...
Daniela Reinehr Eduardo Zimmermann

Daniela declina de indicação feita por Bolsonaristas para a SDS

A governadora interina Daniela Reinehr (sem partido), não atenderá a indicação feita por um grupo bolsonarista catarinense, incluindo o apoio do deputado federal, Coronel Armando (PSL), para a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico. O ex-candidato a prefeito de Joinville, Eduardo Zimmermann, havia sido indicado e o nome estava em estudo, porém, houve um declínio. Não foi dito o motivo, mas pode ter sido a informação divulgada pelo SCemPauta, sobre uma detenção de Zimmermann em 2009 em Florianópolis.

No dia do acidente o policial rodoviário federal, Leonardo Valgas, afirmou à reportagem da antiga RBS TV, atual NSC, que teste feito em Zimmermann comprovou que ele dirigia sob efeito de álcool. Agora há pouco em uma rede social, o indicado para a secretaria postou um laudo assinado pelo perito do Instituto Geral de Perícias, Norberto Rauen, atestando o seguinte: “Foi procedido o exame solicitado na pessoa acima mencionada e observamos: hálito incompatível, fala normalmente, lúcido e orientado andar e equilíbrio normais. Negou-se a coletar sangue periférico para dosagem alcóolica”.

Para a pergunta de número 1 feita no laudo. É questionado se é possível afirmar que o conduzido, no caso, Eduardo, estava embriagado. A resposta do perito é que não. Já a segunda pergunta foi a seguinte: caso positivo, poderia o mesmo conduzir veículo automotor sem causar ou expor a dano potencial a incolumidade de terceiro? A resposta do perito foi “prejudicado”. Essa resposta se deve ao fato de que Zimmermann se recusou a coletar sangue para a dosagem alcoólica.