...
Jair Bolsonaro João Rodrigues Lula PL Traição Valdemar da Costa Neto

João Rodrigues acusa o presidente nacional do PL de ter traído Bolsonaro

O prefeito de Chapecó, João Rodrigues (PSD), recebeu lideranças de seu partido para um almoço em sua residência de veraneio em Itapema. O encontro, que foi organizado por Rodrigues e pelo presidente estadual dos pessedistas, Eron Giordani, contou com a participação de mais de 30 prefeitos, além de deputados e outras lideranças.

Rodrigues fez um discurso aos presentes, no qual aproveitou para criticar o presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto, por ter elogiado o presidente Lula (PT) em uma entrevista. “O Valdemar da Costa Neto dar uma declaração para a imprensa elogiando o Lula é um ataque frontal ao maior aliado dele, que foi o presidente Jair Bolsonaro. Quem elegeu a maior bancada da Câmara e do Senado foi Jair Bolsonaro, e agora o senhor Valdemar da Costa Neto faz essa traição, por isso não é um número que define a liderança. É a pessoa. Eu sempre fui Bolsonaro e não precisei mudar de partido”, afirmou Rodrigues.

Durante a semana, um vídeo com a entrevista do presidente do PL nacional viralizou na internet. Valdemar fez fortes elogios a Lula, a quem se referiu como uma liderança popular. Jair Bolsonaro não gostou da entrevista e chamou a declaração de absurda, afirmando que ela implode o partido. (Segue após o anúncio)

O tom forte dado por Rodrigues foi aplaudido pelos presentes. “Aproveitamos a oportunidade do João, que é uma grande liderança do nosso estado, para marcar esse encontro. Foi um encontro de última hora, aqui no litoral. Estamos trabalhando, mesmo em período de férias, e por isso vamos anunciar nas próximas semanas a filiação de mais dois prefeitos e cinco vices”, ressaltou Eron Giordani.

Estiveram presentes os deputados federais Ismael dos Santos, Darci de Matos e Ricardo Guidi, os deputados estaduais Júlio Garcia, Mario Motta, Ana Paula da Silva, a Paulinha (Podemos) e Napoleão Bernardes, e mais de 30 prefeitos, entre eles Clésio Salvaro, Orvino de Ávila e Topázio Neto.