...

Novo chefe da Casa Civil tem a confiança dos deputados; Bancada do MDB na Alesc volta a se reunir; Primeiro secretário de Adriano em Joinville aparece como doador da campanha entre outros destaques

Para seguir recebendo a coluna via WhatsApp, favor salvar o número: 49 98504.8148. Para quem ainda não recebe, favor enviar mensagem para o mesmo número.

 

FAZER JORNALISMO COM INDEPENDÊNCIA CUSTA CARO. ASSINE O SCEMPAUTA E APOIE A CONTINUIDADE DE NOSSO TRABALHO!

Eron virou o homem forte do Governo Moisés.

Chama atenção a confiança depositada pelos deputados estaduais no chefe da Casa Civil, Eron Giordani. Ex-chefe de gabinete da presidência da Assembleia Legislativa, o hoje homem forte do governo de Carlos Moisés da Silva (PSL) tem uma relação sinérgica com os parlamentares.

É só conversar com a maioria dos deputados para entender o que acontece. Alguns chegaram a usar a palavra confiança, ou seja, segundo os parlamentares que ouvi, tudo o que é conversado é resolvido de forma clara e sem rodeios. Além disso, Giordani tem uma forte relação com o presidente da Alesc, Júlio Garcia (PSD), figura que goza do respeito dos demais deputados, sendo um ponto a mais para o fortalecimento dessa relação.

Um terceiro fator foi o relatado por uma pessoa muito próxima a Giordani. Ele não tem interesse algum de ser candidato, o que o tira de qualquer linha de fogo na qual é colocada possíveis adversários. “O negócio dele é o bastidor. É trabalhar técnica e politicamente sem os holofotes”, relatou a fonte. Em falar em holofotes, essa é uma das características do secretário, tanto, que até agora não aceitou conceder entrevista.

Essa relação do chefe da Casa Civil com o parlamento, dá ao governador Carlos Moisés da Silva (PSL) a tranquilidade que ele precisa para governar. As pautas mais pesadas, caberá a Giordani construí-las no corpo a corpo com os deputados. Uma fonte na condição de anonimato chegou a dizer, que o secretário se tornou o pilar de um governo, que ainda precisa provar que mudou.

Enquanto isso, a agenda de Moisés para esta semana mais uma vez expõe um novo comportamento, em que o governador assume uma postura totalmente oposta à de outrora, quando merecidamente foi alvo de muitas críticas. Encastelamento na Casa D’Agronômica por pura comodidade, agenda apressada para dar tempo de jantar com a primeira-dama, Késia da Silva, que gosta da refeição noturna logo cedo, sem contar a aversão a classe política, um de seus maiores pecados.

Moisés chegou a falar para assessores próximos que tirar uma foto com qualquer liderança a qual considerava ser da velha política, o faria ser igual. Aos deputados, o tratamento dispensado era o de desprezo e arrogância, tanto, que via os parlamentares como meros despachantes e os demais poderes como adversários que consomem o dinheiro do Estado, que precisa ser obrigatoriamente repassado através do duodécimo.

Quem vê o governador atuante, cumprindo agenda em vários municípios durante a semana e aberto ao diálogo, começa a perceber que ele não é o mesmo de antes. Isso tudo se deve a mão de Eron Giordani, mas claro, somada a vontade de mudar apresentada por Moisés. Essa relação que tem em tão pouco tempo, mostrado uma grande sinergia, se continuar assim, poderá levar o Estado novamente ao caminho do desenvolvimento. Isso se algumas alas dentro do governo não atrapalhar, atacando o mentor dessa nova realidade, por pura vaidade.

 

 Vacinas contra a Covid

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, e a superintendente de Vigilância em Saúde, Raquel Ribeiro Bittencourt, participaram de reuniões para tratar da vacinação contra a Covid-19 para Santa Catarina. Foram realizadas conversas com representantes da vacina Coronavac do laboratório chinês Sinovac e, com representantes do Instituto Nacional para Doenças Infecciosas Lazzaro Spallanzani, de Roma. De acordo com Raquel, está sendo avaliada a possibilidade de importação da vacina chinesa diretamente do fabricante. “É uma possibilidade que pode ser avaliada pelo fato de oferecerem volume suficiente para a vacinação de boa parte da população catarinense”, destacou. O Governo já pediu mais informações técnicas sobre a vacina que aguarda a aprovação da Anvisa.

