Governo nega crise e Moisés convida Garcia para almoço, nomeações geram reclamações entre militares no Estado, Salvaro quer criar companhia de saneamento entre outros destaques

Marcelo Lula

Marcelo Lula

Receba pelo celular !!
 
Para receber via WhatsApp é só enviar uma mensagem pelo (49) 98504.8148.
 
PATROCINE ESTA COLUNA: (49) 985048148 / email: [email protected]

Destaque do Dia

Garcia vai almoçar com Moisés.

Integrantes do governo correram para negar que tenha havido qualquer insatisfação do governador, Carlos Moisés da Silva (PSL), em relação ao acordo na Assembleia Legislativa, conforme divulguei na tarde de ontem.

Fibratec – Água da Chuva

Inclusive, uma fonte informou que Moisés deve almoçar hoje com o presidente do parlamento, Júlio Garcia (PSD), para conversar sobre a proposta costurada pelos deputados estaduais, junto do secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli. Só que o encontro foi agendado somente ontem à tarde.

A questão é que sendo verdadeira, ou não a informação repassada ontem por uma fonte governista, de que houve uma insatisfação na Casa D’Agronômica, o fato é que o governo não pode entrar em conflito com o parlamento, principalmente por depender dos deputados para uma solução segura no caso dos decretos do ICMS.

Outra questão é a manutenção da unidade do governo, pois, imagine Moisés desautorizando Eli e o seu líder na Alesc, o deputado coronel Onir Mocellin (PSL), que participaram ativamente do acordo entre os líderes das bancadas na Assembleia. Veremos o que sairá do almoço de hoje.

ANUNCIE A SUA EMPRESA, OU, O SEU PRODUTO NA COLUNA. APOIE O NOSSO TRABALHO, ALÉM DE TER A SUA MARCA EM UMA DAS COLUNAS MAIS LIDAS DE SANTA CATARINA. LIGUE: (49) 985048148, OU ENVIE UM E-MAIL PARA: [email protected]

Recomendação do TCE

 O projeto enviado ontem pelo governador, Carlos Moisés da Silva (PSL), também atende a uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado, para que o Governo revogue todos os decretos de concessão de renúncias fiscais, sem a autorização da Assembleia Legislativa ou do Ministério Público. Moisés e sua equipe também se basearam no comprometimento do orçamento estadual, que neste ano apresenta uma previsão de déficit de R$ 2,5 bilhões. Segundo o governo, no ano passado as isenções chegaram aos R$ 5,8 bilhões, o que corresponde a 25% da Receita Estadual.

Insatisfação

Muitos militares estão insatisfeitos com o governo de Carlos Moisés da Silva (PSL). Há relatos de revoltas internas provocadas por uma suposta quebra de hierarquia, desmandos, falta de comando e até abuso de poder. Primeiro foram as denúncias de nepotismo, casos de militares da Polícia e dos Bombeiros e suas esposas, sem contar a promoção assinada por Moisés, de um coronel ao cargo de subcomandante geral do Corpo de Bombeiros, desagradando oficiais que já aguardavam uma chance há tempos. Uma fonte militar relatou que já foram mais de cinquenta saídas das corporações para ocupar cargos comissionados e gratificados, o que tem feito com que setores estratégicos estejam vazios. “Estão saindo para receber valores a mais, que distinguem a “peixada”, os protegidos dos demais militares”, relatou a fonte.

Diferença de ganho

A fonte militar informou que a reclamação da maioria dos integrantes da Polícia e dos Bombeiros, é que um sargento que trabalha 40 horas num quartel, tem uma remuneração bruta em média de R$ 6.388,83, enquanto que um sargento que cumpre as mesmas 40 horas semanais na Defesa Civil, recebe conforme o site da Transparência, uma remuneração bruta de R$ 11.514,21. Já um tenente assessor jurídico dos Bombeiros, recebe R$ 26.100,15, mensais, sendo que ele está substituindo um tenente coronel que está na Procuradoria Geral do Estado, ganhando gratificação por produtividade geral do Estado, inclusive, fazendo o serviço de estagiários de direito, recebendo uma remuneração bruta de R$ 26.432,50. Outro tenente está recebendo R$ 31.489,97 bruto. “Basta entrar no portal da Transparência e pesquisar”, disse a fonte.

