...
Alesc Antídio Lunelli Beto Simonetti Camilo Martins Carlos Moisés da Silva Caroline de Toni Celso Maldaner Cláudio Vignatti Daniela Reinehr Fabrício Oliveira Gelson Merisio Geovânia de Sá Jorge Boeira Jorginho Mello Márcio Búrigo MDB OAB Pedrão Pedro Silvestre Podemos Rafael Horn

Governistas negam que houve convite de Moisés a Antídio; Fabrício defende saída de Camilo da presidência do Podemos; PSDB aguarda por manifestação de Merisio entre outros destaques

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Maldaner quer mais uma vez ouvir as bases

Ontem à noite conversei rapidamente com o presidente estadual do MDB, o deputado federal Celso Maldaner. Incomodado com a situação do partido, o parlamentar quis passar a responsabilidade da tensão no MDB a este jornalista. “Não crie confusão, pelo amor de Deus”, afirmou.

O interessante é que não tenho poder algum para provocar qualquer confusão, ao contrário das lideranças que tem o poder de comandar a maior agremiação partidária do estado. Aliás, foram as decisões que o MDB tomou, que criou toda a instabilidade a qual enfrenta hoje. Tanto é verdade, que ao ser questionado se as demais lideranças emedebistas estão mentindo, quando relatam os problemas internos, Maldaner respondeu que nunca fez tal afirmação e, mudou de assunto. Ele não nega porque sabe que é um fato, as fontes dentro do MDB revelam a este colunista o que acontece nos bastidores a portas fechadas.

Questionado se trabalha para ser o vice do governador, Carlos Moisés da Silva (sem partido), Celso Maldaner respondeu que não, afirmando que o seu partido será o protagonista. Disse ainda que ele é o único que pode falar pelo MDB. “Esses dias fiz um desabafo em uma rádio de Jaraguá do Sul. Viu a indireta que o Antídio (Lunelli) deu para os ex-governadores? ”, questionou, Maldaner. Ele se refere a crítica que o prefeito de Jaraguá fez a Eduardo Pinho Moreira e Paulo Afonso Vieira, que não apoiam a sua pré-candidatura.

Maldaner durante a conversa confirmou que as prévias estão mantidas e que, mesmo a bancada querendo estar com Moisés, quem tomará a decisão é o diretório que tem 71 membros.

O fato é que Maldaner começa hoje até o próximo dia 28, a percorrer às 36 regionais para ouvir todos os presidentes municipais do MDB. Segundo o líder emedebista, o partido quebra um paradigma, pois, a decisão ficará para as bases, não somente entre os caciques. “No dia 3 de fevereiro eu vou apresentar para o diretório e para as bancadas. Vamos decidir de acordo com as bases. Respeitem as bases, respeitem o MDB”, afirmou Maldaner.

Convite à Antídio

No sábado (15) foi feita uma publicação de que em um almoço na sexta-feira (14), o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido) convidou o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, para ser o seu vice. Fontes do governo prontamente negaram a informação. “Improcedente”, afirmou um membro do alto escalão. Outra fonte governista me relatou que há alguns meses, o governador se encontrou com Antídio, mas que não houve qualquer convite. O que chama a atenção, é que o próprio Antídio compartilhou a informação sobre o suposto convite, através do WhatsApp.

PSDB se reúne

A executiva estadual do PSDB se reúne amanhã, às 13h, em sua sede em Florianópolis. Conversei com a presidente dos tucanos em Santa Catarina, a deputada federal, Geovânia de Sá. Ela me disse que aguarda uma manifestação oficial do pré-candidato ao Governo do Estado, Gelson Merisio, que tem conversado com outros partidos. Geovânia disse que para ela e demais membros da executiva, Merisio não tem falado nada sobre conversas com outras siglas. “Acho que está na hora de nós do partido conversarmos. O que sabemos é lendo e escutando na imprensa”, afirmou Geovânia, que me concederá uma entrevista amanhã, às 16h, no programa O Jogo do Poder nas rádios Jovem Pan News de Florianópolis 103,3 FM, e Jovem Pan News de Criciúma 101,5 FM.

Debate

Hoje tem debate no programa O Jogo do Poder nas rádios Jovem Pan News de Florianópolis 103,3 FM, e Jovem Pan News de Criciúma 101,5 FM. Maria Helena, Maga Stopassoli e eu, Marcelo Lula, debateremos os principais destaques da política catarinense. O programa terá início às 16h. Nos ouça pelo rádio, ou nos assista na Panflix, ou através do perfil Jovem Pan Floripa no Youtube.

Visita de Pedrão

O prefeito de Balneário Camboriú, Fabricio Oliveira (Podemos), pré-candidato ao Governo do Estado nas eleições deste ano, recebeu na sexta-feira (14) a visita do ex-vereador e candidato a prefeito de Florianópolis nas últimas eleições, Pedro Silvestre, o Pedrão. Eles falaram sobre os desafios que Santa Catarina têm pela frente e as maneiras de enfrentá-los. No encontro, Fabrício falou também sobre conquistas obtidas pelo município a partir de obras reestruturantes, como o alargamento da faixa de areia da Praia Central. Quanto a política, Pedrão deixou em aberto a possibilidade de ir para o Podemos, mesmo mantendo conversas adiantadas com o Republicanos.