 

Vacina italiana

Na reunião virtual sobre a vacina italiana, ficou definida a criação de um grupo de trabalho. O Instituto Lazzaro Spallanzani de Roma ofereceu a possibilidade de parceria a Santa Catarina, para a terceira fase de testes da vacina através da UFSC. A superintendente de Vigilância em Saúde, Raquel Ribeiro Bittencourt, lembrou que Santa Catarina não tem uma indústria de injeções. Uma das ideias é que no acordo a própria indústria responsável pela fabricação da vacina, a Reithera, se instale no Sapiens Park. A grande vantagem de um possível acordo, é que haverá a transferência de tecnologia. “Também solicitamos mais informações técnicas e iremos realizar uma nova reunião com a presença de representantes da UFSC, para que possamos analisar novos elementos”, destacou Raquel. Já de acordo com o secretário de Estado da Saúde, André Motta, o plano de vacinação de Santa Catarina está finalizado e deve ser divulgado amanhã.

 

Vacina em Blumenau

O prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt (Podemos), incluiu no projeto do orçamento municipal para o próximo ano, o valor de R$ 12 milhões para a compra de doses de alguma das vacinas contra o Coronavírus. Ainda não há uma definição sobre de qual laboratório deverá ser adquirida, porém, Hildebrandt deixou claro que a vacina será comprada apenas se houver a necessidade.

 

Bancada se reúne

Os deputados estaduais do MDB voltam a almoçar hoje na Assembleia Legislativa, para discutir os próximos dois anos da bancada. Deve ser fechada a questão da não indicação de cargos para o primeiro escalão e, muito menos, a possibilidade de qualquer deputado assumir alguma secretaria no governo. Por outro lado, alguns parlamentares insistem na indicação de cargos e um meio termo deve ser alcançado com a autorização para indicações ao segundo e terceiro escalões. “A ideia é de não contrariar a executiva, mas ao mesmo tempo atender a quem se interessa em participar mais efetivamente do governo. Assim, ficaremos unidos”, me disse uma fonte.

 

João Rodrigues

Está mantida na pauta de hoje do Superior Tribunal de Justiça, o julgamento da prescrição da condenação dada ao prefeito eleito de Chapecó, João Rodrigues (PSD), no caso da retroescavadeira de Pinhalzinho onde foi vice-prefeito. Por determinação do ministro, Rogério Schietti, hoje deve ser julgada a questão. O advogado Marlon Bertol protocolou o pedido para que o caso entrasse na pauta, após a decisão do ministro do STF, Luís Roberto Barroso. Anteriormente, Schietti já havia reconhecido a prescrição.

 

Adriano tem secretário

 O prefeito eleito de Joinville, Adriano Silva (Novo), já tem a confirmação de um dos integrantes do primeiro escalão de sua administração que começa em 1º de janeiro. O advogado e servidor do município, Gilberto de Souza Leal Júnior, que por coincidência também é ocupante da equipe de transição formada pelo partido Novo. Ele foi aprovado no processo seletivo em primeiro lugar. No currículo de Gilberto tem a presidência da Fundação Municipal Albano Schmidt (Fundamas), entre 2013 e 2016, e a direção da Câmara de Vereadores entre 2005 e 2006. Atualmente o futuro secretário trabalha na Secretaria de Planejamento.

 

Suposta ajuda na campanha

Ontem foi levantada uma suspeita de que, Gilberto de Souza Leal Júnior, o primeiro aprovado no processo seletivo realizado pelo Partido Novo para escolher os secretários da nova gestão que inicia em janeiro, teria dado R$ 2.600,00 para a campanha do prefeito eleito, Adriano Silva (Novo). A informação consta no DivulgaCand, programa de consulta sobre os dados das eleições do Tribunal Superior Eleitoral. Procurado, Adriano me disse que Gilberto prestou serviço durante a campanha e que participou do governo de transição. “Mas fez todo processo seletivo e obteve as maiores notas de todos os finalistas”, destacou. Sobre a doação o prefeito eleito disse: “Parece que foi erro da contabilidade. Algo relacionado ao contrato dele e uso do carro. Estamos levantando o ocorrido. Amanhã podemos passar em detalhes. Mas de certeza não foi doador”, explicou.

