Tebaldi terá que unir o PSDB, Moisés já pensa na reeleição, insatisfação na Polícia Civil entre outros destaques

Marcelo Lula

Marcelo Lula

Receba pelo celular !!
 
Para receber via WhatsApp é só enviar uma mensagem pelo (49) 98504.8148.
 
PATROCINE ESTA COLUNA: (49) 985048148 / email: [email protected]

Destaque do Dia

Brasao

O PSDB realizou a sua convenção estadual no sábado (04), em Florianópolis e, como a coluna já havia adiantado, o ex-deputado federal, Marco Tebaldi, é o novo presidente em uma chapa de consenso, ou melhor, nem tão consenso assim.

O título do release enviado pela assessoria de imprensa dos tucanos, diz que foi uma “convenção festiva”, com mais de 800 filiados participando da eleição da nova executiva. De fato, foi, para a grande maioria dos que estiveram presente levando Tebaldi ao comando de um partido que busca se reencontrar, muito embora, também tenha o seu destino incerto, já que se houver uma fusão com o Democratas, é possível que haja uma nova escolha do comando, até mesmo com a junção dos eleitos agora pelo PSDB, com os que estão à frente do DEM em Santa Catarina, a exemplo de João Paulo Kleinubing.

Tebaldi anuncia como missão fortalecer o partido, que administrativamente está organizado, com representatividade em todos os municípios e é por aí que ele deve começar. Ele próprio me disse que não haverá mais comissão provisória, ou seja, somente executivas municipais e, promete correr o estado para organizar as candidaturas para a eleição do próximo ano.

Um ponto que deve ser destacado é a pluralidade da nova executiva. A deputada federal Geovânia de Sá será a primeira-vice-presidente, atendendo a uma vontade do prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, padrinho político da deputada que se tornou uma das lideranças mais expressivas do partido. Como 2º vice ficou o prefeito de Concórdia, Rogério Pacheco, liderança ainda emergente que poderá aparecer na disputa a uma vaga na Assembleia Legislativa. Anna Carolina Cristofolini Martins, ex-vereadora de Itajaí é a 3ª vice-presidente. Como secretário-geral, Gilmar Knaesel; secretário, Dóia Guglielmi, e tesoureiros, Lio Tironi e Almir Guski. Marcos Vieira é o presidente de honra.

Seguimentos tucanos

A ex-prefeita de Camboriú, Luzia Coppi Mathias foi eleita para o comando do PSDB Mulher. Raphael Bianchi terá o desafio de presidir a JPSDB, enquanto que o prefeito de Sul Brasil, Éder Marmitt ficou à frente do Secretariado de Prefeitos e Vice-Prefeitos. Beto Cunha de Itajaí é o novo presidente do Secretariado de Vereadores, enquanto que José Ricardo Medeiros preside a Diversidade Tucana.

Ausências e críticas

Caropreso quer mais profissionalismo.

O ex-senador Paulo Bauer gravou um vídeo elogiando o ex-presidente, Marcos Vieira, e desejando boa sorte a Marco Tebaldi na presidência estadual do PSDB. Ele não pôde comparecer devido a uma viagem “Tenho certeza que o Tebaldi fará um excelente trabalho, e eu estarei sempre à disposição para ajudar no que for preciso”, destacou Bauer. O líder da bancada tucana na Assembleia Legislativa, Vicente Caropreso, que ficou com o cargo de 4º vogal na executiva, estava em alguns compromissos em Jaraguá do Sul e Blumenau. Ele chegou a ligar para Tebaldi perguntando se daria tempo de chegar, mas ouviu que a convenção já estava encerrando. Caropreso me disse que foi pequena a renovação no partido, mas que torce para que a equipe seja cada vez mais profissional. Por sua vez, o ex-governador Leonel Pavan que ficou como primeiro vogal, decidiu não comparecer.

