...
Alesc áudio Carlos Humberto Silva Carlos Moisés da Silva Fabrício de Oliveira Gean Loureiro Genésio Anton Ivan Naatz Jorginho Mello Mário Hildebrand Marquito Prefeito de São João do Oeste PT Rubens Spernau

(Áudio) Prefeito tira fotos com Moisés de rede social com medo de perder recursos do Estado; Expectativa em BC; Grupo deixa o PT de Florianópolis entre outros destaques

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta

Faça parte do novo grupo do SCemPauta no WhatsApp. Não será aberto aos debates, será apenas para o envio das informações que divulgamos. Clique no link para acessar!! Qualquer problema, favor entrar em contato via WhatsApp: 49985048148

A coluna teve acesso, com exclusividade, a um áudio no qual o prefeito de São João do Oeste, pequeno município do Extremo-Oeste catarinense, pede a uma assessora para tirar as fotos da conta da prefeitura no Facebook, em que ele aparece ao lado do ex-governador Carlos Moisés da Silva (Republicanos).

Na mensagem enviada para uma pessoa chamada Simone, o prefeito Genésio Anton (PL) diz que recebeu uma ligação com o pedido para que retire as fotos. “Oi Simone. O ‘Coro’ me ligou agora e me cobrou que tem muita postagem de foto do Moisés no perfil da prefeitura. Tu pega e apaga tudo. Estão cobrando o ‘Coro’ lá em Florianópolis, isso aí. Por isso, pode não sair o dinheiro em relação a isso, tá bom?”, disse o prefeito. Ele completa pedindo a Simone que deixe as postagens armazenadas.

Simone é a assessora de imprensa da Prefeitura de São João do Oeste. Tentei contato com ela, mas se negou a conversar comigo sobre o assunto. Também procurei Anton, mas a única resposta que me deu é que estava em reunião. Não aceitou conversar.

Quanto ao “Coro”, mencionado no áudio, é um servidor nomeado na Secretaria de Estado da Casa Civil, conforme informou uma liderança filiada ao PL. Ex-vereador do município de São Carlos, também localizado no Oeste, Luiz Signori é conhecido como “Couro Curto”. Ele foi assessor do hoje governador na época em que Jorginho Mello (PL) era filiado ao PSDB. Ele não quis se manifestar sobre o assunto. A assessoria do Governo do Estado também não.

Vale destacar que em nenhum momento, nem no áudio, tampouco com as fontes que consultei, o nome do governador foi citado como se tivesse mandado o prefeito deletar a postagem, ou soubesse do assunto. Já quanto aos recursos, são valores que Genésio Anton aguarda que o Estado libere para o seu município.

Ouça o áudio:

Apoio de Gean

Tem quem diga que o ex-prefeito Gean Loureiro (UB) poderia apoiar o ex-senador Dário Berger (PSB) na eleição municipal de Florianópolis. Inclusive, Berger se interessou em ir até a Austrália conversar com Gean, que estava na Oceania para estudar o idioma inglês. Acontece que é um cenário impossível. O prefeito Topázio Neto (PSD) está concluindo um mandato que começou com Gean no comando da prefeitura. Como Loureiro se uniria a um projeto de oposição para combater uma gestão da qual ele fez parte?

Grupo deixa o PT

O PT de Florianópolis perdeu mais de 30 filiados, que, liderados pelo ex-candidato a governador, Rogério Portanova, se desfiliaram neste final de semana. O grupo diz não concordar com a maneira que o PT encaminha as eleições municipais, a qual, segundo eles, não tem diálogo e nem debate. Também criticam o que chamam de “candidatura silenciosa” do ex-vereador Lela e consideram injusta a forma como o ex-vereador Lino Peres tem sido tratado.

PSOL, o caminho?

O destino político do grupo será anunciado em breve. O que chamou a atenção é que Rogério Portanova esteve ontem na festa de aniversário do deputado estadual Marcos Abreu, o Marquito (PSOL), que é pré-candidato a prefeito de Florianópolis. O movimento indica que esse pode ser o futuro do grupo que deixa o PT. Os petistas insistem em lançar um candidato, mas enfrentam o assédio dos psolistas que desejam construir uma união da esquerda. Em relação à força dos partidos, vale lembrar que os petistas têm apenas uma cadeira na Câmara de Vereadores, enquanto o PSOL tem três.

Expectativa em BC

Qual será a reação do deputado estadual Carlos Humberto Silva (PL) em relação aos movimentos do prefeito de Balneário Camboriú Fabrício Oliveira, em sua volta da Europa? Além da troca no comando da Polícia Militar, situação que irritou o parlamentar, também tem a filiação do ex-prefeito Rubens Spernau. Tem quem diga que Humberto teria falado que não disputaria espaço com Spernau, que foi levado ao PL por Fabrício para ser o candidato dos liberais. Se o ex-prefeito quiser disputar, o deputado desistirá de seu projeto eleitoral?

Derrota?

Após os movimentos que fez em prol de sua candidatura a prefeito de Balneário Camboriú, o deputado estadual Carlos Humberto Silva (PL) não poderá desistir facilmente da disputa, sob o risco de deixar uma visão de derrota para o prefeito Fabrício Oliveira (PL), que declaradamente não o quer como candidato. Silva conseguiu até o apoio da bancada do PL na Assembleia Legislativa e, a princípio, por ser deputado, teria a preferência. Mas a cartada de Fabrício foi forte, ao ponto de deixar uma dúvida no ar sobre a continuidade do projeto eleitoral de Silva. Se o deputado declinar, Fabrício sairá como vencedor da queda de braço, e o deputado sabe disso.

Naatz quer barrar

Com o objetivo de barrar qualquer possibilidade de o prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt (Podemos), e a vice-prefeita Maria Regina Soar (PSDB) se filiarem ao PL, o deputado estadual Ivan Naatz (PL) se colocou como pré-candidato a prefeito. Definitivamente, Naatz não aceita as filiações. Na verdade, o projeto de Naatz é outro, tanto que ele tem na atual secretária adjunta de Estado da Educação, Patrícia Luerdes, como o nome preferencial. Agora, se ela não aceitar, é provável que Naatz até aceite ir para a disputa. Tudo isso, para não ter Hildebrandt e Soar em seu partido.

Esvaziado

Lideranças afirmam que o deputado estadual Sérgio Motta teria sido esvaziado no Republicanos. Perdeu o controle estadual do partido para o ex-governador Carlos Moisés da Silva e não tem conseguido articular os rumos do Republicanos.

Subsídio na Passagem

O prefeito de São José, Orvino de Ávila (PSD), enviou à Câmara de Vereadores um Projeto de Lei para dar permissão ao executivo subsidiar a passagem de ônibus da cidade. O valor será de até R$ 1,2 milhão por mês. Segundo Orvino, o objetivo é baixar o valor das tarifas e garantir passagens gratuitas em determinadas datas. “O transporte público de São José é um sistema complexo porque envolve outras cidades da Grande Florianópolis. Mas precisamos fazer algo”, disse. Para o prefeito, incentivar o uso do transporte público também é uma forma de melhorar a mobilidade. O Projeto de Lei será votado na Câmara. Se aprovado, será sancionado pelo prefeito.

Leia os nossos colunistas

Coluna do Paulo Gouvêa – “Falta grandeza ao presidente do Brasil”

Coluna do Noel Baratieri – “Um novo marco legal na doação de órgãos para transplante”

Faça parte do grupo do SCemPauta no WhatsApp. Não será aberto aos debates, será apenas para o envio das informações que divulgamos. Clique no link para acessar!! Qualquer problema, favor entrar em contato via WhatsApp: 49985048148

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta