Ministro faz visita de “cortesia”

João Paulo Messer

João Paulo Messer

A visita do Ministro de Ciência e Tecnologia à Criciúma, nesta sexta-feira, até trouxe de volta os tempos em que fatos como este se transformam numa grande notícia. A região se mobilizou. A presença de Marcos Pontes teve na Universidade do Extremo Sul Catarinense a sua etapa prática de trabalho. Antes ele conheceu o projeto social do Bairro da Juventude e a SATC, agendas que parece tê-lo deixado encantado. Na UNESC ele se encontrou com cerca de duas dezenas de reitores de universidades comunitárias de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Ouviu reivindicações, mas não assumiu nenhum compromisso específico. Foi uma visita de cortesia. Antes de aterrissar em Criciúma o ministro se encontrou com o governador na capital do Estado.

Costa e Alba
CASAN
Brasao

Para quem esperava ouvir do ministro algo novo ou pelo menos uma direção do que a sua pasta tem por tornar prático nestes próximos meses saiu frustrado. Nem mesmo os compromissos locais tiveram maiores comentários.

OS PEDIDOS

Da UNESC o ministro ouviu três pedidos: o fomento (recursos) para implementação de um laboratório de práticas colaborativas e de inovação no Iparque; recursos para implantação do observatório sócio econômico e recursos para a instalação do Centro de Inovação Tecnológica.

VIDA DE DEPUTADO

 

Chamou atenção em meio ao grande número de pessoas que acompanharam a visita do ministro Marcos Pontes, a cena em que a esposa do deputado federal Daniel Freitas levou os dois filhos do parlamentar para ver o pai. Ele explicou que está há três semanas em Brasília e que a agenda em Criciúma permitiu um rápido contato com os filhos e a esposa.

 

APOSENTADORIAS

O Conselho Deliberativo do CriciúmaPrev pediu verificação das aposentadorias de valores mais altas. Existem vários casos na ordem de R$ 20 mil. Diante da negativa ao pedido conselheiros anunciaram que vão à Justiça. mais de 20 mil. O Augusto Altoff se negou a fazer.

Leia também »  Saída do Coronel Graff da Segurança Pública expõe mal-estar no setor

NOTIFICAÇÃO

A Câmara de Vereadores de Criciúma foi notificada nesta semana pelo Ministério Público, pedindo verificação de irregularidades na votação do projeto que autorizou o Executivo a parcelar o débito com o CriciúmaPrev.

DEBANDADA NO MDB

Os ajustes da mudança de partido foram encaminharas na tarde desta sexta-feira, mas legalmente é necessário esperar a “janela” – em março. Toninho da Imbralit, que estreiou no PP, de onde saiu no início da década passada, deixará o MDB para disputar a reeleição para vereador pelo PSD. A conversa aconteceu direto com o deputado estadual Júlio Garcia e testemunhada pelo deputado federal Ricardo Guidi e o vice-prefeito Ricardo Fabris.

SÓ O PRIMEIRO A pressa do vereador Toninho da Imbralit em acertar a transferência agora, embora efetivamente isso só vai ocorrer em março, acontece para guardar lugar. A inquietação se justificava com a intenção de muitos em mudar de partido.

SAINDO

Chamou atenção no grupo de Whatsapp do deputado Luiz Fernando Cardoso, Valmir, a saída de alguns líderes. Entre eles os vereadores Toninho da Imbralit e Tita Beloli.

ROMARIA

Impressiona a agenda do deputado Júlio Garcia, quando está em Criciúma. Forma fila de lideranças à porta do escritório que ele mantém para atender a base em edifício do centro da cidade.

JANELA

A manter-se o cenário de momento vai faltar espaço na janela por onde devem pular políticos com mandato no legislativo municipal. Previsões sugerem que a sala do MDB é a que mais deve esvaziar em Criciúma.

FABINHO Conhecido cabo eleitoral é fiel escudeiro de Acélio Casagrande, Fábio Vicente, o Fabinho é outro emedebista que está de malas prontas e de partida para o PSD. Ele tratou do assunto ontem. Confirmou que já recebeu o que ele chama de “aval do Acélio” para sair.

Atualizado em:
Gean Loureiro fala ao SC em Pauta, advogado da Alcatraz entre os presos da Operação Chabu, as alternativas de Moisés para o duodécimo entre outros destaques
Gean Loureiro concede coletiva neste momento e diz que sai mais forte politicamente
Operação Chabu: TRF4 informa detalhes das prisões de hoje
Gean Loureiro já está na Polícia Federal