...
Carla Ayres Carlos Eduardo Mamute Carlos Moisés da Silva Carlos Moisés da Silva; Clésio Salvaro Dário Berger Eron Giordani Gean Loureiro Gelson Merisio Geraldo Alckmin Gilberto Kassab Ivan Naatz Jeferson Melo Juliano Chiodelli Rogério Portanova Sargento Lima

Salvaro admite que o PSDB vai procurar Moisés; Secretário é denunciado por agressão contra a esposa; Alckmin faz Dário se concentrar em SC entre outros destaques

Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!   Instagram: @scempauta   Twitter:  @scempauta   https://www.facebook.com/scempauta  

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Na reunião realizada pela cúpula do PSDB nesta semana, uma fala do prefeito de Criciúma foi mal interpretada por algumas lideranças do partido. Clésio Salvaro disse que se colocava à disposição para conversas com os demais partidos, porém, teve quem entendeu que ele havia manifestado o interesse de ser candidato na majoritária.

Salvaro não irá disputar, permanecerá no cargo atual, porém, vai liderar ao lado dos ex-senadores Dalírio Beber e Leonel Pavan, e do ex-deputado, Gilmar Knaesel, as conversas com as outras legendas. O negócio é tentar costurar um projeto viável para o PSDB.

Questionado sobre o rumo que será dado pelo partido, Salvaro me disse que Gelson Merisio é o pré-candidato tucano ao Governo do Estado e que, a situação somente mudará, se o próprio Merisio informar que não deseja mais disputar. O fato é que os tucanos, ou realmente ignoram o fato de que Merisio tem buscado outra via, inclusive se aproximando de partidos mais à esquerda, ou querem evitar qualquer constrangimento, deixando para Merisio a iniciativa de aceitar que não há lugar para ele no projeto do PSDB.

Superada essa situação, um outro personagem pode aparecer nos planos do tucanato. É o governador Carlos Moisés da Silva, que ainda não conseguiu definir o seu futuro partidário. Ontem Salvaro esteve na Casa D’Agronômica, em encontro articulado pelo chefe da Casa Civil, Eron Giordani, e pelo deputado estadual, Júlio Garcia (PSD). Ele levou ao governador um ousado projeto do uso de uma mina de carvão, como uma grande atração turística, projeto o qual, segundo Salvaro, projetará o nome de Criciúma para outros países.

Questionado se houve alguma conversa sobre a eleição, Clésio Salvaro respondeu que ainda não, mas admite que haverá um momento em que o grupo formado pelo partido procurará Moisés. Perguntei se o PSDB poderá estar com o governador e, em resposta, o prefeito me disse que entre o possível e o improvável, que o partido está no possível. “Digo que é possível”, afirmou, destacando que não depende apenas da vontade do PSDB, mas principalmente a de Moisés. O mesmo vale quando o assunto é um convite para filiação, mas Salvaro deixou claro que, primeiro, tudo passará por uma conversa com Merisio.

Perdeu a força

O nome de Gelson Merisio não pode ser menosprezado, mas o fato é que até o momento não conseguiu empolgar, pois não é uma liderança que atraia os partidos para uma conversa sobre um projeto viável. Fontes tucanas sabem disso e, colocam na conta do respeito e consideração a paciência para esperar que o próprio Merisio, reconheça que não há viabilidade. “Da boca pra fora é um discurso, para não causar uma crise desnecessária, mas o partido não espera mais do que isso”, relatou a fonte.

Jogo do Poder

Hoje no programa O Jogo do Poder nas rádios Jovem Pan News de Florianópolis 103,3 FM, e Jovem Pan News de Criciúma 101,5 FM, entrevisto o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro. Ele é o pré-candidato ao Governo do Estado pela União Brasil. No segundo bloco a conversa será com o economista, Márcio Rodrigues. Ele fará uma avaliação da situação econômica do estado e do país. O programa terá início às 16h. Nos ouça pelo rádio, ou nos assista na Panflix, ou através do perfil Jovem Pan Floripa no Youtube.

Portanova em Pauta

Ontem o pré-candidato do Partido dos Trabalhadores ao Governo do Estado, Rogério Portanova, foi um dos meus entrevistados no programa O Jogo do Poder. Na eleição passada ele disputou o pleito pela Rede Sustentabilidade. Confira:

Kassab em Pauta

O meu outro entrevistado de ontem no programa O Jogo do Poder, foi o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab. Falamos sobre o projeto do partido para a eleição nacional, e também sobre Santa Catarina. Confira:

Secretário é denunciado

A vereadora Carla Ayres (PT), levou ontem para a sessão da Câmara de Florianópolis um fato grave. Segundo ela, o secretário adjunto de Assistência Social da capital, Jeferson Melo, é alvo de um boletim de ocorrência motivado pela acusação de violência contra a mulher. Carla criticou o fato de que ele permanece no cargo. “E permanece como adjunto de uma secretária que faz nas redes sociais, campanha contra a violência contra a mulher. É inadmissível que a gestão ainda siga pactuando com um adjunto desses, justamente numa pasta que deveria proteger as pessoas”, afirmou a vereadora, em clara crítica a secretária, Maria Goulart. Melo é uma importante liderança evangélica e atual presidente do PSC de Florianópolis. Em sua fala, a vereadora lembrou que há um projeto de autoria de Pri Fernandes (Podemos), que barra a nomeação de acusados de agressão contra a mulher.

