...
ACM Neto Alesc Carlos Moisés da Silva Dário Berger DEM Fábio Schiochet Fabrício Oliveira Filiação de Bolsonaro Gean Loureiro Jair Bolsonaro João Rodrigues Jorginho Mello Luciano Bivar PL Podemos PSL Raimundo Colombo União Brasil 44 Valdemar Costa Neto

Tamanho da UB pode enfraquecer o projeto de Gean ao Governo; DEM pode sofrer com debandada; De Nadal na Pan News entre outros destaques

Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!   Instagram: @scempauta   Twitter:  @scempauta   https://www.facebook.com/scempauta  

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Conforme antecipei em primeira mão o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, desembarca amanhã no aeroporto Hercílio Luz em Florianópolis, acompanhado de seu vice-presidente nacional, Antônio Rueda. Já o presidente nacional do Democratas, ACM Neto, que também está sendo aguardado, teria informado em Brasília que não virá. A situação gerou um constrangimento, pois, segundo fontes, uma possível não vinda de ACM seria um desprestigio ao prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, que preside os demistas em Santa Catarina.

Mas pelo visto, não é só a possível não vinda de ACM Neto que, poderá mostrar que o caminho de Loureiro, não está sendo fácil. Há outras razões para entender que o projeto eleitoral do prefeito que, há tempos sofre, por ter se tornado maior do que o seu diminuto partido, poderá bater na trave, caso ele não reavalie o seu rumo.

Se por um lado, é inegável que a União Brasil nascerá como o maior partido do país, por outro, o mesmo não acontece em Santa Catarina. Para ter uma ideia, o novo partido deve nascer com 7 prefeitos do Democratas e 13 do PSL. No DEM, a insatisfação é tão grande que poderá resultar numa debandada geral que, se confirmar, enfraquecerá de vez as pretensões de Loureiro. No PSL também já tem prefeitos se desfiliando, por não aceitarem a fusão devido a questões paroquiais. A UB ainda deverá perder vices e vereadores de ambos os partidos, quando houver a sua homologação e abrir o período para os detentores de mandato que não concordam com a fusão, se desfiliar sem perder o mandato.  

O fato é que a saída não vai parar nos prefeitos. Dos 10 deputados eleitos pelo PSL, sendo 6 estaduais e 4 federais, somente Ricardo Alba que disputará uma vaga à Câmara dos Deputados, e Fábio Schiochet, que disputará a reeleição, ficarão na UB.  Dos que sairão, os federais Daniel Freitas e Caroline de Toni com a confirmação da ida do presidente da República, Jair Bolsonaro, para o PL, já anunciaram nas internas que também assinarão a filiação. Coronel Armando está próximo do Progressistas, mas também não é de se descartar que ele vá para o PL. Já entre os estaduais, Ana Caroline Campagnolo, Jessé Lopes e Felipe Estevão já se acertaram com o PTB, só aguardam a janela para mudar, enquanto que Sargento Lima já está no PL e Coronel Mocellin acompanhará o governador Carlos Moisés da Silva.

Todas essas saídas antes mesmo da fusão já eram previstas, tanto, que Schiochet que preside o PSL no estado, ofereceu uma anistia aos que desejassem sair, com a garantia de que não teriam os seus mandatos reivindicados de acordo com a lei da fidelidade partidária. Agora, a situação do DEM é a mais delicada, pois entra no casamento sem oferecer uma vaga se quer, tanto no parlamento estadual, quanto no federal.

Portanto, segundo me disse uma fonte, Bivar e Rueda chegam a Florianópolis amanhã para um encontro que ocorrerá à 18h no Hotel Faial, num clima de inauguração de estádio sem torcida, ou seja, para falar de um partido que não tem o que oferecer neste momento, de modo a querer encabeçar um projeto estadual. Pode ser que passando os próximos meses, a União Brasil direcione o seu projeto para as proporcionais, visando a eleição de deputados estaduais e federais para começar a ganhar musculatura aqui no estado.

União Brasil na Pan News

Amanhã às 16h as lideranças nacionais e estaduais da União Brasil, participarão do programa O Jogo do Poder na Jovem Pan News de Florianópolis, 103,3 FM, e Jovem Pan News de Criciúma, 101,5 FM.

