...
Alesc Carlos Moisés da Silva Carlos Siqueira Clésio Salvaro Dário Berger Décio Lima Fabrício Oliveira Gean Loureiro Gelson Merisio Geovânia de Sá Jair Bolsonaro Leonel Pavan Luiz Inácio Lula da Silva Lula Ricardo Roesler

Apoio a Dário é contestado dentro do PT; Gean pode ter Moro em seu partido; PSDB está liberado para encontrar candidato viável, entre outros destaques

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Base petista quer Décio Lima na cabeça

O senador Dário Berger (MDB) se reúne hoje no início da tarde em Brasília, com a cúpula nacional do PSB. Farão mais uma rodada de conversa sobre a já novelesca filiação do ainda emedebista. Estarão no encontro o presidente Carlos Siqueira e o vice Márcio França. A expectativa de lideranças pessebistas no estado, é que Dário volte com uma decisão tomada, inclusive, sobre a data de filiação. Já há uma certa insatisfação com a demora.

Por outro lado, em uma conversa com uma fonte do PT estadual, percebi que os problemas entre PSB e PT não ficarão apenas em outros estados, a exemplo de São Paulo. “Quem é o Dário? Dário é um senador que tem problema no MDB e, mesmo assim, continua”, disse a fonte.

Questionei se os petistas não se preocupam com a possibilidade de não contar com o PSB, por não aceitarem abrir mão em alguns estados. A resposta veio em forma de pergunta. “Por qual motivo teria que apoiar o Dário? ”, questionou.

O fato é que ao mesmo tempo em que admite que a prioridade é a eleição do ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o que faria ser natural uma composição com outros partidos, para fortalecer o palanque, o PT se coloca numa posição de intransigência em relação a cabeça de chapa em alguns estados. A fonte que conversei, por exemplo, acredita que o pré-candidato petista em Santa Catarina, Décio Lima, já tenha, no mínimo, 13% nas pesquisas. “O melhor palanque para o Lula é o Décio, que tem o recall de 2018”, afirmou.

Por fim, a fonte também desdenhou da possibilidade de Dário Berger ser o vice de Lula. “Hoje o PSB não tem nome. O Alckmin deve ir para o PSD. O Dário não é cogitado para ser vice, isso não existe”, afirmou o petista.

Presidente da Cidasc

O presidente da Cidasc e ex-prefeito de São José do Cedro, Plínio de Castro, segue internado no Hospital Regional de Chapecó. Ele está sedado e segue na UTI. O boletim assinado pelo médico, Clézio Onuki Castro, de ontem à noite, diz que Plínio sofreu um AVC após a ruptura de um aneurisma cerebral. O procedimento cirúrgico foi considerado como bem sucedido e que, ele se encontra em estado grave, porém, estável. Uma fonte próxima a família relatou que Plínio apresentou uma boa evolução nas últimas horas.

Pergunta indigesta?

Integrantes da bancada estadual do MDB entendem que o partido tem que disputar a eleição ao lado do governador, Carlos Moisés da Silva (sem partido). Até aí, nenhuma novidade. Agora, o que me chamou a atenção foi a seguinte pergunta: “Se não dá para construir com o Moisés, com quem a gente vai construir? ”, questionou um parlamentar. O entendimento é que ser vice de um governador que busca a reeleição, é mais fácil de explicar, do que ser o vice de outro candidato. Já fora da bancada conforme escrevi na coluna de ontem, também tem lideranças que desejam estar com Moisés, porém, não querem nem ouvir falar de apoiá-lo estando no Avante.  

Fabrício e Tramontin no Jogo

Hoje eu entrevisto o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira (Podemos). Falaremos sobre o racha em seu partido e sua pré-candidatura ao Governo do Estado. No segundo bloco será a vez do pré-candidato a governador, Odair Tramontin. O programa O Jogo do Poder nas rádios Jovem Pan News de Florianópolis 103,3 FM, e Jovem Pan News de Criciúma 101,5 FM, terá início às 16h. Nos ouça pelo rádio, ou assista na Panflix, ou através do perfil Jovem Pan Floripa no Youtube.