Leia também »  Cancelamento da convenção do PSD tem o respaldo de uma resolução

Sem pessoal

Outro relato da fonte, é que há batalhões chamados fantasmas, pois, não existem fisicamente, não tem pessoal como o de ajuda humanitária e de comando e serviços, os quais, segundo relato, foram criados para gerar gratificação de comando. Também fui informado que há pelotões que garantem a vários oficiais, 5% a mais por um serviço que não acontece, ou, melhor, um efetivo que engloba dois militares. “Se os oficiais são comandantes, qual a justificativa para receberem mais por isso. Seus altos salários não bastam?”, questiona um militar.

Desagradou aos pilotos

Uma suposta criação de uma Escola de Aviação, onde teria sido nomeado o filho do comandante geral dos Bombeiros, desagradou aos pilotos. A fonte me disse que está sendo chamado de nepotismo. Onde há fumaça, há fogo, portanto, o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) precisa urgentemente apurar as denúncias, para resolver uma situação que poderá esquentar as coisas nos quarteis pelo estado, além de apurar supostas irregularidades que seriam incompatíveis com o discurso da nova política.

ANUNCIE A SUA EMPRESA, OU, O SEU PRODUTO NA COLUNA. APOIE O NOSSO TRABALHO, ALÉM DE TER A SUA MARCA EM UMA DAS COLUNAS MAIS LIDAS DE SANTA CATARINA. LIGUE: (49) 985048148, OU ENVIE UM E-MAIL PARA: [email protected]

Norte quer Tebaldi

Ontem lideranças do PSDB da região Norte e Nordeste do estado, se reuniram em Joinville. O evento serviu como convocação ao ex-deputado Marco Tebaldi, para que se candidate à presidência estadual do partido. Lideraram as falas o prefeito de Araquari, Clenilton Pereira, vereadores e presidentes municipais do PSDB. Todos destacaram o trabalho partidário de Tebaldi e dizem que não aceitarão uma outra definição, querem o ex-parlamentar no comando. O ex-senador e atual Secretário Especial da Casa Civil do Governo Federal, Paulo Bauer, veio de Brasília especialmente para o encontro. Ele afirmou que Tebaldi tem todos os atributos necessários para presidir o partido e, por isso é solidário e um incentivador da candidatura. Bauer fez um relato do recente histórico do partido em Santa Catarina e disse que é preciso olhar para os erros do passado para construir um futuro de acertos.

Tebaldi disse sim

Ao final do encontro, Marco Tebaldi disse que aceita o desafio, que é um soldado do partido e que entende que dará uma grande contribuição ao PSDB estadual. Ele destacou que é possível reconstruir o partido. “Eu acredito no PSDB, este grande partido já deu sua contribuição para com o país e terá um importante papel na construção de dias mais prósperos e felizes para a nossa gente”, finalizou Tebaldi. Resta saber, como reagirão o atual presidente, Marcos Vieira, e o suplente de senador, Beto Martins, que também deseja comandar o tucanato.

Troca de experiência

A mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Florianópolis, fez uma visita institucional ontem ao presidente da Assembleia Legislativa, Júlio Garcia (PSD). Os vereadores Roberto Katumi (PSD) que preside a Câmara, Fábio Braga (PTB) que é o 1° vice-presidente, Marcelo da Intendência (Progressistas) que é o 2° vice-presidente e Gabriel Meurer (PSB), 2° secretário, explicaram que a ideia era de estreitar os laços entre as duas casas legislativas. Eles também sugeriram ações de troca de experiência nas questões administrativas, e falaram sobre temas de melhoria na utilização dos recursos públicos e ações de transparência.