A denúncia

De acordo com o Boletim de Ocorrência, a esposa do secretário adjunto de Assistência Social de Florianópolis, Jeferson Melo, procurou a delegacia no dia 03 do mês passado. No documento ela relata que após descobrir que estava sendo traída, houve uma discussão e Melo a teria agredido causando lesões pelo corpo e feito ameaças. “Acrescenta que essa foi a segunda vez que o autor lhe agrediu fisicamente e que, diante das ameaças, teme por sua integridade física e vida. Alguns prints de tela do aplicativo WhatsApp, onde o Autor faz ameaças para a Comunicante, foram anexadas nas mídias do local do fato”, diz o BO. Tentei contato com o secretário e sua esposa, da primeira vez houve a informação de que o casal estaria reatando, mas numa segunda tentativa de contato, não houve resposta.

Buscando um partido

Mesmo sendo cortejado por algumas lideranças do MDB, o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido) pode ir para o Avante. Com apenas 5 vereadores no estado, o partido pode ganhar com a ida de Moisés, prefeitos, vices e até deputados. Resta saber qual será o tamanho que o governador conseguirá dar ao partido. Quanto ao Republicanos, a ida de Moisés subiu no telhado.

Crescimento de Giordani

Eron é o homem forte do Governo Moisés.

Nos bastidores do Governo do Estado há conversas sobre o crescimento do chefe da Casa Civil, Eron Giordani. Uma fonte chegou a afirmar que o secretário se tornou a alma e o cérebro do governo. Outros dois nomes que tem se destacado na Casa Civil, é o adjunto Juliano Chiodelli e Carlos Eduardo Mamute. Giordani que tem feito uma verdadeira peregrinação na Assembleia Legislativa, para articular a aprovação dos projetos do Executivo, também tem a total confiança da maioria dos deputados estaduais.

Alckmin é o vice

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, vai para o PSB e isso praticamente define que ele será o vice na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Esse cenário praticamente encerra com a pequena chance do senador, Dário Berger (MDB), de figurar na majoritária nacional. Agora, Berger terá que decidir se disputará o pleito pelo PSB, liderando um projeto de esquerda dando palanque para Lula, ou se insistirá em ser o nome do MDB.

Livro sobre a CPI

O deputado estadual, Ivan Naatz (PL), que foi o relator da CPI dos Respiradores, e o deputado Sargento Lima (PL), que presidiu, estiveram reunidos ontem na Assembleia Legislativa para o lançamento do livro sobre o desfecho e a repercussão político-jurídica das investigações sobre a compra dos 200 respiradores fantasmas da Veigamed. Naatz pretende distribuir parte da duplicação para bibliotecas públicas e acadêmicas, além das Câmaras de Vereadores para servir como fonte de pesquisa.

Colunista será homenageado

O Colunista do SCemPauta, Thiago de Miranda Coutinho, recebe hoje em São Paulo, a Medalha do Cinquentenário das Forças Internacionais de Paz no Brasil. A honraria será concedida pela Associação Brasileira das Forças Internacionais de Paz por seus serviços prestados à comunidade de Inteligência. Vale destacar que Coutinho é Agente de Polícia Civil na capital.

Colunista foi homenageado

O também colunista do SCemPauta, o ex-ministro e atual secretário de Turismo de São Paulo, Vinícius Lummertz, foi o vencedor de um dos “oscars” da indústria turística brasileira, o Prêmio Caio na categoria Marketing de Destinos. “Quero agradecer e falar de minha alegria em receber o prêmio. É o reconhecimento do trabalho da Secretaria de Turismo e Viagens do Governo do Estado de SP. Mais uma razão para comemorar é saber que fui escolhido por profissionais do turismo, o que muito me emociona. Além do ouro, o DesafioSP de inovação, que lançamos em conjunto com a FIA, venceu o terceiro lugar na categoria Inovação. Quero agradecer também em nome do governador, João Doria, incansável em colocar São Paulo no centro da agenda das grandes mudanças do nosso país”, disse Vinicius ao receber os troféus.

Reconhecimento

Quem também recebeu um merecido reconhecimento foi a médica infectologista, Carolina Cipriani Ponzi, de Chapecó, por causa de seu trabalho desenvolvido durante a pandemia do novo Coronavírus. Carolina atuou na linha de frente no combate a doença desde o início da pandemia, quando ainda eram escassos os conhecimentos sobre a nova patologia. Com firmeza pedagógica, a atuação de Carolina foi essencial no atendimento aos pacientes e, ao mesmo tempo, na orientação da população do Grande Oeste catarinense através dos meios de comunicação. Carolina Ponzi é um exemplo de quem seguiu a ciência, ao invés do negacionismo ou curandeirismo.

Corrida de Cães

Voltou para o plenário da Assembleia Legislativa o Projeto de Lei que proíbe as corridas de cães no estado. O projeto é de autoria do deputado Marcius Machado (PL) e havia sido rejeitado em agosto deste ano em plenário. Porém, em setembro, Marcius conseguiu a maioria absoluta de assinaturas dos deputados, para que o tema voltasse à tramitação. A inexplicável rejeição do projeto causou muita revolta entre os protetores de animais. Que a Alesc se sensibilize e aprove a proibição.

Receba a coluna pelo WhatsApp. Envie mensagem com o seu nome e cidade e salve o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!   Instagram: @scempauta   Twitter:  @scempauta   https://www.facebook.com/scempauta