...

Deputado Rodrigo Minotto se licencia e Cesar Valduga votará a admissibilidade do impeachment de Moisés e Daniela

Valduga volta ao parlamento.

O deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT) acaba de se licenciar por 60 dias. Ele apresentou o pedido à Assembleia Legislativa e dará lugar a Cesar Valduga (PCdoB), que votará amanhã a admissibilidade do processo de impeachment contra o governador, Carlos Moisés da Silva (PSL), e a vice Daniela Reinehr (sem partido).

Minotto justificou a decisão pelo fato de ser candidato a prefeito de Criciúma, situação que o impede de dar a devida atenção ao parlamento neste momento. O outro motivo é que Minotto não quer participar da votação de amanhã, para não se indispor com o seu partido, que é favorável ao impedimento e, nem com Moisés, que atendeu alguns pedidos feitos por ele.

Em suma, Minotto demonstra bom senso, tanto com a Alesc, como com o PDT e com o próprio Moisés. Primeiro que sendo candidato, dará espaço a um suplente que se dedicará às pautas do estado, além de não entrar em conflito com o seu próprio partido e, nem votará contra o governador que o atendeu.