...

Ignorados pela população Moisés e Daniela somente conseguem o apoio de comissionados; Resposta do secretário de Saúde sobre o caso Veigamed mostra o desrespeito do governo; Udo rodará SC de olho em 2022 entre outros destaques

Para seguir recebendo a coluna via WhatsApp, favor salvar o número: 49 98504.8148. Para quem ainda não recebe, favor enviar mensagem para o mesmo número.

FAZER JORNALISMO COM INDEPENDÊNCIA CUSTA CARO. ASSINE O SCEMPAUTA E APOIE A CONTINUIDADE DE NOSSO TRABALHO!

A resposta do secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, a uma repórter da NDTV sobre o caso dos respiradores fantasmas da Veigamed, foi uma das coisas mais cretinas dita por um agente político em público.

Com o perdão da palavra, mas não encontrei outro adjetivo para definir a monstruosidade dita por Ribeiro, após ter sido questionado sobre os R$ 33 milhões que ainda não voltaram aos cofres do Estado. Leiam o que ele disse: “esse é um problema antigo, envelhecido que está sendo utilizado de uma forma cruel para se condenar um governo, que na verdade foi o governo mais eficiente dos últimos dez anos. E cada vez que a gente perde tempo para falar desse assunto, a gente deixa de falar de coisas realmente importantes, que é o planejamento e o que fazer daqui pra frente. Mas eu espero que isso seja enterrado de uma vez por todas”, afirmou.

A fala de Ribeiro a respeito do caso Veigamed, é a cara do governo de Carlos Moisés da Silva (PSL) e de Daniela Reinehr (sem partido). Um governo bisonho que vive numa realidade paralela, que não consegue se conectar com a verdade e fica devaneando ao repetir como um mantra que é um governo eficiente. O governo Moisés e Daniela, junto com Ribeiro e demais integrantes, com exceções, é que precisa ser enterrado da história de Santa Catarina, sem direito a foto e qualquer tipo de lembrança de uma gestão que somente faz mal ao Estado.

Esse governo tem que agradecer ao fato de que a pandemia não foi ainda mais forte, pois, caso contrário, pessoas perderiam suas vidas devido a falta de respiradores por causa da incompetência e irresponsabilidade, somada a ação de uma quadrilha. O Tribunal Misto do Impeachment precisa salvar Santa Catarina, urgentemente!!

Vale afirmar que definitivamente os equipamentos não serão enviados pela empresa chinesa. O compliance da empresa não aceitou atender ao pedido devido a todos os problemas que ocorreram, desde o pedido através de uma série de atravessadores, até pelo fato de as informações sobre as investigações terem chegado a Pequim. A questão é: será que esse dinheiro voltará aos cofres do Estado?

 

É mentira!!!

Há tantos relatos que serão revelados através de lideranças catarinenses após o impeachment de Carlos Moisés da Silva (PSL) e Daniela Reinehr (sem partido), que será de embrulhar o estômago. Quando ouço Moisés discursar dizendo que não fez conchavos, toma lá dá cá e etc, me vem à memória o relato de deputados sobre o que lhes foi oferecido para livrar o atual governo do impedimento. Moisés é um caso a ser estudado, pois, ou falta com a verdade e não sente remorso e isso tem nome, ou acredita na própria mentira ao ponto de repetir que 71% dos catarinenses votaram nele, quando ele e Daniela sabem bem que não é verdade. Também quando fala que não faz conchavos, sendo que teria entregado o seu governo nas mãos de pelo menos dois partidos para se manter no poder, se tivesse sido aceita a sua proposta indecente. Se isso não é conchavo, o que poderia ser?

 

Fake news

Além dos ataques via rede social a quem o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) elege como adversário, o “escritório da Fake News” comandado por um ex-secretário também produz e espalha através de robôs virtuais e humanos, informações lamentavelmente mentirosas, num claro sinal de desrespeito à população. Vale até editar fotos da mobilização realizada por Moisés contra o impeachment e até mesmo, criar números fantasiosos de participantes. Conforme divulguei ontem, houve uma grande mobilização e até mesmo pressão, para que comissionados participassem do ato e tudo se restringiu a eles. Devem ter participado cerca de 60 veículos, tanto, que falar que mais de 100 participaram é no mínimo desonestidade intelectual. Além disso, um carro de som puxava o cortejo elogiando Moisés pelo “excelente governo em relação a pandemia”. Santa Catarina passa por uma triste página de sua história.