Pavan descontente

Liguei para o ex-governador, Leonel Pavan, e o questionei sobre o motivo de não ter comparecido a convenção do PSDB. Ele respondeu que, pelo que havia lido na imprensa, tudo já estava acertado pelos líderes e, que a sua presença, ou opinião, em nada mudaria o que já estava certo. “Também achei como realmente foi, que minha presença, ou ausência era a mesma coisa. Como tinha outros compromissos, optei por aquele que minha presença era importante”, disse Pavan, demonstrando uma certa mágoa com o partido, o que foi prontamente negado. Pavan lembrou que assinou uma autorização para que tanto ele, quanto a sua esposa Bernardete Pavan, e o filho Júnior Pavan, fizessem parte do diretório.

Leia também »  Custo da Agronômica pode ultrapassar os R$ 500 mil mensais, Reforma Administrativa será votada amanhã, MDB pode ter disputa em SC entre outros destaques

Recado de Pavan?

Ao ser questionado se mudará de partido, o ex-governador Leonel Pavan respondeu que no momento não pensa em ser tão radical, a ponto de trocar. Por outro lado, parabenizou a nova executiva dizendo: “Desejo que sejam democráticos e que não cometam erros e injustiças, por que a tolerância tem limites”, afirmou. Ao ser questionado se é um recado, Pavan disse que erraram feio no passado contrariando a decisão da convenção e, rasgando a ata ao decidir enfiar uma coligação goela a baixo dos candidatos e filiados. “Com isso diminuímos nossa bancada beneficiando mais uma vez pessoas de outros partidos, por puro interesse próprio. O PSDB fez a maior convenção da história num domingo em Joinville, depois decidiram e impuseram composição de coligações tanto na majoritária, bem como nas proporcionais, trazendo um prejuízo irreparável ao partido no seu pior desempenho dos últimos anos”, afirmou um incomodado Pavan.

Moisés quer a reeleição?

Moisés revelou o desejo de disputar a reeleição.

Em uma conversa fechada a algumas lideranças do PSL estadual, o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) manteve, mesmo contra o pedido de vários apoiadores do partido, o nome do coronel Araújo Gomes, comandante geral da Polícia Militar, como o seu pré-candidato a prefeito de Florianópolis. Porém, tem quem acredite que a intenção é criar um pano de fundo para colocar de última hora, o secretário Lucas Esmeraldino na condição de candidato, tentando assim, abafar as resistências que o nome dele gerou entre os pesselistas da capital. “O temor do governador e do Lucas, é de ter um candidato em Florianópolis que seja bem votado e os ofusque pensando na próxima eleição”, relatou uma fonte. Esmeraldino quer ter visibilidade para tentar mais uma vez ser candidato ao Senado. Um nome o qual, segundo a fonte chegou a cogitar uma sucessão de Moisés, foi o deputado federal, Daniel Freitas, mas recuou quando o governador confidenciou ao pequeno grupo, que deseja ser reeleito.

Ricardo Alba

Alba deve disputar

Informações dão conta de que o deputado estadual, Ricardo Alba (PSL), deseja realmente disputar a Prefeitura de Blumenau, porém, ontem o próprio Alba disse que ainda é cedo. Inclusive é dito que ele também pensa em mais para frente, em disputar uma vaga a deputado federal.

Sobrinho do governador?

O jovem, Robson Adriano Santana Pereira, sobrinho do governador, Carlos Moisés da Silva (PSL), está lotado no gabinete do deputado estadual, Ricardo Alba (PSL). Segundo uma fonte, o parlamentar teria nomeado o jovem estudante de direito atendendo a um pedido de Moisés. Pereira é filho de um cunhado do governador, o policial civil, Jonas Pereira. Mesmo que o salário seja um dos mais baixos do gabinete, em torno de R$ 2 mil, mas fere o discurso da “nova política”. Procurado, Alba negou que a nomeação tenha sido a pedido de Moisés. Ele explicou que é amigo de Jonas, pai de Robson, e que já conhecia o jovem há bastante tempo. “É uma decisão exclusivamente minha, quem está no meu gabinete é por decisão exclusivamente minha”, disse Alba.