Moro e a UB

O prefeito de Florianópolis Gean Loureiro (União Brasil) poderá ter no ex-juiz, Sérgio Moro, o seu candidato à Presidência da República. O fato é que a União Brasil deseja filiar Moro, para que ele dispute pelo partido, porém, o ex-ministro ainda não foi convencido. Ele entende que não seria bem vista uma mudança repentina de partido, já que se filiou ao Podemos no ano passado. Em falar no Podemos, o partido não perderia nada. Tem quem fale na possibilidade da presidente nacional, Renata Abreu, ser a vice de Moro, caso ele vá para a UB. Gean acompanha de perto as movimentações.

Corpo a corpo

O prefeito de Florianópolis Gean Loureiro (União Brasil) está indo às ruas encontrar as pessoas. Seja fazendo campanha pela vacinação, ou para incentivar o uso do transporte público que, terá uma tarifa R$ 1,00 mais barata fora do horário de pico, lá está Loureiro, panfletando, comendo coxinha e conversando com as pessoas. Como é um período pré-eleitoral, esse contato com os eleitores serve para saber como está sendo avaliado.

E o PSDB?

Ontem a deputada federal, Geovânia de Sá, se licenciou da presidência estadual do PSDB. Ela não reassumirá, pois, quando encerrar o mandato tampão do prefeito de Concórdia, Rogério Pacheco, haverá uma nova eleição. O fato é que o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, é o provável, futuro novo presidente estadual dos tucanos.

Merisio liberou

Gelson Merisio liberou o PSDB para achar um nome viável ao Governo do Estado. Em viagem à Paris, Merisio não participou da reunião de ontem, mas já deixou claro o seu sentimento. Pelo cenário que vive o partido, ou Vinícius Lummertz consegue emplacar, ou veremos os tucanos apoiando uma candidatura de outro partido.

Os projetos de Pavan

O ex-governador, Leonel Pavan (PSDB), quer disputar em 2024 a Prefeitura de Camboriú. Ao mesmo tempo, a ideia é lançar no mesmo ano a sua filha, Juliana Pavan (PSDB), para a Prefeitura de Balneário Camboriú. Atualmente Juliana é vereadora em primeiro mandato.

Perda de recurso

O Ministério da Infraestrutura respondeu a uma moção da Câmara de Vereadores de Blumenau, motivada pela retirada de R$ 25 milhões do orçamento, para as obras na BR-470. Somado a BR-163, os cortes chegam aos R$ 40 milhões. De acordo com o ministério, há restrições orçamentárias que tem prejudicado as obras do DNIT. O fato é que o orçamento para a infraestrutura do país para este ano, é a menor em uma década, o que reforça a possibilidade de que esse valor não seja redirecionado para Santa Catarina.  

Vereadores progressistas

O vereador da capital, Afrânio Boppré (PSOL), recebeu ontem a visita do vereador de Balneário Camboriú, Eduardo Zanatta (PDT). Na pauta, os desafios em comum entre as duas cidades, como a revisão dos planos diretores, e a união dos partidos de esquerda nas eleições de 2022 em Santa Catarina, que eles consideram necessária. Afrânio e Zanatta se comprometeram em articular um fórum de vereadores e vereadoras, filiados a partidos de esquerda e centro esquerda, para compartilhar experiências de iniciativas legislativa como projetos de lei e frentes parlamentares, promovendo uma atuação conjunta em diferentes Câmaras Municipais de Santa Catarina. Outros vereadores como Giovana Mondardo (PCdoB), de Criciúma; Jean Ricardo (PSB), de Garopaba e Ana Lúcia (PT), de Joinville, também participam de diálogos sobre a formação do grupo.

Reuniões do PL

Depois de iniciar por Gaspar e Timbó, prossegue hoje em Pomerode, os encontros pré-eleitorais do PL, organizados pelo deputado Ivan Naatz, líder da bancada do liberal na Assembleia Legislativa e, coordenador da pré-campanha eleitoral do partido no Vale do Itajaí. O calendário de reuniões e articulações internas preparativas envolve 11 municípios da região e seguem até o dia 1º de fevereiro. Estão previstas reuniões ainda nos municípios de Ascurra (20), Apíuna (21), Rodeio (22), Blumenau (25), Massaranduba (26) Luiz Alves (27), Ilhota (28) e Indaial (01-02).

Entrevistas de ontem

Ontem eu entrevistei no programa O Jogo do Poder na Jovem Pan News de Florianópolis 103,3 FM, e de Criciúma 101,5 FM, a deputada federal, Geovânia de Sá (PSDB), e o ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni. Assista:

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta