...

CPI dos Respiradores: Márcia Pauli citou em depoimento ao Gaeco uso de sua assinatura eletrônica apresentada por Naatz

O documento apresentado na sessão de hoje da CPI dos Respiradores, pelo deputado estadual, Ivan Naatz (PL), que mostra um pedido de pagamento com a assinatura da ex-servidora, Márcia Pauli, já havia sido citado por ela.

Em seu depoimento ao Gaeco, ela fez o seguinte relato, conforme publicado pelo SCemPauta:

“Um dos inúmeros fatos estranhos relatado por Márcia Pauli em seu depoimento, é de que no dia 22 de março às 10h47, enquanto estava trabalhando na Defesa Civil, ligou para ela o então secretário de Estado da Casa Civil, Douglas Borba. Ele teria visto uma mensagem do também então secretário de Saúde, Helton Zeferino, que relatou no grupo de WhatsApp dos secretários, que havia dificuldade nas compras e, que precisava de ajuda. Márcia relata que disse a Borba que precisava de um grupo com pessoas da Secretaria de Administração, do Tribunal de Contas, da Controladoria Geral entre outros poderes, para dar uma garantia maior de lisura do processo. No mesmo dia, Borba teria enviado material da Veigamed, só que dias após ela foi informada que havia uma autorização de pagamento com a sua assinatura digital em favor da empresa do Rio de Janeiro, só que a data era de 20 de março, ou seja, dois dias antes da Veigamed ter sido apresentada por Borba. “Eu recebo a ligação do cara (Fábio), no dia 22 eu conheço ele, mas autorizei a pagar a ele, dois dias antes, eu fiquei em desespero”, disse. A situação até o momento não foi esclarecida.