 

Licença

Candidato a prefeito de Joinville, o deputado estadual Fernando Krelling (MDB) se licenciará da Assembleia Legislativa

[elementor-template id="8997"]

 

Kufa com Rosa

A advogada Karina Kufa aguarda um espaço na agenda da ministra do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, que é a responsável por analisar a ADPF impetrada pela Procuradoria-Geral do Estado, em que pede a paralisação de todos os processos de impeachment no país, até definir um rito uniforme. Karina pretende convencer a ministra que a vice-governadora Daniela Reinehr (sem partido) está sendo processada injustamente.

 

Udo 2022?

O prefeito de Joinville Udo Döhler (MDB) já decidiu o que fará após o encerramento do seu mandato. O emedebista começará a visitar a todas as regiões do estado

[elementor-template id="8997"]

 

Caso Veigamed

As investigações seguem avançando em Brasília. Fontes afirmam que logo o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) deve ser convocado a prestar esclarecimentos à Justiça Federal.

 

Vacina

A deputada federal, Carmen Zanotto (Cidadania), relatora da Comissão Externa de Enfrentamento à Covid-19, avaliou como “acertada” a decisão do governo de oficializar  a participação do Brasil na aliança global coordenada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que  reúne fabricantes e mais de 150 países para garantir o desenvolvimento de vacinas contra o novo Coronavírus. “Foi uma decisão acertada. O Brasil, com toda sua história e respeitabilidade internacional na área de imunização, não poderia ficar de fora desse consórcio multilateral”, comemorou. O Brasil deve liberar R$ 2,5 bilhões para financiar os custos do ingresso do país no Covax Facility.

 

Pesquisa

Pesquisadores catarinenses com projetos na área da saúde poderão contar com um importante reforço nos próximos meses. Já estão abertas as inscrições do Programa de Pesquisa para o Sistema Único de Saúde (PPSUS). Nessa edição, serão destinados R$ 2,5 milhões pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), em parceria com o Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde. O prazo para a apresentação de projetos encerra em 5 de outubro.

 

Navegantes

O deputado estadual e presidente da Comissão de Turismo de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, Ivan Naatz (PL), manifestou em live nas redes sociais com os deputados federais Darci de Matos (PSD) e Rogério Peninha Mendonça (MDB), a preocupação das lideranças políticas e econômicas da região da Foz do Rio Itajaí, com a atual proposta do Governo Federal de concessão e entrega do Aeroporto de Navegantes à iniciativa privada. Existe o temor de que o modelo apresentado possa travar investimentos na expansão do equipamento de infraestrutura turística e econômica da região. O edital prevê que, em 30 anos de concessão, a empresa que vencer o leilão aumente a pista em apenas 50 metros, quando o ideal esperado e desejado seria uma nova pista, com média de 2,3 mil metros.

 

Debate

Estaremos no ar no SCemDebate hoje às 11h. Maria Helena, Ananias Cipriano, Adelor Lessa e eu, Marcelo Lula, debateremos os principais assuntos de Santa Catarina. Acesse: www.scempauta.com.br   Vale lembrar às pessoas que não puderem assistir ao vivo, que poderão assistir a qualquer momento após o encerramento do programa que ficará disponível no site. Também tem a novidade, o Podcast, que a partir das 18h você poderá baixar e ouvir no carro, no trabalho, ou de onde estiver.

Para seguir recebendo a coluna via WhatsApp, favor salvar o número: 49 98504.8148. Para quem ainda não recebe, favor enviar mensagem para o mesmo número.

FAZER JORNALISMO COM INDEPENDÊNCIA CUSTA CARO. ASSINE O SCEMPAUTA E APOIE A CONTINUIDADE DE NOSSO TRABALHO!