...
Carlos Moisés da Silva Joinville Lockdown tríplice viral Vacinas

Coronavírus: Parte da população catarinense deve receber a tríplice viral; Estado definirá novas medidas; CDL de Joinville defende lockdown entre outros destaques

Para seguir recebendo a coluna via WhatsApp, favor salvar o número: 49 98504.8148. Para quem ainda não recebe, favor enviar mensagem para o mesmo número.

 

FAZER JORNALISMO COM INDEPENDÊNCIA CUSTA CARO. ASSINE O SCEMPAUTA E APOIE A CONTINUIDADE DE NOSSO TRABALHO! 

A equipe de Governo se reuniu de forma remota novamente na tarde de ontem, para discutir o cenário da pandemia no Estado. O governador Carlos Moisés da Silva (PSL) e secretários analisaram os resultados das medidas já aplicadas e, pretendem se reunir com prefeitos e outras autoridades, possivelmente amanhã, para definir novas ações. Representantes da Assembleia Legislativa, Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado devem ser convidados.

A intenção também, é de analisar o impacto das ações realizadas em diversos municípios, além de deliberar sobre a eventual necessidade de prorrogação, ou ajuste das medidas em vigor no Estado. Algumas ações internas foram acordadas e, caberá a equipe executar.

Apesar do decreto que estabeleceu as restrições nos dois últimos finais de semana, as demais medidas decretadas por Moisés somente expiram na próxima quinta-feira (11). Uma questão que está sendo trabalhada é o abastecimento de mais oxigênio nos hospitais do Estado, devido à alta demanda.

Moisés faz parte de um grupo de 21 governadores que estudam ações mais contundentes, para conter a propagação do Coronavírus. Isso não quer dizer que haverá o endurecimento, mas a discussão estará na pauta, sobretudo pela possibilidade de alinhamento com outros estados. Um pedido chegou a ser feito ao Ministério da Saúde para que medidas mais duras fossem adotadas a partir do Governo Federal, porém, o recado dado, foi de que o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), é contra.

O porta-voz do grupo dos 21, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT)), disse que a comunicação é uma das maiores preocupações, devido a necessidade de orientar as pessoas. Também está em análise a proibição em conjunto da venda de bebida alcoólica a noite e, a proibição de eventos que causem aglomeração.

 

Atenção!!

Trago em primeira mão que o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, estuda a possibilidade de num prazo de 30 dias, iniciar uma campanha de vacinação da tríplice viral. O público alvo será composto por pessoas que não estão contempladas nos grupos prioritários para a vacina contra o Coronavírus, para que tenham uma certa proteção até que sejam vacinadas. Estudo do Centro de Pesquisa do Hospital da UFSC, há alguns meses, apresentou preliminarmente que o imunizante contra sarampo, caxumba e rubéola, reduz em 54% os sintomas do Coronavírus, e 74% as internações. O estudo já está em fase final.

 

Estudo

O estudo clínico na fase 3 seguiu o mesmo formato dos testes específicos das vacinas contra o Coronavírus. Ao todo foram avaliados mensalmente, 430 voluntários com idade entre 18 e 60 anos, que trabalham na área da saúde. Quanto ao número mais reduzido de pessoas, os pesquisadores explicam que foi atingido o mínimo de infectados que é exigido para a realização do estudo.

 

Mãos abanando

O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, foi a Chapecó de mãos abanando. Na reunião fechada com o governador, Carlos Moisés da Silva (PSL), prefeitos da região Oeste e demais lideranças, Pazuello chegou a reforçar o entendimento do Governo Federal em relação ao lockdown, falou da vacinação como se a campanha estivesse na velocidade adequada e, acabou deixando algumas lideranças como mais pontos de interrogação, do que respostas. “Viemos para bater palma para o ministro”, resumiu um dos prefeitos presente.

 

Contratação de médicos

Uma das principais dificuldades enfrentadas por estados e municípios é a contratação de médicos. Questionei o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, a respeito dessa situação e, sobre a ação na justiça do município de Chapecó, que pede autorização para contratar médicos formados no exterior para trabalhar, sem a necessidade do revalida. Pazuello me pediu que falasse com um de seus assessores, que informou uma nova etapa do Programa Mais Médicos que deve ser lançado ainda neste mês, foram isso, ele me disse que o ministério não aceitará a contratação sem o revalida.

 

Medidas em Joinville

O prefeito de Joinville Adriano Silva (Novo) se reúne hoje com os comitês estratégicos, para definir ações visando frear a velocidade de contaminação do Coronavírus no município. Fontes afirmam que não está descartado um lockdown, muito embora, não haja nenhuma confirmação oficial. Até o momento, Silva se mostrou contrário a qualquer restrição mais contundente, porém, o iminente colapso assustou o Gabinete de Crise que se reuniu ontem. A decisão que for tomada deve passar a valer nesta quarta-feira (10).

 

CDL pede lockdown

Através de nota oficial a CDL de Joinville, sugere um lockdown total de atividades até o próximo domingo (14), incluindo comércio, indústria e serviço, sem exceções, além das atividades previstas como absolutamente essenciais, relacionadas à alimentação, à saúde e à higiene da população, não permitindo que qualquer outra atividade funcione durante esse período de 7 dias. Diz ainda a nota, que supermercados podem vender alimentos, mas não podem comercializar eletrodomésticos, vestuário, eletrônicos, entre outros, durante o horário em que o comércio de não essenciais não poderá abrir.

 

Fechamento em Lages

Ontem o prefeito de Lages, Antônio Ceron (PSD), anunciou um lockdown que terá início amanhã. A preocupação de Ceron é com a lotação dos leitos de UTI, o qual, segundo ele, somente abre espaço quando alguém morre. Aulas presenciais, além de todo o comércio devem paralisar as atividades. A exceção de acordo com o prefeito, é para os postos de combustíveis, supermercados e farmácias.

 

Golpe em Criciúma

A Prefeitura de Criciúma alerta para um possível golpe que está sendo aplicado, sobre encaminhamentos de boletos de cota única de taxa de lixo por aplicativo bancário. O Município esclarece que não são feitos encaminhamentos de boletos por aplicativo e, que a cota única deve ser solicitada na prefeitura, com abertura de Processo Administrativo no Setor de Fiscalização Tributária, ou pelo Protocolo Online. Neste caso, os boletos são entregues pessoalmente ou encaminhados pelo próprio Protocolo Online.

 

SAMU

A Assembleia Legislativa realiza amanhã uma sessão especial com o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, para tratar da situação do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) no estado. A sessão será às 14h15, no Plenário Deputado Osni Régis. Ribeiro foi convocado pelos deputados, após a aprovação de um requerimento de autoria de Bruno Souza (Novo) e Jessé Lopes (PSL), no dia 17 de fevereiro. Os parlamentares querem informações sobre o contrato celebrado entre o governo estadual e a OZZ Saúde, responsável pela gestão do Samu em Santa Catarina.

 

Proteção animal

Proteger os animais de Chapecó é o propósito de uma comissão especial, que será criada no legislativo do município nos próximos dias. A autorização para a criação da comissão já foi aprovada pelos vereadores, com a elaboração de um requerimento de autoria do vereador Wilson Cidrão (Patriota).

Para seguir recebendo a coluna via WhatsApp, favor salvar o número: 49 98504.8148. Para quem ainda não recebe, favor enviar mensagem para o mesmo número.

 

FAZER JORNALISMO COM INDEPENDÊNCIA CUSTA CARO. ASSINE O SCEMPAUTA E APOIE A CONTINUIDADE DE NOSSO TRABALHO!