...

Rota do Milho é tema de encontro em Chapecó, Júlio Garcia se recupera, o orçamento da Câmara de Joinville entre outros destaques

Destaque do Dia

Aconteceu ontem em Chapecó a reunião que discutiu a Rota do Milho. Empresários, lideranças e autoridades de Santa Catarina, Paraguai e Argentina participaram do 1º Fórum Internacional Agro Sem Fronteiras, que encerra hoje, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nês.

O prefeito de Chapecó e presidente do Bloco Regional de Intendentes, Prefeitos, Alcaldes e Empresários do Mercosul (Bripaem), relatou que a entidade visa a união das autoridades locais desses territórios, ideia inspirada em integração semelhante à realizada na Europa. “Teremos a partir de agora o primeiro corredor de proteína vegetal, denominado de Rota do Milho, e o próximo passo consistirá na saída da produção catarinense pelo porto de Antofagasta, no norte do Chile” afirmou ao complementar que o Brasil precisa fortalecer e articular a complementariedade produtiva.

O presidente do Fórum de Competitividade e Desenvolvimento para a Região Oeste, Vincenzo Mastrogiacomo, relatou que o debate sobre a importância da complementariedade produtiva entre esses três países é realizado há mais de quatro anos. “Ocorreram várias reuniões de alinhamentos estratégicos e na busca de soluções para os entraves de logística. Abordar reflete no desenvolvimento dessas regiões”, argumentou.

A nova rota sugerida compreende, Carlos Antonio López que é um município do Paraguai, passará pelo Porto 7 de Agosto para o lado Argentino pela cidade de Puerto Piray da província de Misiones e, posteriormente ao Brasil pelo município de Dionísio Cerqueira.

 

Representatividade

A vice-governadora, Daniela Reinehr (PSL), reafirmou que o Estado se comprometeu em apoiar essa nova rota do milho. Segundo ela é importante a implantação desse trajeto alternativo, porém, há questões operacionais que precisam ser ajustadas ainda. “Empenhamos todos nossos esforços para resolvê-las. Enquanto essas adequações são realizadas, é importante promover o aperfeiçoamento da indústria periférica que absorverá essa demanda, pois a estimativa é de que 4 mil carretas passem pelo porto seco por mês. Isso resultará na geração de emprego e renda em todos os municípios da rota”, afirmou.

 

Frente da Rota

O coordenador da Frente Parlamentar Nova Rota do Milho, deputado Marcos Vieira (PSDB), defendeu a necessidade de realizar investimentos para a recuperação das rodovias catarinenses, uma vez que o setor do agronegócio é responsável por 70% das exportações do Estado e, por 30% do Produto Interno Bruto (PIB). “Ao supor uma economia de R$ 2 por saco de milho de 50 quilos, estima-se uma economia de R$ 1 bilhão por ano para o setor do agronegócio” analisou.

 

Investimentos

O prefeito de Dionísio Cerqueira, Thyago Gonçalves, enfatizou a necessidade de investimento na infraestrutura da Aduana, o único porto seco do Estado, bem como na melhoria das BRs 163 e 282. “Sugerimos o processo de privatização da Aduana para que sejam feitas as adequações necessárias para atender a demanda, pois serão mais de 100 caminhões/dia que passarão pela estrutura. Além disso, precisamos ampliar o efetivo de auditores tanto da Receita Federal quanto do Ministério da Agricultura e implantar o turno noturno de atendimento”, destacou. Gonçalves também antecipou que deve ser lançado até o fim deste mês o edital de licitação da BR 163, que compreende o trecho de Dionísio Cerqueira até São Miguel do Oeste, com previsão de R$ 210 milhões.

 

Eletrosul entre as maiores

A Eletrosul conquistou o troféu “500 Maiores do Sul”, considerado o mais importante ranking regional de empresas do Brasil. Nesta edição, a empresa sediada em Florianópolis e com atuação nos três estados do Sul ocupa a 22ª posição geral, figura como a 7ª maior de Santa Catarina e assume o 5º lugar na lista das maiores companhias de energia.

 

Segunda instância

O ex-vereador de Chapecó, Arestide Fidelis (PSB), foi libertado ontem por decisão de ofício da justiça, seguindo o entendimento da prisão em segunda instância a qual não é mais válida. Fidelis foi condenado em segunda instância por sete tentativas de homicídio em um acidente de trânsito no ano de 2014, o qual segundo a justiça, foi provocado por ele ao dirigir embriagado. Vale informar que o processo segue em outras instâncias e pelo entendimento da lei, sendo mantida a condenação, Fidelis somente poderá ser preso após o transitado em julgado, ou seja, quando encerrarem todos os recursos. O advogado Arthur Losekan fez questão de informar que conforme já havia anunciado, não houve o pedido de soltura.

 

Govcar

O Governo de Santa Catarina lançou, na tarde de ontem, o Govcar, uma nova forma de transporte de servidores via aplicativo para a região da Grande Florianópolis. A inovação deve resultar em uma economia de aproximadamente R$ 5 milhões nos primeiros 12 meses de funcionamento.

 

Garcia se recupera

O presidente da Assembleia Legislativa, Julio Garcia (PSD), recupera-se da segunda cirurgia a que foi submetido no tornozelo direito, na tarde de ontem em Florianópolis. O procedimento cirúrgico de mais de quatro horas, foi bem sucedido e o presidente passa bem. Garcia se licenciou ontem por 15 dias para cuidar da sua recuperação. Mauro De Nadal (MDB) assumiu o comando da Alesc.

 

Orçamento em Joinville

A Comissão de Finanças debateu ontem o orçamento da Câmara de Vereadores de Joinville para 2020 que, segundo o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA), é de R$ 60 milhões. Quem determina o que o legislativo municipal pode gastar é a Constituição Federal. De acordo com o artigo 29, o total de despesas de câmaras de municípios com população entre 500 mil e 3 milhões de habitantes, como Joinville, não pode ultrapassar o percentual de 4,5% da soma do exercício anterior das receitas tributárias municipais e das transferências correntes do estado e da União.

 

Na coluna exclusiva dos assinantes

 

– Moisés economiza para ter dinheiro para obras;

 

– Governador quer lançar obras em ano eleitoral;

 

– Governo deve ter pelo menos, quatro trocas de secretários;

 

– As conversas de Pedrão visando a Prefeitura de Florianópolis;

 

– Pré-candidatos tucanos;

 

– Santa Catarina terá Procons regionais

Assine o SCemPauta Plus, com muito mais informações durante o dia, podcasts e muito mais. As informações exclusivas e de grande impacto serão exclusivas para assinantes. Assine agora por apenas R$ 10 Reais mensais, assinatura anual.

www.scempauta.com.br/finalizar/