Leia também »  Prefeitura de Indaial faz intervenção no Hospital Beatriz Ramos

Discussão com a Casan

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro (PSDB), está discutindo com a Casan a manutenção do contrato, ou até mesmo a criação de uma empresa regional de águas e saneamento. Para continuar com a estatal, Salvaro quer 7% do lucro da empresa para o município, mais um desconto de 40% da taxa de esgoto. Por hora, ouviu como contraproposta o repasse de 5%. A situação deixou a Casan entre a cruz e a espada, já que se não conceder o aumento, perde Criciúma, um de seus municípios superavitários. Agora, se atender à reivindicação, terá que atender ao pedido de outros municípios que nada recebem. Um exemplo é a Câmara de Siderópolis município onde fica a barragem do Rio São Bento, que fornece água para a região carbonífera via Casan, que pediu ao prefeito, Hélio Roberto Cesa (MDB), que comece a cobrar um repasse. Já Nova Veneza que recebe 5%, já planeja pedir um aumento para 7%. Qual será a decisão?

Clésio tem força

Em reunião com os vereadores de Criciúma e prefeitos de cidades da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), o prefeito Clésio Salvaro (PSDB), que presidirá a entidade, explicou que já está concluindo um projeto de lei que será enviado à Câmara Municipal, criando uma autarquia para o abastecimento de água e tratamento de esgoto. A proposta de Salvaro é que os municípios da região sejam atendidos por Criciúma. Uma nova reunião está agendada para o próximo dia 14 as 15h na Prefeitura, com a presidente da Casan, Roberta Maas dos Anjos.

Casan em Chapecó

Ontem o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon (sem partido) e sua equipe, recebeu a visita da presidente da Casan, Roberta Maas dos Anjos. Eles conversaram sobre a Macroadutora do Rio Chapecozinho que até agora não saiu do papel. Roberta explicou que as licitações atrasaram o processo, mas, que já foi resolvida a questão. Resta agora, conversar com Brasília para saber se tem o recurso disponível para a obra. Pelo contrato, a estatal não repassa um percentual do lucro a Chapecó, mas, tem a obrigação de realizar melhorias na estrutura dos serviços, tanto, que a Macroadutora deve ficar pronta até 2022. Buligon me contou que estão sendo investidos R$ 15 milhões em esgoto no bairro Efapi. Vale destacar que a capital do Oeste também é superavitária.

ANUNCIE A SUA EMPRESA, OU, O SEU PRODUTO NA COLUNA. APOIE O NOSSO TRABALHO, ALÉM DE TER A SUA MARCA EM UMA DAS COLUNAS MAIS LIDAS DE SANTA CATARINA. LIGUE: (49) 985048148, OU ENVIE UM E-MAIL PARA: [email protected]

Reunião do PSL

Hoje por volta das 08h, na sede do PSL em Florianópolis, as lideranças do partido se reúnem. Após uma série de polêmicas, os pesselistas voltam a se encontrar para discutir a formação de executivas municipais, o PSL Mulher e Jovem. Também começam as definições visando as eleições municipais do próximo ano.

Elogios

Os deputados estaduais, Valdir Cobalchini (MDB), Vicente Caropreso (PSDB), Ricardo Alba (PSL) e Ana Paula da Silva, a Paulinha (PDT), agradeceram o apoio e elogiaram o atendimento feito pela Casa Civil, sobretudo do secretário Douglas Borba. Eles foram unânimes em afirmar que o secretário se mostra disponível em receber a demanda dos prefeitos e deputados, sendo um elo dentro do Governo do Estado. As manifestações dos deputados aconteceu durante reunião com o governador Carlos Moisés da Silva (PSL), e prefeitos da Amplanorte na tarde de ontem. Caropreso ao final do encontro, postou no Instagram um agradecimento a Moisés, que respondeu a postagem agradecendo ao parlamentar.

