Alesc empossa hoje os seus deputados, Júlio Garcia voltará a presidir o parlamento, Dário Berger vira alvo de Calheiros entre outros destaques

Marcelo Lula

Marcelo Lula

A eleição à presidência e mesa diretora da Assembleia Legislativa, é de grande importância, pois, são os deputados que darão o ritmo às pautas, sobretudo as enviadas pelo Governo do Estado.

Ontem na última reunião entre alguns parlamentares na sala da presidência, foram confirmados os nomes que a coluna já havia adiantado, mas, com algumas mudanças de posição e com a inclusão do indicado do Progressistas, partido que não havia definido o seu nome.

Brasao

Júlio Garcia (PSD) será pela terceira vez o presidente do parlamento, com Mauro De Nadal (MDB) como o primeiro vice-presidente, e como 2º vice, Rodrigo Minotto.  Laércio Schuster (PSB), será o primeiro secretário; 2º secretário, Padre Pedro Baldissera (PT); 3º secretário, Altair Silva (Progressistas) e 4º secretário, Nilso Berlanda (PR).

Outro espaço importante, é a formação das comissões que devem ter os seus presidentes eleitos após duas sessões posteriores a mensagem anual do governador, que será feita na próxima terça-feira. A posse e a eleição da mesa diretora hoje, terá início às 09h, no plenário da Alesc.

Perdeu espaço

O PSL com a formação de um bloco com o PR, perdeu espaço nas comissões permanentes da Assembleia Legislativa. Acontece que se tivesse ficado isolado, teria mais espaço devido as cadeiras destinadas às minorias. O líder do governo, coronel Onir Mocellin (PSL), chegou a ligar para Milton Hobus (PSD), questionando o fato de não ter sido convidado para a reunião. A resposta, é que o encontro era apenas para os outros blocos.

Afastamento

Quem circula pelo centro administrativo, tem ouvido rumores de um possível afastamento do governador, Carlos Moisés da Silva (PSL), de sua vice, Daniela Reinehr (PSL). Uma fonte relatou que são duas maneiras de entender a administração pública. Enquanto que Moisés está pensando somente na gestão, no corte de custos e está blindado. Daniela que ainda não tem o preparo que a posição exige, teria ficado descontente com a burocracia, justamente por ainda não entender o funcionamento da máquina pública.

Leia também »  Pinho Moreira poderá presidir o MDB de Criciúma

Não pegou bem

Lideranças emedebistas não gostaram da manifestação nesta coluna, do secretário de Estado da Articulação Internacional, Derian Campos, quando falou da questão do Consulado da Itália em Florianópolis. Campos criticou o fato do ex-governador, Eduardo Pinho Moreira (MDB), ter cedido um espaço no Centro Administrativo para a instalação da unidade consular e, pior, atribuiu a situação a um suposto atendimento ao interesse particular do principal articulador, Diego Mezzogiorno. “Entra na política agora e, acha que pode criticar quem já foi governador e tem um extenso currículo na política catarinense. O que esse rapaz já fez por Santa Catarina?”, questionou um emedebista, durante um encontro com outras lideranças do partido.

João Rodrigues

Aproveitando a decisão de ontem do ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, que negou o prosseguimento da reclamatória da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que pedia a suspensão da liminar que o presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio Noronha, havia concedido ao deputado federal João Rodrigues (PSD). Os advogados do pessedista não perderão tempo e, devem pedir na próxima semana a extensão da decisão, para que seja reconhecida a prescrição da pena. Se conseguirem, é um passo para que Rodrigues tente recuperar o seu mandato. Por hora, Ricardo Guidi (PSD) assume uma cadeira no parlamento.

Descontentes

Saiu no blog do Barão em Lages, que um movimento na cidade liderado pelo professor, Armando Duarte, tem o objetivo de fazer com que Lages não fique subordinada a regional da Saúde de Joaçaba. Para Duarte, Moisés quer riscar Lages do mapa. “Lages, oitava economia do estado e a quarta mais antiga, foi relegada a um simples componente regional subordinada à Joaçaba. Subordinada a uma cidade que possui menos de 40 mil habitantes? Se já era complicado antes, imagina agora”, escreveu.

