...
Alesc Camilo Martins Carlos Moisés da Silva Cláudio Vignatti Dário Berger Eron Giordani Gean Loureiro Jair Bolsonaro Jovem Pan News de Florianópolis Juliano Campos Juliano Chiodelli Luiz Inácio Lula da Silva Lula Márcio França Mário Hildebrandt O Jogo do Poder Paulinho Bornhausen Podemos PSB PSD

EXCLUSIVO: PSB sonda Dário para ser o vice de Lula; A tensa reunião do Podemos; MP realizará ato amanhã entre outros destaques

Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!   Instagram: @scempauta   Twitter:  @scempauta   https://www.facebook.com/scempauta  

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

O PSB quer Dário Berger no partido e não medirá esforços para isso. Foi isso que o pré-candidato ao Governo de São Paulo, Márcio França, deixou claro ao senador catarinense, em uma reunião que ocorreu ontem, na Arena Petry, em São José.

Acompanhado do presidente estadual dos socialistas, Cláudio Vignatti, e do vice-presidente, Juliano Campos, França que é uma das principais lideranças do PSB nacional, tendo governado São Paulo de 2018 a 2019, foi além no convite, ao provocar Dário a inclusive, ser o indicado para vice na chapa de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na corrida à Presidência da República. O próprio Márcio França confirmou a informação em uma rápida conversa que tivemos ontem à noite por telefone. “É um dos caras mais experientes do estado. O Dário é um nome inclusive para compor a chapa com o próprio Lula. É um empresário bem-sucedido, o presidente vai buscar alguém que complete o perfil dele. Tudo é embrionário, mas ele (Dário) está pensando”, relatou o pessebista.

O convite a Dário acontece cinco dias após uma reunião em que o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, acompanhado do deputado federal, Alessandro Molon, do Rio de Janeiro, teve com Lula no hotel Meliá em Brasília. Siqueira ao ouvir o pedido de apoio feito pelo petista, respondeu que poderá acontecer a aliança, caso o PT apoie França em São Paulo, e os candidatos pessebistas em Pernambuco, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Santa Catarina. “Para ter uma aliança nacional é preciso que o PT haja com inteligência. Abrimos à possibilidade de apoiar, desde que o PT abra mão, não pode querer tudo”, afirmou França.

A possibilidade de um projeto nacional para Dário ainda é embrionária, porém, possível, conforme me disse Márcio França. A leitura é que Lula precisa melhorar o seu desempenho na região Sul, e ter um nome de um estado que tem se mostrado conservador, ajudaria a equilibrar o jogo contra o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Por outro lado, se Dário não se viabilizar como vice de Lula, a cadeira cativa como o nome do PSB ao Governo do Estado já seria do senador.

Uma leitura feita por França fez Dário Berger pensar. Ele acredita na polarização da eleição entre Lula e Bolsonaro, o que fará com que os candidatos ligados aos dois nomes nos estados, tenham uma maior chance de projeção em relação aos demais. Além do cálculo eleitoral, França, foi na ferida, ao dizer claramente ao senador que o MDB já tomou uma decisão e, que não é ele o escolhido. “O Dário parece o Alckmin (Geraldo) em São Paulo. O PSDB não quis o Alckmin, assim como o MDB não quer o Dário. É incrível, um cara que foi senador, prefeito de duas grandes cidades, ter que ficar mendigando para ser o candidato do partido dele. Se ele não for, quem irá? ”, questionou França, colocando em dúvida a capacidade dos demais postulantes.

Imagem de SC

O pré-candidato ao Governo de São Paulo, Márcio França (PSB), que aposta em uma nova disputa com João Dória (PSDB), para quem perdeu por uma pequena diferença na última eleição, disse que Santa Catarina não pode apostar tudo em apenas um nome. Ele se referiu ao empresário Luciano Hang, possível candidato ao Senado. “Esse é um tipo de perfil importante, mas o estado com tanta energia econômica, jogar todo peso num público só. E se de repente der errado? É por isso que apostaremos no Dário (Berger) ”, afirmou. Além disso, ele lembrou que na semana passada ficou preso no trânsito perto de Itajaí, o que o fez pensar, sobre o motivo de o Estado não conseguir recursos para melhorar a trafegabilidade. Também chamou a atenção de França, o número de pessoas em situação de rua, tanto em São José, como em Florianópolis. “Não é o padrão de Santa Catarina que aparece como um estado de pleno emprego. Já começa a perceber a chegada da pobreza”, afirmou.

Jantar em São José

Após várias reuniões e um encontro político em Garopaba, com prefeitos e vereadores, o pré-candidato ao Governo de São Paulo, Márcio França (PSB), participou em São José de um jantar na residência do ex-prefeito de Governador Celso Ramos, Juliano Campos, e de sua esposa Ellen Prim. Também estiveram no encontro o presidente estadual do PSB, Cláudio Vignatti, e o vereador josefense, Toninho da Educação. Campos é pré-candidato a deputado estadual e Vignatti a federal.

O Jogo do Poder

Hoje no programa O Jogo do Poder na Jovem Pan News de Florianópolis, 103,3 FM, eu entrevisto Márcio França (PSB), pré-candidato ao Governo de São Paulo. Falaremos sobre o convite que ele fez ao senador, Dário Berger (MDB). Depois será a vez de Tiago Silva, ex-vereador da capital e atual coordenador estadual do Procon. Por fim, Diego Mezzogiorno, que trará um panorama da política na Europa. O programa terá início às 16h. Ouça pelo rádio, ou assista acessando o perfil da Jovem Pan Floripa no Youtube.

