...
Bruno Mello Jorginho Mello Topázio Neto

As incógnitas e uma certeza sobre o vice de Topázio

A resposta mais aguardada em Florianópolis é sobre quem será o vice na chapa do prefeito Topázio Neto (PSD), que buscará a reeleição. Até o momento, já apareceram os nomes do vereador Gabriel Meurer, o Gabrielzinho (Podemos), Ed Pereira (UB) e o da vereadora Maryanne Mattos, que é do PL, partido hoje com a maior chance de apontar o vice.

O que chama a atenção é que tem aparecido o nome de Bruno Mello, dentista, filho do governador Jorginho Mello (PL), como uma possibilidade de ser escolhido como vice de Topázio. A questão é que, legalmente, inexiste qualquer chance de qualquer filho de Jorginho fazer parte da chapa, pelo simples fato de a lei não permitir ao filho do governador, que dispute a majoritária municipal, seja como cabeça ou vice. Portanto, não passa de uma possibilidade ilusória. (segue após o anúncio)

Mas, confirmando os liberais de vice de Topázio, o nome indicado deve ficar entre Maryanne, que tem em Jorginho um entusiasta, ou até mesmo Gabrielzinho, que poderá se filiar ao PL, caso lhe seja garantida a vaga. Mesmo assim, não se pode descartar o União Brasil que tem a força do ex-prefeito Gean Loureiro, que também deseja indicar o vice. Para quem pensa que o UB tem apenas o nome de Ed, pode se surpreender com o nome do presidente da Câmara de Vereadores, João Cobalchini, surgindo como opção. Mas, neste caso, o vereador também precisará de uma garantia, caso contrário, voltará para o MDB.

E vale deixar algo bem claro para quem acredita em uma possível candidatura de Bruno Mello. A lei é muito clara. Não tem brecha, consulta ou qualquer outra situação. É só ler o que diz a lei.