Leia também »  Alesc apresenta questionamentos sobre a reforma, Ivete da Silveira no cenário eleitoral de Joinville, BR-282 receberá investimentos no Oeste entre outros destaques

Interditado

O almoxarifado da Prefeitura de Florianópolis, que fica em São José, foi interditado ontem à tarde pela Vigilância Sanitária do município vizinho, que abriga o local que mantém os medicamentos, materiais de higiene e cosméticos adquiridos pela prefeitura. Para ter uma ideia, havia insulina armazenada em temperatura ambiente. Uma estimativa aponta que o péssimo armazenamento constatado, deve gerar um prejuízo para a capital de R$ 300 mil. A interdição foi a pedido do Ministério Público. Atenção vereadores, a Câmara precisa cobrar explicações.

Economia?

O Governo do Estado paga um aluguel caríssimo em Brasília, de uma casa localizada em um dos bairros mais nobres da capital federal, que é chamado de “Península dos Ministros”, próximo ao pontão do Lago Sul. É mais ou menos a Jurerê Internacional deles. Tudo isso, para abrigar a Secretaria de Estado da Articulação Nacional, comandada por Diego Goulart, ex-assessor de Lucas Esmeraldino na Câmara de Tubarão. Além disso, tem carro com placa de Santa Catarina para atender aos secretários que viajam para Brasília. Será que essa estrutura não poderia ser mais barata? Outro ponto que tem sido questionado é a experiência. Um cargo de articulador nacional precisa ter a frente alguém tarimbado, que tenha o poder de articular com os parlamentares e com a própria Presidência da República.

Renan, de novo

O senador Dário Berger (MDB), apoiou a candidatura de Simone Tebet para que fosse a candidata emedebista à presidência do Senado. Renan Calheiros venceu por 7 a 5 e, ainda de quebra elegeu o seu apoiador, o senador Eduardo Braga, como o líder da bancada, cargo que Berger queria. Tem quem diga que a perseguição de Calheiros não vai parar por aí. Por outro lado, Esperidião Amin (Progressista) ainda busca apoiadores. A situação deixou Berger entre a cruz e a espada.

Leia também »  Marco Tebaldi presidirá o PSDB de Santa Catarina

Lamentável

Ontem o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), ligou para todos os indicados para as presidências da Câmara dos Deputados e do Senado. Acontece que Bolsonaro era contra uma candidatura de Renan Calheiros (MDB), mas, também ligou para parabenizar o emedebista. É claro que o presidente precisará manter uma boa relação com os presidentes dos parlamentos, porém, se anunciasse o seu apoio a algum nome, com certeza diminuiria as chances do emedebista de comandar o Senado novamente. Também foi estranha a aproximação do enrolado, Flávio Bolsonaro, com Calheiros. Conversei com lideranças próximas a Bolsonaro desde que ele era deputado. Acusam o ministro Onyx Lorenzoni entre outros integrantes, de estarem rifando o governo e rasgando o discurso.

Ajorpeme

No próximo dia 7, empresários, lideranças da comunidade e autoridades estarão presentes no Jantar de Posse da Associação de Joinville e Região da Pequena, Micro e Média Empresa (Ajorpeme). A cerimônia, que marca o início da gestão, acontece no Centro de Convenções Expoville, a partir das 20h. Este ano quem assume a presidência é o empresário, Fernando Bade. Joinvilense, desde 2006 é o diretor técnico/administrativo da Íntegra Assessoria Empresarial, que atua nas áreas de qualidade, segurança do trabalho e seguros. Ele também é professor da Faculdade Cenecista de Joinville (FCJ)

 

Receba pelo celular !!
 
Para receber via WhatsApp é só enviar uma mensagem pelo (49) 98504.8148.
 
Patrocine esta coluna: (49) 985048148 / email: [email protected]
 

Atualizado em:
STF derruba os 15% da Saúde, Tebaldi quer Napoleão no PSDB, segue a polêmica entre Hang e o governo de Udo Döhler entre outros destaques
ICMS dos medicamentos em debate em SC
Alesc apresenta questionamentos sobre a reforma, Ivete da Silveira no cenário eleitoral de Joinville, BR-282 receberá investimentos no Oeste entre outros destaques
Pinho Moreira poderá presidir o MDB de Criciúma