Prefeito de Blumenau sem pressa para definir futuro partidário

Alexandre Gonçalves

Alexandre Gonçalves

Sem partido desde dezembro, quando deixou o PSB por divergências com o comando nacional, o prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt, diz que não tem pressa para definir seu caminho partidário. Comunicou isso inclusive para Paulinho Bornhausen, ex-presidente estadual do PSB, que articula a construção do Podemos em Santa Catarina.

“Minha preocupação é trabalhar, fazer gestão. Não tenho pressa. A questão partidária definimos mais perto das eleições”, afirma Hildebrandt. Pela legislação eleitoral, o prazo limite é começo de abril do ano que vem, seis meses antes do pleito.

Brasao

Além da questão administrativa, Mário Hildebrandt sabe que neste momento a pressa é inimiga, pois o cenário político partidário é confuso e está totalmente aberto. Age com prudência para definir o melhor caminho em busca da reeleição.

Leia também »  Projeto de Moisés pode tirar recursos dos municípios, seguem as conversas no MDB, Carlito Merss deve voltar à política entre outros destaques
Atualizado em:
Projeto de Moisés pode tirar recursos dos municípios, seguem as conversas no MDB, Carlito Merss deve voltar à política entre outros destaques
A aprovação da reforma, Gean Loureiro se licenciará, Moisés passará para os municípios a competência da manutenção de rodovias estaduais entre outros destaques
Déficit de auditores fiscais pode afetar a economia de SC, gastos da Agronômica podem se tornar sigilosos, Reforma Administrativa será votada hoje entre outros destaques
Sem disputa no MDB catarinense