R$ 20 milhões de prejuízo em Bombinhas; trabalho remoto veio para ficar no governo do Estado; entre outros destaques

Prejuízo em Bombinhas

Cálculos iniciais da Prefeitura de Bombinhas contabilizaram mais de R$ 20 milhões de prejuízos provocados pelas chuvas torrenciais que atingiram Santa Catarina nos últimos dias. A informação é da deputada estadual Paulinha (PDT). Ela acompanha a situação desde a madrugada do último sábado (26), junto com o prefeito Paulinho.

“Trabalhamos sem parar desde sábado de madrugada. Mas o pior momento mesmo foi ao meio dia de domingo”, disse a deputada, ainda tentando avaliar a dimensão da onda de destruição que atingiu a cidade em função das fortes chuvas. Em seis horas, choveu na cidade mais de 125 mm. O município deve decretar situação de emergência.

 

Trabalho remoto

O governo do Estado divulgou uma avaliação positiva sobre o trabalho remoto adotado este ano em função da pandemia. Mais de 45 mil servidores estaduais se adaptaram à produção de suas atividades de forma remota. Desde que começou, o trabalho remoto tem mostrado excelentes resultados em Santa Catarina.

Sem a necessidade de se deslocar até o órgão de atuação, a produtividade, em alguns casos, chega a ser 20% maior. Além disso, há considerável economia aos cofres públicos com diminuição de gastos com manutenção de estruturas físicas, como aluguéis, energia, rede lógica, material de expediente entre outros. Um levantamento realizado pela Secretaria da Administração, em setembro, aponta que as economias de custeio chegaram a ser de 25% neste ano, em virtude do trabalho remoto.

A tendência é que, mesmo após a pandemia, esse modelo permaneça em vigor nas funções e setores que demonstraram esse bom resultado e permitam essa condição. Essa já é a realidade em algumas esferas do Judiciário catarinense e na iniciativa privada.

 

Gastos do sistema prisional

A Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP), por exemplo, termina 2020 com uma economia de R$ 104 milhões nos últimos doze meses. Segundo o órgão, isso foi possível com a realização de novas licitações, principalmente via pregão eletrônico, a recontratação de produtos e serviços por preços inferiores ao valor do contrato antigo.

Uma parceria entre a SAP e o Tribunal de Justiça permitiu a implantação de salas de videoaudiência nos sistemas prisional e socioeducativo. À secretaria coube adequar o espaço na unidade e garantir a rede de transmissão de dados, enquanto o TJ treinou os agentes e cedeu os equipamentos. Com o uso da tecnologia, diminuiu o número de escoltas, que implicam em custos e riscos para operadores do sistema e a sociedade.

 

Atuação reconhecida

Com o novo Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, ganhou destaque a atuação do senador Dário Berger (MDB). O catarinense assumiu a Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado em 2019 e desde então priorizou a discussão da proposta, sendo um dos principais articuladores para a aprovação e regulamentação do texto no Congresso Nacional.

“Tenho convicção de que o futuro de qualquer nação se constrói pelo valor que ela atribui à educação. Assim como acredito que a renovação do Fundeb, instrumento fundamental nesse processo de valorização da educação pública, renovará também a esperança daqueles que temem o caos para o desenvolvimento de um país que precisa se recuperar pós-pademia”, destacou Dário.

Na prática, o Fundeb, que seria extinto no fim deste ano, será permanente a partir de 2021, garantido na Constituição e representará maior valorização de professores, infraestrutura adequada nas escolas e mais investimentos no setor em municípios mais pobres. Santa Catarina receberá cerca de R$ 20 milhões a mais para investir no decorrer dos próximos anos.

 

Lages receberá respiradores

O Governo do Estado irá enviar 10 respiradores na manhã desta terça-feira (29) para o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, em Lages. Os equipamentos integram o lote de 100 novos ventiladores pulmonares modelo Vyaire IX repassados pelo Ministério da Saúde para o enfrentamento à pandemia de Covid-19. O lote chegou ao almoxarifado da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em São José, na manhã do último sábado, 26, atendendo a um pedido da própria SES.

Os equipamentos irão aumentar a oferta de leitos para regiões da Serra e Meio-Oeste, que chegaram a apresentar taxa de ocupação de 94% no mês de dezembro. De acordo com os dados desta segunda-feira (28), a ocupação na região é de 85%.

Ainda não estão definidas pela Secretaria da Saúde quais serão as outras unidades que receberão mais respiradores.

 

Miotto em Chapecó

O deputado estadual Jair Miotto (PSC) esteve ontem em Chapecó. Ele reuniu-se com o vereador eleito Fernando Cordeiro (PSC) e com o Pr. André Pagnussat, coordenador da Igreja Só o Senhor é Deus.