...
Alesc Antídio Lunelli Carlos Moisés da Silva Celso Maldaner Dário Berger Gean Loureiro Jair Bolsonaro João Rodrigues Jorginho Mello Luiz Fernando Vampiro MDB

Pesquisa deve definir o nome do MDB para 2022; Gean votará a favor da fusão DEM-PSL; Moisés concede entrevista à Jovem Pan News entre outros destaques

Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!   Instagram: @scempauta   Twitter:  @scempauta   https://www.facebook.com/scempauta  

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

O restaurante Rancho Açoriano em Coqueiros, em Florianópolis, foi o local escolhido para o almoço que reuniu os três pré-candidatos do MDB ao Governo do Estado. À mesa, Celso Maldaner, que também preside o partido em Santa Catarina, além do senador Dário Berger e o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli.

Alguns pontos da conversa ainda são mantidos em segredo, mas segundo fontes, Maldaner pediu que ambos tenham o desprendimento necessário que o projeto emedebista precisa, para que seja mantida a união do partido. Berger e Antídio concordaram e, teria havido um acordo de que a escolha se dará até outubro, após a realização de pesquisas.

O fato é que a tentativa de antecipação será discutida hoje no almoço da bancada do MDB na Assembleia Legislativa. Deputados relataram que a situação está gerando um desconforto, pois, já seria um assunto ultrapassado. “Essa é uma decisão que foi tomada. Qualquer encaminhamento novo, terá que ser dado somente após ouvir o diretório. O posicionamento da bancada é fevereiro, então terá que ser na data acertada”, disse uma das lideranças.

Já o líder da bancada na Alesc, Valdir Cobalchini, entende que não bastará a qualquer um dos postulantes, simplesmente ser candidato. Para ele, o nome que será escolhido terá que priorizar a formação de chapas à Assembleia Legislativa e para a Câmara Federal. “Ele terá que fazer o dever de casa primeiro. Vá às regiões arrumar candidatos. Vá em Itajaí convencer o Volnei (Morastoni) que o partido tem candidato. Vá em Joinville, também em Blumenau onde o partido está enfraquecido e em Florianópolis”, destacou Cobalchini.

O fato é que até o momento, nenhuma das lideranças do MDB soube explicar, como o partido terá um candidato para contrapor o governador, Carlos Moisés da Silva (sem partido), ao mesmo tempo em que a bancada estadual se manterá na base governista no parlamento. Para um dos caciques, a questão caberá apenas aos deputados estaduais. “Não é um problema institucional, é um problema deles (bancada) com o Moisés”, afirmou.

Visita a Gean

Após o almoço entre os três pré-candidatos ao Governo do Estado pelo MDB, o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, se encontrou com o deputado federal, Carlos Chiodini (MDB). Eles foram juntos para uma visita ao prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM). Durante a conversa, o prefeito da Capital confirmou que também é pré-candidato e que está animado com o cenário que se desenha. Loureiro tem realizado inúmeras pesquisas de avaliação, através do reconhecido marqueteiro político, Fábio Veiga.

Fusão

O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, viaja hoje a Brasília onde participará da reunião da Comissão Executiva Nacional do Democratas. O encontro terá início às 19h no B Hotel. Loureiro é membro do Conselho Nacional Político do DEM e, confirmou que votará a favor da fusão entre o seu partido e o PSL.  Quanto ao nome do novo partido que será presidido por Luciano Bivar (PSL), uma pesquisa deverá ser apresentada nos próximos dias. No pedido feito pela direção do DEM e do PSL, deverá constar as palavras “Liberal” e “Democrata”.

Moisés na Jovem Pan News

Hoje eu entrevisto o governador, Carlos Moisés da Silva (sem partido), no programa O Jogo do Poder, da Jovem Pan News de Florianópolis, 103,3 FM. A entrevista exclusiva vai ao ar a partir das 16h. Além de ouvir, você também pode assistir através da página da Jovem Pan Floripa no Youtube.

