...
Alesc Carlos Moisés da Silva DEM Gean Loureiro Jair Bolsonaro Jorginho Mello PSL

Os detalhes e efeitos do processo de fusão entre o DEM e o PSL; Governo entrega projetos na Alesc entre outros destaques

Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!   Instagram: @scempauta   Twitter:  @scempauta   https://www.facebook.com/scempauta  

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

A informação que divulguei ontem à noite em primeira mão, do acordo firmado entre as lideranças nacionais do Democratas e do PSL, repercutiu com força entre em Santa Catarina, no Rio Grande do Sul e no Paraná.

Conversei ainda ontem com o deputado federal, Felipe Francischini, presidente do PSL no estado vizinho e, com o também deputado, Pedro Lupion, que preside o Democratas paranaense. Eles se mostraram afinados no discurso de que já caminham juntos, há algum tempo, situação a qual, segundo eles, facilitará o processo de fusão. Apenas em Curitiba será necessário um maior contato com o prefeito, Rafael Greca (DEM), já que na eleição do ano passado ele teve em Francischini um adversário. “Mas nada que atrapalhe”, afirmou Lupion. Os pesselistas e demistas ficaram de voltar a conversar após o feriado da próxima semana, a respeito da presidência estadual do novo partido.

Também liguei para o deputado federal, Fábio Schiochet, que comanda o PSL em Santa Catarina. Ele me disse que aguarda a autorização da executiva nacional para conversar com o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, que comanda o DEM estadual. Em conjunto eles definirão a presidência. Sobre o acordo para a fusão, Schiochet me disse que “mãos já foram apertadas, restando apenas a formalização”.

Vale destacar que somente a fusão entre DEM e PSL, já criará a maior bancada da Câmara Federal com 80 deputados, ao contrário do Senado onde ficariam com apenas 8 cadeiras. Em Santa Catarina o partido já nasceria com 20 prefeituras. A questão financeira também será um diferencial. O fundo eleitoral poderá chegar a R$ 1,5 bi, para o superpartido.

Policiais e Bolsonaro

Conversei com algumas lideranças ligadas a Polícia Militar. Durante a conversa eu fiz o seguinte questionamento: Que cenário teremos no próximo dia 7 de setembro. Como a PM irá se comportar? ”. A resposta foi direta, dizendo que nos quartéis há um grande número de apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). “O presidente apontará o caminho”, afirmou a fonte.

Apoio limitado

Já um parlamentar muito próximo do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), respondeu que dará todo o apoio, caso haja qualquer ato de Bolsonaro pela exoneração dos ministros do Supremo Tribunal Federal. Questionado sobre os rumores de uma possível tentativa de golpe, a liderança me disse que, se acontecer, não apoiará.

Projetos na Alesc

Os projetos que tratam da liberação de recursos para rodovias federais, são parte do acordo celebrado entre o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido), e o Ministério de Infraestrutura, no mês passado. Desse modo, se viabilizará a aplicação dos R$ 350 milhões já aprovados pela Assembleia na duplicação da BR-470 e da BR-280 e, além da recuperação da BR-163. Os projetos autorizam a liberação de mais R$ 115 milhões, sendo R$ 100 milhões para a BR-470 e R$ 15 milhões para a BR-285, na pavimentação da Serra da Rocinha, no Sul do estado. O chefe da Casa Civil, Eron Giordani, também entregou um projeto que incentiva a migração dos funcionários efetivos que ingressaram no serviço público estadual a partir de 2004, para o regime de previdência complementar,  

Catarinense escolhido

O emedebista Fernando Fernandes, que chegou ao partido pelas mãos do senador Dário Berger, foi escolhido em Brasília, vice-presidente Sul da Juventude do MDB Nacional. Fernandes é um dos mais importantes quadros da Juventude emedebista, integrando inclusive a Executiva Estadual na função de secretário-Geral da JMDB/SC. Com bom trânsito em Brasília, o jovem líder foi assessor de Berger e da liderança do MDB na Assembleia Legislativa. Atualmente atua como chefe de gabinete do vice-prefeito de São José, Michel Schlemper (MDB), que é pré-candidato a deputado federal. Aos 32 anos Fernandes acumula um verdadeiro legado nas atuações como Coordenador de Estado da Juventude, coordenador Municipal da Juventude de Florianópolis e Conselheiro Nacional da Juventude, além de diretor do PROCON e de Esportes da Prefeitura de Florianópolis.

Pagamento em Joinville

O prefeito de Joinville, Adriano Silva (Novo), sancionou a lei que autoriza o Executivo a realizar cobranças tributárias e não tributárias, por meio de operações de crédito, débito e PIX. A medida tem o objetivo ampliar as possibilidades de pagamento ao cidadão.

Jorginho cobra

O senador Jorginho Mello (PL) cobrou da Câmara dos Deputados a votação de cinco projetos para beneficiar os micro e pequenos empreendedores, além de destravar a retomada econômica. Jorginho solicitou ao presidente da Câmara, Artur Lira (Progressistas), para que paute os projetos que já foram aprovados no Senado e que aguardam apenas aprovação da casa, para ir à sanção. Entre as matérias estão a adesão ao Programa Especial de Regularização Tributária (PERT), cujo prazo começa no mês de setembro, além do PLP da matéria que institui o Relp, programa de renegociação em longo prazo em débitos com a Fazenda Nacional e, no âmbito do Simples Nacional.

Indústria no presídio

A ativação do primeiro galpão industrial no Presídio Feminino de Chapecó, no dia de ontem, materializa o projeto SAP Têxtil. Iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa, o projeto prevê a instalação de 18 galpões nas unidades prisionais localizadas em Chapecó, Criciúma, Curitibanos, Itajaí, São José do Cedro e São Miguel do Oeste e atende aos propósitos do Programa SC Mais Oportunidade. Na inauguração do espaço, o secretário, Leandro Lima, reforçou a importância de se manter e ampliar as políticas de geração de emprego e renda para os apenados.

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!   Instagram: @scempauta   Twitter:  @scempauta   https://www.facebook.com/scempauta