Leia também »  Militares disputam espaço no Governo, Amin afirma que terá convenção no PSD, indefinição para a presidência do MDB entre outros destaques

Absurdo

Ontem duas oficiais de Justiça saíram acompanhadas de um advogado para cumprir um mandado de reintegração de posse, expedido pela comarca de São Miguel do Oeste. Tratava-se de uma caminhonete. O empresário requerido pediu para fazer uma ligação para a pessoa que vendeu o carro a ele. Segundo o Boletim de Ocorrência, cerca de cinco minutos depois chegaram dois homens. Um deles entrou na caminhonete e a oficial de Justiça informou que se fugisse com o carro estaria cometendo um crime. Ele engatou a marcha ré e, como a porta estava aberta, atingiu a oficial e acabou a arrastando por cerca de um metro. A porta do caroneiro também estava aberta em virtude do trabalho de outra oficial de Justiça, que foi empurrada por um terceiro homem a fim de facilitar a fuga com o veículo. Na saída ainda ameaçaram o autor do processo que acompanha o trabalho. A Polícia Militar foi chamada e o empresário reafirmou, através da esposa e do advogado dele, que não entregará o carro. O veículo não foi mais localizado. A oficial se machucou mas passa bem.

ANUNCIE A SUA EMPRESA, OU, O SEU PRODUTO NA COLUNA. APOIE O NOSSO TRABALHO, ALÉM DE TER A SUA MARCA EM UMA DAS COLUNAS MAIS LIDAS DE SANTA CATARINA. LIGUE: (49) 985048148, OU ENVIE UM E-MAIL PARA: [email protected]

Aurora 50 anos

Participei ontem à noite do lançamento da programação festiva do cinquentenário da Coopercentral Aurora. O mais interessante é que a agenda envolve não somente os colaboradores, mas, também a comunidade, o que já é uma característica do cooperativismo. Como bem falou o vice-presidente, Neivor Canton, as pessoas estão em primeiro lugar, o que faz com que a Aurora distribua renda na região a quem produz, inclusive, organizando o setor produtivo. Por sua vez, a presidente da Fundação Aury Bodanese, Isabel Machado, destacou a importância da valorização dos cooperados e dos trabalhadores que serão homenageados durante o ano.

Exportação de leite

 Há poucos dias a Coopercentral Aurora conquistou mais um mercado, que é o sul coreano para a venda de carne de frango. Agora, segundo o vice-presidente, Neivor Canton, a agroindústria foca na exportação de leite. O objetivo é entrar com força em outros mercados.

Saúde em Joinville

 De acordo com a Secretaria da Saúde de Joinville, o município expandiu os atendimentos pelo programa Estratégia Saúde da Família de 52% em 2017, para 71% no ano passado. Outro dado é que passou de 86 equipes para 118. O maior crescimento teria acontecido na região Sul da cidade, que hoje tem 50 equipes.

Dia da Mulher

Parabéns a você mulher. Hoje é o dia em que celebramos a sua importância e reivindicamos mais proteção aos seus direitos. Que a nossa sociedade aprenda que todos os dias deve ser considerado das mulheres. Que a sociedade entenda que precisa sim, se envolver sempre que souber ou flagrar uma situação em que uma mulher é agredida, seja física ou verbalmente.

 
Para receber via WhatsApp é só enviar uma mensagem pelo (49) 98504.8148.
 
PATROCINE ESTA COLUNA: (49) 985048148 / email: [email protected]
 

Atualizado em:
Krelling ganha força para presidir o MDB catarinense
Cancelamento da convenção do PSD tem o respaldo de uma resolução
Prefeitura de Indaial faz intervenção no Hospital Beatriz Ramos
Militares disputam espaço no Governo, Amin afirma que terá convenção no PSD, indefinição para a presidência do MDB entre outros destaques