Leia também »  Déficit de auditores fiscais pode afetar a economia de SC, gastos da Agronômica podem se tornar sigilosos, Reforma Administrativa será votada hoje entre outros destaques

Ainda não assinou

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon (sem partido), não conseguiu se reunir com o presidente nacional do Democratas, ACM Neto, na sexta-feira conforme era previsto. Buligon aguarda uma agenda para definir a data em que assinará a ficha no DEM. Algumas lideranças aguardam a decisão, já que devem acompanhá-lo.

Progressista com Loureiro

 O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (MDB), empossa amanhã o professor, Thiago Chaves, para o cargo de secretário executivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da capital. Chaves é técnico e doutorando em administração pública com atuação no Sebrae. O que chama a atenção, é que ele foi candidato pelo Progressistas na eleição passada, ficando como suplente de vereador ao receber, 2.500 votos, sendo considerado uma das renovações do partido ao qual deixará com a sua nomeação em um governo emedebista. Jovem, professor universitário, atuante nas redes sociais e próximo da juventude. Esse é o perfil do novo secretário.

Insatisfação na Polícia Civil

Uma portaria assinada no dia 17 de abril, pelo coronel, Araújo Gomes, está gerando insatisfação na Polícia Civil. A ideia que não é de agora, repassa à Polícia Militar a responsabilidade pelo Programa de Proteção, Auxílio e Assistência a Vítimas de Violência e a Testemunhas Ameaçadas (Provita). Segundo uma fonte, a ideia é fortalecer a PM ao mesmo tempo em que se enfraquece a Polícia Civil, repassando o máximo das atribuições de uma para a outra. “Este plano começou a ser traçado há alguns anos, quando passou-se a exigir que para ser oficial da Polícia Militar, também se tivesse o mesmo pré-requisito que para ser delegado de polícia”, relatou. Outra reclamação entre policiais civis, é quanto ao termo circunstanciado, documento que a PM também tem a autorização para emitir. Liguei para Araújo para falar sobre esse assunto e, a respeito de uma eventual candidatura, porém, ele estava em um evento familiar.

Dário convoca ministro

Foi antecipada para amanhã a participação do ministro da Educação, Abraham Weintraub, na Comissão de Educação do Senado, que é presidida por Dário Berger (MDB). Será cobrado do ministro a apresentação dos projetos e metas para os próximos anos, além de uma explicação para o corte de 30% dos recursos destinados às universidades federais. A audiência terá início às 11h, e será interativa, ou seja, o cidadão poderá enviar perguntas. Para participar é preciso acessar o portal e-cidadania, no endereço www.senado.leg.br/ecidadania , ou pelo número de telefone 0800-612211.

Sem acordo

Não haverá acordo na Câmara de Vereadores de Chapecó, e Ildo Antonini (DEM) ficará no comando até o fim do próximo ano. Como os mandatos na presidência sempre tem sido anuais por força de acordo, agora, como Antonini assumiu meses antes do previsto, resolveu ficar no comando. No Progressistas que faz parte da base do prefeito Luciano Buligon (sem partido), a insatisfação é geral. Uma liderança chegou a dizer que houve interferência extra-Câmara, para que Antonini não firmasse o acordo.

Mudança em Joinville

Por ordem do prefeito, Udo Döhler (MDB), está havendo uma série de mudanças na Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (SAMA). Na direção executiva quem assume, é um servidor que estava lotado na Fazenda, o nome ainda não foi divulgado. A ideia é interligar os processos e agilizar para atender de forma mais rápida as empresas e demais munícipes. No próximo dia 20, Udo vai a Fortaleza no Ceará para conhecer o processo simplificado de licenciamento, o qual pretende levar para Joinville.