Live de Rodrigues

Fontes negaram a informação de que o prefeito de Chapecó, João Rodrigues (PSD), tenha recorrido ao apoio de uma produtora de Xanxerê, para a Live em que se manifestou a respeito da abertura de inquérito pelo Ministério Público Federal, para apurar as ações de sua gestão no combate à pandemia. Um assessor fez o trabalho de posicionar a câmera para que o prefeito se pronunciasse. O esclarecimento acaba com a estranheza que me causou a informação, agora negada, já que Rodrigues, desde os seus tempos de rádio e TV, nunca se deixou dirigir por alguém, sendo que sempre preferiu falar de improviso.

Interpretação

Algumas pessoas procuraram o prefeito de Chapecó, João Rodrigues (PSD), para reclamar que este colunista teria escrito que “achei estranho” o fato de que as entidades empresariais se manifestaram a favor do prefeito. Primeiro que se eu tivesse escrito a palavra “estranho”, é um direito meu como jornalista, de fazer a análise que for com total liberdade, sem ninguém tentar impor qualquer tipo de pressão. Segundo, que não utilizei o termo “estranho”, o que denota um grave problema de interpretação de texto de quem tentou provocar uma celeuma boba, pequena e desnecessária.

Afastando o PL do MDB

O deputado estadual Sargento Lima (PL) fez duras críticas a uma das maiores lideranças do MDB, o ex-governador Eduardo Pinho Moreira. Em uma rede social ele mencionou que alvos da Operação Hemorragia, como os ex-secretários de Estado da Administração, Milton Martini; da Saúde, Dalmo Claro de Oliveira; o ex-secretário-adjunto da Administração, Nelson Nappi Júnior; e o filho de Martini, Radamés Martini, foram indiciados. “Terão que explicar contratos milionários e prorrogações indevidas. Os ex-secretários e o ex-adjunto atuaram nos governos Colombo/Pinho Moreira”, escreveu Lima, que também criticou a indicação do ex-governador para o cargo de diretor financeiro do BRDE. O gesto de Lima afasta ainda mais o partido do senador, Jorginho Mello, dos emedebistas.

Contra a evasão escolar

O governador Carlos Moisés da Silva (sem partido) e o secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, anunciaram ontem a criação do programa Bolsa Estudante, com o objetivo de combater a evasão escolar. O Estado vai investir R$ 375 milhões por ano para garantir auxílio financeiro aos alunos do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), matriculados na rede estadual de ensino. Um Projeto de Lei será encaminhado à Assembleia Legislativa e, caso aprovado, concederá um auxílio anual de R$ 6.250 para até 60 mil estudantes da rede estadual de Santa Catarina. O valor será dividido em 11 pagamentos mensais de R$ 568, entre fevereiro e dezembro. Poderão ser contemplados os estudantes cujas famílias tenham renda total, igual ou inferior a quatro salários mínimos, ou até meio salário mínimo por integrante.

Só sabem multar

Na véspera do dia do auditor fiscal, celebrado hoje, o senador Jorginho Mello (PL) deu uma entrevista à Rádio Jovem Pan News de Florianópolis, falando que os “fiscais da Fazenda só sabem multar”. A declaração repercutiu mal entre a classe que, acima de tudo, tem sido fundamental para a expansão econômica do Estado. Um representante dos auditores fiscais lembrou que eles agem na fiscalização, na administração tributária e aduaneira, na orientação sobre legislação tributária, além de supervisionar atividades de apoio ao contribuinte e no combate à sonegação fiscal entre outras ações.

Devem para SC

O senador Jorginho Mello (PL) também falou sobre a dívida que o Governo Federal tem para com Santa Catarina, ao lembrar que o Estado envia vultuosos recursos oriundos da arrecadação, mas que recebe de volta muito pouco. Jorginho lembrou do governo de Dilma Rousseff (PT), quando foi prometido investimento na BR-470, o que não ocorreu. Questionado sobre a relação entre a União e o Estado, Jorginho foi claro ao dizer que o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), também deve para Santa Catarina.