 

Veículo consta no sistema

Na consulta feita através do DivulgaCand, aparece em dois registros um veículo Chevrolet/ Cruze. O primeiro é datado de 01/10/2020, e o segundo do dia 16/11/2020. Em cada registro consta o valor de R$ 1.300,00 que somados, dá os R$ 2.600,00. Não consta o motivo do veículo ter sido registrado e nem ao que se refere o valor de R$ 1.300,00, bem abaixo do valor de mercado do modelo.

 

Presidência da Câmara

O prefeito reeleito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), ao ser procurado por vereadores em busca do seu apoio para a disputa à presidência da Câmara Municipal, disse que não dará opinião no processo de escolha entre futuros integrantes de sua bancada. Assim que os vereadores entrarem em concesso, aí sim Loureiro irá a campo para ajudar a eleger o presidente. Por hora, a disputa nos bastidores está acirrada entre Gabriel Meurer, o Gabrielzinho (Podemos), e Roberto Katumi (PSD).

 

Crise do Carvão

O governador Carlos Moisés da Silva (PSL) também comandou uma reunião para tratar do anúncio da desativação escalonada do parque da Usina Termelétrica Jorge Lacerda, em Capivari de Baixo. O encontro contou com as principais lideranças políticas do Sul do Estado, além dos empresários do setor. Ficou decidida a criação de um grupo de trabalho em âmbito estadual para tratar do tema. O grupo contará com a participação de representantes do Governo do Estado, de parlamentares e empresários.

 

Rodovia Ivone

A tão esperada rodovia Ivone Fretta Moreira, em Tubarão, no Sul do Estado, foi inaugurada oficialmente pelo governador Carlos Moisés da Silva (PSL). Com cerca de cinco quilômetros de extensão, o acesso, que foi liberado para o tráfego em janeiro, garante segurança, mobilidade e desenvolvimento da economia, em especial o escoamento da produção. É uma nova ligação da região central de Tubarão e da BR-101, com a comunidade de São Martinho e o Vale do Rio Braço do Norte. O ex-governador, Eduardo Pinho Moreira (MDB), viúvo de Ivone, esteve no ato acompanhado de sua atual esposa, Nicole Moreira.

 

Ponte da amizade

Uma alternativa para melhorar a mobilidade urbana e um símbolo da irmandade entre as cidades de Tubarão e Capivari de Baixo. Esse é o conceito da Ponte da Amizade, cuja primeira parcela do convênio, de R$ 3,3 milhões, para a construção foi repassada na tarde de ontem. O ato ocorreu na Arena Multiuso de Tubarão e contou com a presença do governador Carlos Moisés da Silva (PSL). Serão investidos R$ 16,5 milhões na obra, que ligará as avenidas Marcolino Marins Cabral, do lado de Tubarão, e Paulo Santos Melo, em Capivari de Baixo.

 

Tânia em Araquari

A ex-secretária de Estado da Saúde, Tânia Eberhardt, que disputou a Prefeitura de Joinville pelo Cidadania, é a nova secretária de Saúde de Araquari. O prefeito Clenilton Pereira (PSDB) consolida a contratação de uma das lideranças mais respeitadas do setor na região Norte do estado.

 

Turismo

Presidente da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Alesc, o deputado estadual, Ivan Naatz (PL), considerou altamente positiva a decisão do governo estadual, de liberar o funcionamento e ocupação dos hotéis e pousadas com 100% da capacidade de atendimento ao público em todo o estado, a partir do próximo dia 21. Naatz observou, porém, que precisa haver ainda novos avanços no sentido de flexibilizar protocolos específicos para a liberação com segurança sanitária de eventos, em todas as regiões, bem como do setor de parques aquáticos e termais. O deputado disse que foi aprovado encaminhamento da audiência pública neste sentido e que o tema  continuará a ser discutido com o governo, já que há risco de aumento de prejuízos e de desemprego no setor, desde o litoral até o interior.

 

Para seguir recebendo a coluna via WhatsApp, favor salvar o número: 49 98504.8148. Para quem ainda não recebe, favor enviar mensagem para o mesmo número.

 

FAZER JORNALISMO COM INDEPENDÊNCIA CUSTA CARO. ASSINE O SCEMPAUTA E APOIE A CONTINUIDADE DE NOSSO TRABALHO!