...
Alesc Ana Blasi Daniela Reinehr Impeachment Karina Kufa

Impeachment: Erro de advogadas quase prejudica a defesa de Daniela Reinehr

Ana Blasi protocolando a defesa na Alesc

Muitas vezes a vontade de atacar é maior do que o cuidado com os processos daquele que representa. Foi o que ocorreu com a advogada Ana Blasi, que, juntamente com a sua colega de Brasília, Karina Kufa, representa a vice-governadora Daniela Reinehr (sem partido) no processo de impeachment. Ao protocolarem a defesa na Assembleia Legislativa, na quarta-feira (02) desta semana, esqueceram de juntar a procuração que lhes conferisse direito para representar e assinar em nome da vice-governadora.

De acordo com uma fonte, a procuração juntada não confere poderes para as advogadas representarem Daniela no processo de impeachment. A falha, primária, poderia custar caro à vice, que literalmente vem sofrendo com a atuação de seus patronos neste processo de impeachment. Neste caso, a defesa poderia ter sido desconsiderada, gerando grande prejuízo, já que o prazo para a entrega da defesa venceu na quarta-feira.

Ao que parece, a ALESC abrirá prazo para que Ana e Karina, advogadas da vice-governadora, regularizem a representação, no entendimento de que o cliente não deve ser prejudicado pelos erros de seus advogados. Além disso, fica uma questão: um erro crasso como esse, pode comprometer a candidatura da advogada Ana Blasi à vaga de desembargadora pelo quinto constitucional?