...
Alesc Carlos Moisés da Silva Daniela Reinehr Impeachment Laércio Schuster Luis Felipe Schuch Ricardo Roesler Sargento Lima

Impeachment: Desembargador Schuch vota a favor do prosseguimento do processo. Contestação ao voto de Lima está sendo analisada

Desembargador votou pela continuidade do processo.

O desembargador mais jovem do Tribunal do Impeachment, Luis Felipe Schuch acaba de votar a favor do prosseguimento do processo contra o governador, Carlos Moisés da Silva (PSL), e a vice-governadora, Daniela Reinehr (sem partido). Agora, o placar fica 5 a 4 pela admissibilidade contra Moisés, e 5 a 4 contrário ao prosseguimento no caso de Daniela. A princípio, o último voto é do deputado estadual, Laércio Schuster (PSB). Schuch destacou em seu voto que tanto Moisés quanto Daniela, mesmo com formação jurídica se omitiram de resolver a questão do aumento dado aos procuradores.

Caso Schuster vote favorável ao prosseguimento contra Moisés e Daniela, o governador estará afastado, enquanto que a situação da vice-governadora será decidida pelo presidente do Tribunal de Justiça, Ricardo Roesler.

Revisão de voto

Nos bastidores da Alesc já se fala em uma contestação ao voto do deputado estadual, Sargento Lima (PSL). Acontece que o que está em pauta é o relatório do deputado estadual, Kennedy Nunes (PSD). Segundo as fontes consultadas, ele não poderia separar o voto, ou seja, teria que votar a favor ou contra Moisés e Daniela sem dividir o voto. Kennedy conversou com Roesler sobre a situação. O desembargador está estudando a questão.