...
Alesc Antídio Lunelli Carlos Moisés da Silva Celso Maldaner Eleições 2022 Governo do Estado MDB

Manifestação de Maldaner revela o seu arrependimento por ter apoiado aliança com Moisés

Maldaner postou essa foto com Antídio nas redes sociais

O presidente estadual do MDB, deputado Celso Maldaner, se manifestou há quase uma hora sobre a sua decisão de cancelar a reunião do diretório estadual, agendada para a próxima segunda-feira (13) no hotel Cambirela em Florianópolis. Maldaner disse que atendeu a um pedido feito pelo pré-candidato ao Governo do Estado, Antídio Lunelli, do presidente da Assembleia Legislativa Moacir Sopelsa e do líder da bancada, Valdir Cobalchini.

O que chamou a atenção, foi que Maldaner deixou as claras o que lideranças emedebistas já afirmavam nos bastidores. Ele está arrependido de ter anunciado em Maravilha, que o partido iria todo com o governador Carlos Moisés da Silva (Republicanos). “Por acreditar, estar convencido e amparado por pesquisas que o perfil do nosso pré-candidato Lunelli é o que o MDB precisa e a sociedade catarinense aprova como gestor é que sigo convicto que o melhor caminho para o nosso MDB é a candidatura própria, mas respeito o que o nosso pré-candidato decidir”, escreveu.

Ao final Maldaner ainda escreve: “Lunelli tem autonomia para decidir desde que seu nome foi homologado, desde que renunciou a prefeitura de Jaraguá do Sul para abraçar a candidatura ao governo de Santa Catarina pelo MDB”.

A manifestação do líder emedebista deixa claro o que já escrevi: que se Antídio Lunelli manter a pré-candidatura, um possível apoio a Moisés terá que ser avaliado na convenção, junto com a tese de candidatura própria.