Jogo apadrinhado

A dificuldade de viabilidade do prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), para a disputa ao Governo do Estado, deve fazer com que o ex-governador, Jorge Bornhausen, mude os seus planos. Em entrevista que me concedeu há alguns dias na Jovem Pan News, Bornhausen, que é uma das maiores lideranças do estado, afirmou que tem simpatia por uma aliança entre a União Brasil, PSD e Podemos. Ele repetiu depois, em uma entrevista ao colega Prisco Paraíso. A questão é que não é apenas um sonho, Bornhausen trabalha em reuniões na Praia Brava, para a construção de uma chapa com o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM) ao Governo do Estado, o ex-governador Raimundo Colombo (PSD) ao Senado, e Paulinho Bornhausen como primeiro suplente de senador. No caso de eleição de Colombo, haveria a tentativa de colocá-lo em algum ministério abrindo vaga para Paulinho.  

Não combinou

Fabrício de Oliveira é o nome do Podemos

As lideranças do Podemos não devem gostar desse movimento, já que apostam no prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, para a disputa ao Governo do Estado.

Hoje no Jogo do Poder

Hoje entrevisto a partir das 16h no programa O Jogo do Poder na Jovem Pan News de Florianópolis, 103,3 FM, e Jovem Pan News de Criciúma, 101,5 FM, o governador em exercício, Mauro De Nadal (MDB). Logo após, será a vez do presidente estadual do Podemos, o ex-prefeito de Palhoça, Camilo Martins. Ele está em Brasília onde acompanha amanhã, a filiação do ex-ministro Sérgio Moro, que será anunciado como pré-candidato do partido à Presidência da República. Você pode acompanhar pelo rádio, ou nos assistir através da Panflix, ou acessando o perfil Jovem Pan Floripa no Youtube.

Bolsonaro no PL

Conversei rapidamente ontem à noite com o senador, Jorginho Mello, sobre a filiação do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao Partido Liberal. Jorginho que participou de todas as conversas em jantares que definiram a filiação de Bolsonaro, não quis dar mais detalhes. Se limitou a dizer que não sabe se a filiação será ainda hoje, ou se ficará para os próximos dias. O presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, avisou a Jorginho durante o dia de ontem, que havia recebido a ligação de Bolsonaro informando que estava decidido a se filiar. Questionado se haverá uma federação entre o PL e o Progressistas, o senador respondeu que não deve mais sair o acordo.

Filiações

O senador Jorginho Mello, que preside o Partido Liberal em Santa Catarina, ao ser questionado sobre um possível congestionamento de bolsonaristas em seu partido, que devem pedir para se filiar após a confirmação da ida do presidente da República, Jair Bolsonaro, para o PL, me disse que todos serão aceitos. Jorginho não está preocupado, mas já há insatisfações dentro do PL, a exemplo da presidente do partido em Criciúma, Júlia Zanatta, que não esconde a insatisfação com uma possível filiação do deputado federal, Daniel Freitas.  

Herdeira de Rodrigues

A primeira-dama de Chapecó, Fabiana Rodrigues, não esconde mais que poderá disputar uma vaga à Assembleia Legislativa. Filiada ao PSD, mesmo partido de seu esposo, João Rodrigues, Fabiana somente não irá caso Rodrigues dispute ao Governo do Estado e, seja colocada como condição, a não candidatura de Fabi, como é conhecida na capital do Oeste.

Comissão no Senado

A Comissão de Infraestrutura do Senado aprovou recentemente requerimentos apresentados pelo senador, Dário Berger (MDB), para a realização de audiência pública com três ministros do Governo Federal. A primeira reunião será hoje, às 10h, com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para discutir a crise hídrica no Brasil. Ele será questionado sobre o planejamento do governo para resolver o problema e evitar racionamento e aumento de tarifa no próximo ano. Para tratar das perspectivas com o leilão do 5G, será convidado o ministro das Comunicações, Fábio Faria. E, para debater obras federais sob a responsabilidade do Ministério da Infraestrutura, o convidado será Tarcísio Gomes de Freitas. As datas dessas audiências ainda serão confirmadas.

Confraternização

Mesmo na condição de governador em exercício, Mauro De Nadal (MDB) manterá o tradicional jantar mensal dos deputados estaduais, evento que ele tem promovido na condição de presidente da Assembleia Legislativa. Hoje à noite na Casa D’Agronômica o cardápio terá carne suína e muita política.

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!   Instagram: @scempauta   Twitter:  @scempauta   https://www.facebook.com/scempauta