Prefeito de Criciúma vai enfrentar CPI

João Paulo Messer

João Paulo Messer

DEU CPI EM CRICIÚMA

Brasao

Foi surpresa para muitos o protocolo de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar possíveis irregularidades no CriciúmaPrev. O protocolo foi feito ontem com requerimento subscrito por oito vereadores. Esta é a resposta a denúncia feita pelo Conselho Deliberativo do órgão. Denúncia idêntica foi feita ao Ministério Público. O fato mostra a o quão complicada está a vida do prefeito tucano Clésio Salvaro em Criciúma. A CPI do CriciúmaPrev deve esclarecer quatro pontos. O primeiro é a ausência de autorização para o parcelamento da dívida da prefeitura com o sistema. Outro item é a inexistência de valores na composição do débito apresentado à Câmara de Vereadores para o parcelamento. O terceiro é sobre o comportamento do presidente do sistema ao não denunciar o prefeito pelos atrasos nos repasses e o quarto e último é a falta de pagamento dos valores devidos ao CriciúmaPrev.

Dos oito vereadores que subscreveram o pedido de instalação de CPI do CriciúmaPrev, cinco são de origem atual ou antiga da base de governo: Júlio Kaminski e Dailto Feuser, ambos do PSDB mas com um pé fora. Júlio Colombo (PSB) em vias de ir para o PSDB. Zairo Casagrande, que já foi convidado a se retirar do PSD (partido do vice-prefeito) e Diego Goulart (DEM), que só está na Câmara por um recente movimento feito prefeito Clésio Salvaro.

O real e o…

O PSDB de Santa Catarina terá convenção no próximo dia 4 de maio. Até lá a direção vai “costurar” uma chapa de consenso. Pelo menos é o que foi anunciado ontem após reunião de setores da cúpula, na capital. Junto com outras siglas tidas como as grandes como PT e MDB, PP, e PSD o PSDB afundou nas últimas eleições. O PSDB afundou mais, pois reduziu em 50 por cento a sua bancada federal e sua bancada estadual e ainda perdeu dois senadores. Na chapa majoritária apoiou Napoleão Bernardes que hoje nem na sigla está mais.

Leia também »  Projeto de Moisés pode tirar recursos dos municípios, seguem as conversas no MDB, Carlito Merss deve voltar à política entre outros destaques

… Ilusório

Provavelmente por estas coisas que a política anda tão desacreditada. Ao analisar o cenário do PSDB, o ex-senador Dalírio Beber distribuiu através da sua assessoria um comentário em que assegura que o partido cresceu e ganhou capilaridade nos últimos anos. Mas como absorver um comentário deste tipo se os números indicam justo o inverso.

Deputada se complica

As últimas informações sobre a vida pregressa da deputada estadual Ana Capagnolo (PSL), reveladas pela exposição que a sua vida passou a ter depois que avançou nas diárias da Assembleia Legislativa para bancar viagens pelo Estado para lançar livro e fazer palestras, a colocam na beira do abismo da moralidade. Se comprovadas de sua autoria as publicações em conta com o seu nome no twitter, que apesar de antiga só foi desativada após as últimas polêmicas, ela não terá –ao meu ver – condições de encarar o plenário do parlamento catarinense. Agora ela já não é mais um problema para o seu partido ou o seu governo, mas também do parlamento.

Tá claro

Jornalista, o ex-candidato a governador pelo PSOL, Leonel Camasão, foi um dos que fez comentários contundentes sobre a história da deputada Ana Campagnolo no twitter, no que pode ser tratado como apologia ao uso de drogas ilícitas no país.

Mancha

A deputada Ana Capagnolo precisa ter o direito de contrapor as publicações que vem sendo feitas como sendo de sua autoria. Embora no Direito “caiba ao acusador o ônus da prova”, neste caso ela precisa apresentar logo sua defesa, pois o comportamento a ela atribuído é incompatível com o do papel de uma parlamentar.

Na marcha

Oito de 12 prefeitos da região da AMREC estão desde ontem em Brasília para a Marcha dos Prefeitos, maior evento municipalista do país. Começou ontem e vai até amanhã.

Atualizado em:
Projeto de Moisés pode tirar recursos dos municípios, seguem as conversas no MDB, Carlito Merss deve voltar à política entre outros destaques
A aprovação da reforma, Gean Loureiro se licenciará, Moisés passará para os municípios a competência da manutenção de rodovias estaduais entre outros destaques
Déficit de auditores fiscais pode afetar a economia de SC, gastos da Agronômica podem se tornar sigilosos, Reforma Administrativa será votada hoje entre outros destaques
Sem disputa no MDB catarinense