Tensão no Podemos 1

Camilo se mostrou incomodado com Paulinho Bornhausen

A reunião da executiva estadual do Podemos, que ocorreu ontem à noite, no edifício em que mora Paulinho Bornhausen em Itajaí, começou com a expectativa de tensão. Acontece que o presidente estadual, Camilo Martins, não escondia mais a sua insatisfação com alguns acontecimentos internos no partido, até mesmo com Bornhausen. Martins se mostrou incomodado até com o fato de Paulinho ocupar a presidência de honra, mesmo sem ter assumido o comando do partido anteriormente. “É como se fosse uma forma de garantir o domínio ao Paulinho, mas sem aparecer, pois, teria o Camilo na linha de frente”, me relatou uma fonte. Além disso, o ex-prefeito de Palhoça ficou insatisfeito com o posicionamento de Bornhausen, de querer manter o Podemos na oposição ao governador Carlos Moisés da Silva (sem partido).

Tensão no Podemos 2

O presidente estadual do Podemos, Camilo Martins, tem sido pressionado pelos prefeitos do partido, que também estariam incomodados com a postura de Paulinho Bornhausen, em relação ao governo de Carlos Moisés da Silva (sem partido). A reclamação é que estão sendo prejudicados, pois a oposição de Paulinho tem feito com que não tenham acesso a Moisés, a exemplo de prefeitos de outros partidos. Uma fonte do Podemos também relatou que um suposto convite do prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), para que Paulinho dispute a eleição ao Senado, em sua aliança, desde que seja filiado ao PSD, teria sido mais um motivo para a irritação de Camilo Martins, que foi a Itajaí disposto a se anunciar como pré-candidato a governador, como um gesto de afronta a Bornhausen.

A paz no Podemos

Mário Hildebrandt assumiu o Conselho Político

A turma do “deixa disso” conseguiu conter os ânimos e convenceu o presidente estadual do Podemos, Camilo Martins, a não bater na mesa, mas, sim, a dialogar. Martins baixou o tom em relação ao previsto, relatou a sua insatisfação, mas não ao ponto de gerar um racha. Uma fonte que esteve no encontro, relatou que Camilo colocou sim, o seu nome para a majoritária, mas somente se, em algum momento, o Podemos entender que o projeto deve ser com ele. Por outro lado, reforçou o apoio ao prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, como o pré-candidato a governador, e a Paulinho Bornhausen ao Senado. Quanto a uma aproximação com o governador, Carlos Moisés da Silva (sem partido), mesmo contra a vontade de Bornhausen, caberá a Camilo construir a relação. Ao final, foi criado o Conselho Político que será comandado pelo prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt, e dado o fortalecimento a Camilo para seguir na presidência.

Paulinho explica

Conversei com o presidente de honra do Podemos, Paulinho Bornhausen. Ao ser questionado sobre o problema com o presidente estadual do partido, Camilo Martins, respondeu que não houve diferença alguma. “Não diria que é uma diferença sobre o que pensamos sobre o Moisés e sua falta de futuro na política. Mas apenas uma divergência de como tratar isso em público. Isso ficou pacificado e entendido”, afirmou. Paulinho foi além, ao afirmar que o Podemos está aberto para conversar. “Com todos em que acreditam ter o poder de acrescentar num bom projeto pra Santa Catarina pós Moisés”, afirmou. Ao final fez questão de reafirmar a sua amizade e admiração por Martins, a quem definiu como um irmão mais novo. “Confio na liderança dele”, concluiu.

Reunião administrativa

Ontem na Casa Civil, um encontro chamou a atenção. Eron Giordani recebeu a deputada estadual, Ana Paula da Silva, a Paulinha (sem partido), e o prefeito de Bombinhas, Paulo Müller, o Paulinho (União Brasil). Também participaram da conversa o secretário adjunto da Casa Civil, Juliano Chiodelli, e Carlos Eduardo Mamute, consultor da secretaria. A informação oficial é de que foi uma conversa puramente administrativa, porém, ficou no ar um possível encontro para discutir 2022.

Ato do Ministério Público

O Ministério Público de Santa Catarina, junto ao MP Federal e MP do Trabalho, realizará uma mobilização amanhã, às 10h, no canal do MPSC no Youtube. Promotores e procuradores se manifestarão contra o que definem, como “proposta da amordaça”, que impede o combate à corrupção e a defesa do interesse da sociedade. Presidentes dos demais poderes e parlamentares também confirmaram a participação no protesto. “A PEC 005/2021 irá ferir de morte operações como a dos Respiradores, Águas Limpas, Sargento Vitto, Debaixo dos Panos e Et Pater Filium, permitindo que políticos interfiram para desfazer as medidas adotadas pelo ministério público. Todas ações do GAECO e do grupo Anticorrupção”, diz a nota.

Caravana Conservadora

O deputado estadual, Kennedy Nunes, presidente estadual do PTB, organiza a Caravana Conservadora para a próxima sexta-feira em Tubarão, a partir das 19h, no Maison Lounge. Nunes informou que o evento é para o público conservador de toda a região da Associação de Municípios da Região de Laguna (Amurel).

Precatórios

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) lançou o terceiro edital da Câmara de Conciliação de Precatórios de 2021. São mais de R$ 93 milhões para a realização de acordos com credores de precatórios judiciais. O prazo para encaminhamento da documentação, que continuará a ser feito por meio do Portal de Serviços do Governo de Santa Catarina, iniciou ontem e vai até às 19h do próximo dia 29. O edital, que já está disponível no site da PGE/SC, viabiliza a oportunidade para que os titulares de créditos junto ao Estado, autarquias e fundações, apresentem propostas para receber os recursos de forma imediata, sem sujeição à ordem cronológica. Para se habilitar, os credores, pessoas físicas ou jurídicas, devem enviar o requerimento exclusivamente pelo Portal de Serviços.

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!   Instagram: @scempauta   Twitter:  @scempauta   https://www.facebook.com/scempauta