Racha no Podemos

Camilo tem sido contestado

O prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira (Podemos), parece ter perdido a paciência com algumas movimentações do presidente estadual de seu partido, Camilo Martins. De acordo com Oliveira, Camilo quando discute uma aproximação com o governo de Carlos Moisés da Silva (sem partido), não fala pelo partido, é um posicionamento pessoal. “Ele vai ter que se enquadrar na vontade do partido. Ele não é um presidente soberano, ele não decide pelo partido e a vontade dele é uma vontade isolada. O partido tem candidato a governador e manterá”, afirmou. Fabrício foi além ao dizer que as decisões de Camilo não encontram respaldo no Podemos. “A minha candidatura está mantida”, disse Fabrício que é pré-candidato a governador. Ele disse entender que o ex-prefeito de Palhoça não tem mais condição de permanecer à frente do Podemos, até mesmo por ser pré-candidato a deputado estadual.

Reação 1

A nota que publiquei na sexta-feira (14) sobre a deputada federal, Caroline de Toni (PSL), que deixou claro que tem um acordo com o senador, Jorginho Mello, condicionando a sua filiação ao impedimento à vice-governadora, Daniela Reinehr (PL), de disputar a deputada federal e, que não deseja dobrar com Daniela, provocou reações. Um integrante do gabinete de Daniela me escreveu a seguinte mensagem: “É até bom que a De Toni não queira nós. Os eleitores dela tmb não querem mais ela (sic) ”, escreveu.

Reação 2

O integrante do gabinete da vice-governadora, Daniela Reinehr (PL), foi além. Afirmou que não há nada contra a deputada federal, Caroline de Toni (PSL), e que nunca “bateram” nela. Além disso, a fonte afirmou que nunca foi falado com o partido pedindo boicote de algum nome, nem definindo a candidatura de outra liderança. “Quem lançou ela (Daniela) a federal foi o próprio presidente estadual da sigla (Jorginho Mello). Foi um pedido dele, que ela seja federal”, afirmou. A fonte também questionou o fato de Caroline conversar com outros partidos, além do PL, no caso, o PTB, a União Brasil e o PROS. “Quando a Daniela optou pelo PL, Jorginho disse que não tinham compromisso com ela (Caroline) ”, concluiu.

Péssimo exemplo

A Polícia Militar de Jaguaruna perseguiu e deteve o ex-prefeito de Criciúma, Márcio Búrigo (PL). De acordo com o registro, ele fez diversas ultrapassagens perigosas na estrada do Camacho em Jaguaruna. Búrigo assinou um termo circunstanciado e foi liberado. Ele não aceitou fazer o teste do bafômetro. Búrigo é pré-candidato a deputado estadual

Rebateu

O ex-governador Raimundo Colombo (PSD) usou a rede social para defender o congelamento do IPVA pelo Governo de Minas Gerais e, criticou os números catarinenses. Integrantes do governo responderam a publicação dizendo que Colombo esqueceu de mencionar que o governador mineiro, Romeu Zema (PV), congelou em 4% e Santa Catarina tem as menores alíquotas de IPVA do país, sendo 2% para veículos de passeio, utilitários e motor-casa, nacionais ou estrangeiros, e 1% para veículos de duas ou três rodas. Também, os de transporte de carga ou passageiros, nacionais ou estrangeiros; e os destinados à locação, de propriedade de locadoras de veículos ou por elas arrendados, mediante contrato de arrendamento mercantil.

Comparação

Recebi alguns números para a comparação. De acordo com a tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), o automóvel popular mais vendido do país, é o Fiat Argo motor 1.0. Este automóvel, ano 2020, custa em média R$ 53.019. Em Santa Catarina, o IPVA deste carro é de R$ 1.060,38. Já em Minas Gerais, por exemplo, onde o IPVA é 4%, mesmo mantendo a tabela do ano anterior, o preço do imposto é de R$ 1.675,78. Em São Paulo, cujo IPVA também é 4%, o imposto é R$ 2.049,48 e no Paraná, onde a alíquota é 3,5%, o IPVA do mesmo automóvel sai por R$ 1.855,66.

Boeira no PSB

O ex-deputado federal Jorge Boeira (sem partido) confirmou sua filiação ao PSB catarinense, em telefonema ao presidente da sigla, Cláudio Vignatti, que estava em Boston nos Estados Unidos. Para Boeira, a eleição será a mais importante da história. “Exigirá dos democratas espírito público e grandeza para enfrentar e derrotar o obscurantismo expresso na figura de Bolsonaro. E isso vai além da dicotomia esquerda e direita”, disse. Ontem Vignatti e sua esposa, a vereadora de Chapecó, Marcilei Vignatti (PSB), voltaram para o Brasil. Marcilei já está curada do Coronavírus.

OAB nacional

O ex-presidente da OAB de Santa Catarina, Rafael Horn, passou o final de semana em Brasília trabalhando junto a futura direção da OAB Nacional. Horn será o vice-presidente nacional da entidade, que será presidida por Beto Simonetti. A nova gestão defende que o pagamento dos honorários seja feito de acordo com o Código de Processo Civil, além da união contra os abusos e agressões. Em relação aos poderes da República, Simonetti defende que a OAB não seja base e tampouco oposição ao Governo Federal. Segundo ele, a entidade precisa dialogar com as instituições.

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta