...

Denúncia em Gaspar; Horn e tudo pela indicação no TRE; Chiodini visita as bases do MDB entre outros destaques

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta

Faça parte do grupo do SCemPauta no WhatsApp. Não será aberto aos debates, será apenas para o envio das informações que divulgamos. Clique no link para acessar!! Qualquer problema favor entrar em contato via WhatsApp: 49985048148

Coluna em áudio

Áudios vazados de supostas conversas atribuídas ao agora ex-secretário da Fazenda de Gaspar, Jorge Purcino Pereira, com uma pessoa não identificada, já estão nas mãos do Ministério Público. Pereira pediu exoneração do cargo na semana passada logo após o vazamento. A alegação usada para a saída não foram os áudios, mas, uma suposta ameaça, a qual também teria sido endereçada à sua família.

Homem de confiança do prefeito, Kleber Wan-Dall (MDB), Jorge é considerado pela imprensa de Gaspar como uma pessoa discreta, que concedia poucas entrevistas, que aparecia em poucos eventos e dificilmente em fotos. De acordo com o jornal local, o Metas, ele tinha uma forte atuação nos bastidores e um total conhecimento do que acontecia dentro do governo.

Ao todo são três áudios, os quais, repito, foram atribuídos ao ex-secretário. A comprovação da veracidade, ou não, será anunciada pelo MP após análise do material. Para o momento, o que se pode destacar é que, apesar de que os diálogos pareçam comprometedores, é possível notar que partes das conversas foram cortadas, ou aceleradas. Em um trecho, a voz atribuída a Jorge diz: “Porque lá na rua José Rafael a gente tinha feito um pacote lá, lembra que eu comentei que era diferente? Lá na Rua José Rafael eles tinham que dar a metade do valor. Então tá bom, um milhão e meio, um milhão e oitocentos”, neste momento é ouvido um som como se o áudio tivesse sido acelerado e volta com a seguinte fala: “Então o que nós estamos fazendo. A gente paga isso e eles nos devolvem. Aí hoje eu chamei eles…

Em outro trecho ele diz: Oh J… só tu vai lá, tu acha que tu diz o que acha do “Pacote”. Se tu achar que não dá ok, nós vamos licitar e ganha quem quiser ali”. O áudio pula para outra parte, onde é dito: “Oh J…, na boa. Vocês não participam mais aqui. Cês querem isso? Oh, tu sabe que lá em Blumenau eu te ajudei. Lá em Blumenau eles queriam te f…a vida”, o interlocutor interrompe e questiona: “Por causa dessas coisas, né?”, e o então secretário supostamente segue relatando a conversa com o J…: “É por causa disso. Tu falou aqui, eu fui lá e fiz várias conversas pra vocês. Ajudei vocês lá sem intenção. Vocês não estão olhando essas coisas. O teu pai não tá olhando isso não”, neste momento não é possível entender. Ele completa: “A missão tá contigo, fico aguardando, só que eu pensei: a gente precisa dar porque, por exemplo, assim, aí por isso que o Kleber tá f…porque cara, acaba!”.  

Tentei contato com o ex-secretário, mas ele ainda não respondeu. Conversei com o prefeito, Kleber Wan-Dall, que se disse surpreso. Ele destaca que os áudios são editados e que não sabe quando foram feitos. “Eu não tenho problema nenhum em dar esclarecimento, explicações. A gente tem melhorado muito essa questão de gestão, transparência, nós fomos o primeiro município do Brasil a aderir ao programa MEG do Ministério da Economia, Modelo de Excelência e Gestão por uma série de iniciativas independentemente do programa”, afirmou.

Questionado se levou os áudios ao Ministério Público e à polícia para que apurem a veracidade, ele respondeu que é necessário contratar uma perícia para saber o que tem de original ou não. Voltei a perguntar se levará e o prefeito me disse: “A minha fala é com base naquilo que a gente tem conversado. Eu não sei exatamente, a Prefeitura de Gaspar tem 12 secretarias. Então, é evidente que eu não tenho como acompanhar o que cada secretário faz e o que fala nas reuniões, ipsis litteris, no seu dia a dia. É uma possibilidade, não tenha dúvida disso, a gente elucidar e esclarecer e continuar o trabalho por aqui”, falou.

CPI em Gaspar

Os 12 vereadores de Gaspar assinaram um pedido de abertura de CPI para apurar o conteúdo dos áudios atribuídos ao ex-secretário de Fazenda e Gestão Administrativa, Jorge Pereira. O documento será votado amanhã. Se for aprovada a abertura, cinco vereadores serão escolhidos de acordo com a proporcionalidade por partido. O que chamou a atenção é que, até mesmo os vereadores de situação, assinaram o pedido de abertura. De acordo com o vereador, Roberto Procópio (PDT), a decisão de instaurar a CPI se deu pelo fato de que nos áudios são mencionadas supostas obras no município. 

Tudo pela vaga?

O atual vice-presidente da OAB nacional, o catarinense Rafael Horn, que foi eleito em fevereiro de 2022 junto com Alberto Simonetti para comandar uma das principais entidades de classe do país, durante o governo de Jair Bolsonaro (PL), adotou o pragmatismo, após a mudança de governo. Natural de um estado com profundas raízes no bolsonarismo, Horn trabalha intensamente nos bastidores do governo petista de Luiz Inácio Lula da Silva, para que o primo Ítalo Augusto Mosimann seja nomeado para compor o pleno do TRE catarinense, na vaga destinada aos membros da advocacia. É dito nos bastidores que Horn tenta esconder sua proximidade com o governo Bolsonaro, pois, agora busca se aproximar do governo petista para ter sucesso na indicação.

Coordenadorias do MDB

Após roteiro no Sul do Estado realizado na última semana, o presidente do MDB de Santa Catarina, deputado federal Carlos Chiodini, visitará as coordenadorias regionais do partido na Serra, Meio-Oeste, Oeste e Extremo-Oeste. A agenda iniciou ontem em São Joaquim. “Estamos realizando diversos encontros, queremos visitar as 36 coordenadorias do MDB em todo o Estado. Nosso partido continua sendo o maior de Santa Catarina, presente em todos os municípios, com quase cem prefeitos e mais de 187 mil filiados somente no Estado. Por isso, é importante ouvir as bases e construir o planejamento estratégico das próximas eleições”, destacou Chiodini.

Taxação

A Secretaria de Estado da Fazenda estuda a possibilidade de taxar as “marketplace”, ou seja, os shoppings virtuais. Há tempos empresários do ramo varejista reclamam da concorrência desleal, pois, as empresas de venda online não pagam impostos e concorrem diretamente com lojas físicas. Se por um lado, as pessoas passarão a pagar um pouco mais caro ao adquirir produtos na internet, por outro, o Estado arrecadará mais através do ICMS, resultando em mais dinheiro para custear os serviços públicos, além de criar uma proteção às empresas que atuam com lojas físicas e que geram inúmeros empregos. O Governo Federal também pensa na taxação para aumentar a arrecadação.

Adepol

A Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Santa Catarina (ADEPOL-SC), elegeu seus novos diretores executivos. O delegado John Vieira foi eleito presidente, tendo Gustavo Kremer como vice. Eles serão empossados no próximo dia 29 em evento no Majestic Palace Hotel, em Florianópolis. O delegado John Vieira é especialista em terrorismo praticado por indivíduos autorradicalizados. Nos últimos três anos foi coordenador-geral de Operações e Recursos Especiais (CORE).

Golpe no Detran

Após informações repassadas pela Diretoria de Tecnologia e Inovação do Departamento Estadual de Trânsito de Santa Catarina (DETRAN), dando conta de um suposto site falso, criado para aplicação de golpes em contribuintes que fizessem o pagamento do IPVA/2023, a equipe do CyberGAECO, juntamente ao núcleo técnico do DETRAN e do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (CIASC), rapidamente interveio para derrubar o acesso ao falso site utilizado para a prática criminosa. Não há informação se houve danos aos contribuintes.

Defesa Animal

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa aceitou requerimento do deputado, Ivan Naatz (PL), propondo a criação de uma nova comissão permanente na Casa, a de Defesa e Bem-Estar Animal. A proposta vai à análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Se aprovada, volta ao plenário para aprovação final. O parlamentar argumentou que apesar do atual estreitamento das relações humano-animais, constata-se, ao mesmo tempo, um aumento considerável dos casos de maus tratos e abandono. A população tem cobrado leis mais rígidas contra os criminosos.

Confira os nossos colunistas

Hoje a coluna do Paulo Gouvêa aborda a busca dos prefeitos pelos recursos do Plano Mil.

Faça parte do grupo do SCemPauta no WhatsApp. Não será aberto aos debates, será apenas para o envio das informações que divulgamos. Clique no link para acessar!! Qualquer problema favor entrar em contato via WhatsApp: 49985048148

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta