Cepa Coronavírus Covid mutação Pacientes de Manaus Santa Catarina

Exclusivo: Santa Catarina receberá pacientes de Manaus sem protocolo de biossegurança para a nova cepa

Está previsto para 1h da madrugada deste domingo (31) o pouso no Aeroporto Internacional Hercílio Luz, de uma aeronave fretada pelo Governo Federal com 10 pacientes de Manaus que estão com o Coronavírus. De acordo com uma fonte, todos serão levados ao Hospital Nereu Ramos de Florianópolis.

Segundo o comunicado enviado pela Secretaria de Estado da Saúde a servidores do hospital, ao desembarcarem do avião os pacientes serão colocados em ambulâncias do SAMU e serão levados individualmente para a internação. Não são pacientes que precisam de UTI, eles estão na fila do atendimento necessitando de oxigênio. Já na recepção dos pacientes de Manaus, terão três médicos, dois enfermeiros e cinco técnicos.

Irresponsabilidade

É preciso ter solidariedade, afinal, pessoas estão morrendo por falta de oxigênio em Manaus. Acontece que Santa Catarina receberá pacientes que podem estar contaminados com o Coronavírus que sofreu mutação e, que é capaz de ocasionar uma nova contaminação em quem já teve a doença e que estaria imune por 5 ou 6 meses. Acontece que a nova variante é capaz de desviar dos anticorpos criados pela infecção com o Coronavírus já conhecido, segundo informaram médicos que participam da pesquisa sobre a nova cepa.

Profissionais da Saúde aqui do estado já se mostram preocupados, pois não houve a testagem dos pacientes que estão vindo para cá, ou seja, não é possível saber de qual cepa foi a contaminação, além de não ter um protocolo especial que isole inclusive os profissionais que irão atendê-los. “Uma hora que um médico ou enfermeiro pegar, vai transmitir para mais 10, 12 pessoas próximas”, me disse o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, em conversa que tive com ele na quinta-feira e que foi publicada na minha coluna de ontem. Ele tem alertado para o risco de um colapso na Saúde ocasionado pelo envio de pacientes de Manaus para outros estados sem o devido cuidado.

Variante em SC

A Secretaria de Estado da Saúde admitiu os pacientes e tentou fazer todo o procedimento as escondidas, sem que a população catarinense soubesse. Além disso, há uma informação de que a nova cepa já estaria em Florianópolis e Blumenau, porém, segundo o governo, até o momento a informação é de que ainda está em estudo, ou seja, o secretário de Estado da Saúde, André Motta, omite informações importantes da população catarinense.

Solidariedade

Em um momento como esse a população manauara não pode ser abandonada, porém, é preciso responsabilidade. Ainda estão sendo apuradas as responsabilidades sobre quem deixou as pessoas de Manaus abandonadas sem oxigênio, ao mesmo tempo autoridades correm contra o tempo para tentar diminuir ao máximo as perdas.

Santa Catarina pode e deve ser solidária. Deve abraçar Manaus, mas poderia auxiliá-los com o envio de oxigênio e demais insumos, agora, trazer pacientes sem a mínima testagem e sem nenhum cuidado especial beira a irresponsabilidade, a inconsequência, a falta de cuidado com a Saúde dos catarinenses que podem ver o Estado sofrer um colapso com casos de recontaminação e uma sobrecarga do setor que será de difícil administração. O que dizem as nossas autoridades?