Leia também »  Projeto de Moisés pode tirar recursos dos municípios, seguem as conversas no MDB, Carlito Merss deve voltar à política entre outros destaques

Hospital de São José

O deputado federal Hélio Costa (PRB), fez uma visita ao Hospital Regional de São José, na Região da Grande Florianópolis. O parlamentar foi até a unidade hospitalar para fazer um diagnóstico dos problemas da instituição que não passa por uma reforma há 30 anos. No local, o deputado viu a necessidade de novos equipamentos, de melhorias na sala de emergência, da criação de uma nova entre outras demandas. Após a coleta de informações e conversa com os diretores da instituição, Costa disse que vai agendar uma reunião com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, para buscar melhorias para o hospital.

Aniversário da PM

A Polícia Militar de Santa Catarina realizou na sexta-feira (3), a solenidade de celebração do seu 184º aniversário, completado ontem. O governador Carlos Moisés da Silva (PSL) acompanhou o evento e recebeu a comenda Barriga Verde, a ordem mais elevada concedida pela instituição. Em uma noite de homenagens, condecorações a civis e militares e promoções, o governador também deflagrou, com o comandante-geral da PMSC, coronel Araújo Gomes, a Operação Presentes e Protegendo – Leste a Oeste. A ação tem o objetivo de proteger as principais áreas de fronteira de Santa Catarina. Vida longa à PM e demais instituições que se dedicam à defesa do cidadão.

CRA e a reforma

O presidente do Conselho Regional de Administração de SC, Paulo Jordani, participou de reuniões na Assembleia Legislativa, acompanhado do coordenador de Fiscalização, Alexandre Ivan. Durante a visita, o CRA-SC protocolou na Comissão de Constituição e Justiça da Alesc, sugestões de alterações ao Projeto de Lei da Reforma Administrativa, que tramita na casa. A entidade expressou a todos a preocupação com a valorização e a ampliação do espaço do administrador na estrutura Estadual, visando coibir distorções na legislação. Atualmente, a legislação contém dispositivos que contrariam as normativas que regem a profissão, ao permitir que pessoas sem formação na área atuem em atividades inerentes ao campo profissional da Administração.

Vacina na CAASC

Com o desafio de imunizar contra a gripe advogadas, advogados, dependentes e estagiários vinculados às 49 Subseções da OAB/SC, a Caixa de Assistência dos Advogados de Santa Catarina (CAASC) realiza campanha estadual de vacinação até o próximo dia 22. “A prevenção ainda é o melhor remédio”, é a campanha. O objetivo é atender toda a advocacia catarinense, valorizando os profissionais da capital e do interior, que estão tendo acesso à imunização a um valor acessível, conforme explica a presidente da CAASC, advogada Claudia Prudêncio. A vacina oferecida pela Caixa de Assistência é a tetravalente, que imuniza contra os vírus das gripes H1N1, H3N3 e os dois subtipos da Influenza B. A dose custa R$ 30. Nas regiões basta buscar informações nas respectivas subseções.

Barney

Como não se emocionar com a história do cão Barney, um verdadeiro bombeiro, um herói que perdeu a vida em plena atividade. Que triste, mas que a atitude desses animais que são usados para o bem público, amplie o respeito das pessoas a qualquer ser vivo, pois, os animais sejam de raça, vira-lata, de casa ou de rua, sofrem e sentem igual a nós. Com certeza o Barney está brincando no céu.

Para receber via WhatsApp é só enviar uma mensagem pelo (49) 98504.8148.
 
PATROCINE ESTA COLUNA: (49) 985048148 / email: [email protected]
 

Atualizado em:
Projeto de Moisés pode tirar recursos dos municípios, seguem as conversas no MDB, Carlito Merss deve voltar à política entre outros destaques
A aprovação da reforma, Gean Loureiro se licenciará, Moisés passará para os municípios a competência da manutenção de rodovias estaduais entre outros destaques
Déficit de auditores fiscais pode afetar a economia de SC, gastos da Agronômica podem se tornar sigilosos, Reforma Administrativa será votada hoje entre outros destaques
Sem disputa no MDB catarinense