CPI em Itajaí

A Câmara de Vereadores de Itajaí realizou ontem, a 3ª reunião ordinária da Comissão Parlamentar de Inquérito, que investiga a aquisição de máscaras descartáveis pela gestão de Volnei Morastoni (MDB). No encontro foram marcadas duas sessões de oitivas e aprovados três requerimentos. A pedido dos vereadores Anna Carolina (PSDB) e Osmar Teixeira (SD), serão convocados para oitiva na próxima sexta-feira (24), a secretária de Educação, Elizete Furtado Cardoso, e o servidor Bento Jesus dos Santos. Já a vereadora Christiane Stuart (PSC) solicitou a convocação dos servidores Adrieli da Rosa Correa e Luiz Fernando Sanni, para a oitiva do próximo dia 27.

Previdência

O prefeito de Joinville, Adriano Silva (Novo), sancionou ontem a Lei Complementar que institui a Reforma da Previdência Social dos servidores municipais. Além disso, também foi assinada a Lei que autoriza o Regime de Previdência Complementar. As principais alterações foram as regras de idade, a alíquota de contribuição que foi para 14%, e também o estabelecimento das regras de transição. Com a aplicação da nova legislação, a estimativa é que o déficit atuarial do Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Joinville (Ipreville), que era de R$ 1,2 bilhão, passe a ser de R$ 488 milhões, uma redução de aproximadamente 62% no valor total.

Secretário em Morro da Fumaça

O deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT) levou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, para conhecer projetos de desenvolvimento em Morro da Fumaça, no Sul do estado. Buligon se disse impressionado com a estrutura da cidade que, projeta entregar até o ano que vem duas áreas industriais públicas. O prefeito Noi Coral (Progressistas) e o vice-prefeito Eduardo Guollo (Progressistas), mostraram o projeto de atração a novos investimentos, já que o município tem água, energia e gás natural para oferecer. Recentemente, o Mercado Livre anunciou a abertura de um Centro de Distribuição no município.

Mulheres

As mulheres ainda são minoria no parlamento em todas as esferas. No executivo municipal, ocupam 12% e no comando estadual e, apenas uma mulher foi eleita governadora nas últimas eleições. Com o objetivo de promover o protagonismo da mulher na política, o MDB Mulher catarinense, com apoio da Fundação Ulysses Guimarães (FUG), promoveu, ontem, em Florianópolis, um curso de capacitação com foco no pleito em 2022.

Concurso em Tijucas

O Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento de Santa Catarina, em parceria com a Prefeitura de Tijucas, realizará um concurso nacional de anteprojeto de Urbanismo e Paisagismo, no centro histórico do Casarão Gallotti. O edital e o regulamento junto com o site para as inscrições estarão no ar no próximo dia 30 pelo endereço: www.concursotijucas.com.br Poderão se inscrever empresas jurídicas registradas no CAU de qualquer estado do Brasil, desde que estejam em dia com as suas obrigações legais. O centro histórico formado pelas ruas Coronel Gallotti, Maria Gallotti e João Bayer é o objeto do concurso e as propostas serão encaminhadas por meio digital diretamente pelo site até o dia 5 de dezembro.

OAB

O Movimento OAB com a Sua Cara será lançado nesta quinta-feira (23), na Capital, com transmissão ao vivo para todo o Estado. O movimento reúne advogados e advogadas de Santa Catarina, que avaliam opções alternativas para as eleições de novembro. As principais bandeiras do movimento foram antecipadas ontem, com a publicação de um manifesto que convida a advocacia a conhecer o grupo.

Debate – O Jogo do Poder

Se você não assistiu ontem, clique e assista agora ao debate na Jovem Pan News de Florianópolis, 103,3FM. Maria Helena, Maga Stopassoli e eu, Marcelo Lula, debatemos todas as segundas e sextas-feiras, as principais pautas da política catarinense. O programa começa sempre a partir das 16h.

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!   Instagram: @scempauta   Twitter:  @scempauta   https://www.facebook.com/scempauta