagem para afirmar que o partido terá candidato ao Governo do Estado. “Vice do Moisés, isso está descartado no MDB”, afirmou. Enquanto isso, o ex-governador e atual diretor do BRDE, Eduardo Pinho Moreira, teceu inúmeros elogios ao governador Carlos Moisés da Silva (sem partido). Mesmo com o MDB dividido, é possível notar que nas prévias, a candidatura própria entra com grande vantagem.

Kennedy é intimado

O deputado estadual, Kennedy Nunes (PTB), foi intimado pela Polícia Federal para prestar esclarecimento em um processo que corre em sigilo, sob a relatoria do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes. Kennedy foi convocado na condição de suspeito em uma ação de crime contra a honra e injúria. “Minha surpresa é que todas as vezes que eu me manifesto, nunca vou para o lado pessoal, nunca quis injuriar ninguém”, afirmou Nunes, que se disse surpreso.

Crise no PTB

O conturbado PTB vive mais uma crise com a saída de Graciela Nienov da presidência nacional do partido. Ela é acusada por Roberto Jefferson que está em prisão domiciliar, de traição. Questionei o deputado estadual, Kennedy Nunes, presidente do partido em SC sobre a situação. “Aqui continua tudo normal”, garantiu.

Respiradores

O deputado proponente e relator da CPI dos Respiradores, instalada em 2020 na Alesc, Ivan Naatz (PL), também autor do livro sobre a CPI, avaliou como um avanço positivo sob o ponto de vista legal de responsabilidade, o fato de um dos acusados na participação da compra fraudulenta dos 200 respiradores fantasmas, não entregues até hoje, o advogado e empresário, Leandro de Barros, ter aceitado o benefício do acordo de não persecução penal oferecido pelo Ministério Público. “Desta forma, aponta que ele admitiu parte da culpa e confessou a prática dos fatos descritos contra ele na denúncia do MP”, afirmou.

Dobradinha

Na sexta-feira o deputado federal, Darci de Matos (PSD), almoçou com o ex-prefeito de Treze Tílias, Mauro Dresch (PSD), que é pré-candidato a deputado estadual. O encontro foi em Itapema e praticamente definiu um acordo para que Matos e Dresch façam uma dobradinha.   

Uso irresponsável

Pessoas próximas ao ex-prefeito de Criciúma, Márcio Búrigo, saíram informando no final da semana passada, que ele estava de saída do PL. Dada a repercussão, recuaram e tiveram a pachorra de dizer que não passou de fake news. Essas pessoas precisam ser mais responsáveis, não se usa a imprensa para ter os seus anseios atendidos. Ou Búrigo após o anúncio, conseguiu que o presidente estadual do PL, Jorginho Mello, atendesse a algum pleito para ele continuar, ou, foi enquadrado e, não teve a coragem de manter a decisão.

PL nega

Através de nota o Partido Liberal de Santa Catarina negou que o deputado estadual, Jessé Lopes (PSL), tenha se filiado ao partido. Também confirmou que Márcio Búrigo segue na coordenação da sigla na Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec). No Twitter, Lopes escreveu que definir como Fake News as tratativas que teve com o senador, Jorginho Mello, para se filiar ao PL, beira o ridículo e o desespero.

Troca de partido

O prefeito de Flor do Sertão no Oeste, Sidnei Willinghofer, trocou o PL pelo PT. Ele disse que não quer estar no mesmo partido que o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), e também reclamou que não recebeu apoio aos pleitos do município prometidos pelo PL de Jorginho Mello.

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta