...
Alesc Eron Giordani Fernando Krelling Fesporte Geovania de Sá Jorginho Mello Marcos Vieira MDB de Joinville Paulão do Vôlei PSD

Ofensas na Alesc: Situação de Paulão se torna insustentável no Governo; Mal-estar no grupo dos deputados; Investigação atinge o coração do MDB de Joinville entre outros destaques

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta

Faça parte do grupo do SCemPauta no WhatsApp. Não será aberto aos debates, será apenas para o envio das informações que divulgamos. Clique no link para acessar!! Qualquer problema favor entrar em contato via WhatsApp: 49985048148

“Sim, acho que pode sair em virtude disso. Pegou mal”, me disse uma fonte ligada ao Governo do Estado ao ser questionada sobre a situação do presidente da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), Paulão do Vôlei, após ele ter partido para cima do deputado estadual Fernando Krelling (MDB).

Entre hoje e amanhã, o governador Jorginho Mello (PL) terá uma conversa com Paulão, mas o clima é de que haverá uma troca no comando do esporte. O entendimento, de acordo com outra fonte ligada ao Centro Administrativo, é que Paulão ultrapassou uma barreira da qual não há mais volta, ao ter afrontado e ofendido um parlamentar dentro da Assembleia Legislativa.

Jorginho evitou o assunto durante o dia de ontem, mas ao encontrar Krelling, teria dito que não conseguia compreender e explicar o que aconteceu em relação a Paulão. Já a respeito do Parajasc, o governador já havia dito que desejava a realização do evento. Ele não falou sobre o que será feito, pois prefere conversar com Paulão antes de qualquer anúncio, porém, a decisão já está praticamente tomada. Se não houver a exoneração, o governo enfrentará fortes reações na Alesc.

Ontem, durante a sessão, vários deputados se manifestaram em solidariedade a Fernando Krelling e pediram a saída de Paulão do cargo. Do PL, partido do governador, dos deputados presentes, apenas Marcius Machado se mostrou claramente contrário à atitude do presidente da Fesporte. O líder do governo Edilson Massocco tentou apaziguar e chegou a fazer uma defesa de Paulão, o qual, segundo ele, estaria sob pressão. “Talvez houve algum ruído, calor dos ânimos, talvez altere um pouco. Eu tenho certeza que o Paulão é uma pessoa de muito diálogo, e até quero pedir desculpas em nome dele, se houve um ato exagerado”, afirmou. Ao dizer a Krelling que compreenda a situação, ouviu como resposta que não haverá compreensão. “O senhor pode ter a certeza de que eu não vou compreender. Isso não existe”, disse o emedebista.

O futuro líder Carlos Humberto (PL) também fez uma defesa da decisão de cancelar os jogos por causa da questão climática. Quanto às ofensas sofridas por Krelling, extremamente constrangido, Humberto se solidarizou timidamente.

Em nota oficial, a Alesc repudiou o que chamou de conduta intempestiva e desequilibrada do presidente da Fesporte, numa clara agressão ao parlamento estadual. “O ato agressivo e desrespeitoso fere o espaço democrático do ambiente da Casa Legislativa”, diz um trecho da nota. Tentei conversar com Paulão, mas ele não respondeu.

Mal-estar

Após a nota de repúdio da Assembleia Legislativa em relação ao presidente da Fesporte, Paulão do Vôlei, o deputado Sérgio Guimarães (UB) comentou no grupo de WhatsApp dos parlamentares se referindo a Mauro De Nadal (MDB): “Boa presidente, é isso aí, pra cima desses malas”. O deputado Edilson Massocco (PL) não gostou e cobrou explicações: “Até onde eu sei o assunto foi individualizado, a quem mais o nobre deputado se refere”, questionou o líder do governo que seguiu: “Não esqueça deputado recentemente o senhor esteve na cidade de Palmitos, fazendo questionamentos fortes e agressivos contra os 11 deputados da bancada do Oeste. Eu ainda aguardo uma manifestação da mesa diretora sobre tal atitude, que no meu ponto de vista é necessário alguma atitude ao acontecido. Mas este será um assunto que levarei à tribuna para conhecimento de todos os nobres deputados (sic)”, completou Massocco. Em resposta, Guimarães respondeu que se referia ao presidente da Fesporte.

Deputados não gostaram

Alguns deputados não gostaram da atitude de Edilson Massocco (PL). Entenderam como uma ameaça ao deputado Sérgio Guimarães (UB) e criticaram a postura do líder do governo, que deve manter uma boa relação com os demais parlamentares. “Não há necessidade de entrar em confronto”, me disse um deputado.

Massocco explica

Procurado, o deputado estadual Edilson Massocco (PL) disse que em relação ao episódio envolvendo o presidente da Fesporte, Paulão do Vôlei, e o deputado Fernando Krelling (PL), que o “secretário” foi infeliz, mas destacou que não estava na audiência. Quanto à questão no grupo de WhatsApp, Massocco explicou que foi publicada no grupo dos deputados uma nota de repúdio sobre o acontecido em defesa do parlamento, mas que o deputado Sérgio Guimarães (UB) teria generalizado. “Apenas contestei a forma do comentário do nobre e fiz questão de lembrá-lo de uma entrevista que ele concedeu em emissora de rádio na cidade de Palmitos desmerecendo o trabalho da bancada do Oeste com afirmações muito mais fortes do que aconteceu ontem”, afirmou Massocco.

Vice-presidência tucana

O deputado estadual Marcos Vieira e a deputada federal Geovania de Sá foram eleitos para a vice-presidência nacional do PSDB. O partido elegeu o ex-governador de Goiás, Marconi Perillo, para a presidência nacional. O ex-senador Dalírio Beber e o secretário-geral do PSDB catarinense, Gilmar Knaesel, são membros do Conselho Executivo do Instituto Teotônio Vilela. Beber também irá compor o Conselho de Ética.

Desautorizou

O presidente estadual do PSD, Eron Giordani, definiu como prematuro o movimento da executiva do partido no município de Gaspar, afirmando que tratará no âmbito estadual os destinos do PSD no município. A executiva não concordou com alguns encaminhamentos locais e considera nula qualquer definição que não tenha passado por sua autorização. Giordani deseja construir uma candidatura pessedista em Gaspar.

Vereadores investigados

A Operação Profusão realizada ontem pela Polícia Civil foi um duro golpe bem no coração do MDB de Joinville. Os vereadores Mauricinho Soares e o ex-presidente da Câmara de Vereadores, Cláudio Aragão, foram alvos de busca e apreensão. Mauricinho chegou a ser preso por porte ilegal de arma de fogo, mas conseguiu a liberdade no início da noite ao pagar uma fiança de R$ 12 mil. A polícia investiga um suposto esquema de fraude no sistema do Detran, para a inserção de dados falsos com o objetivo de beneficiar motoristas penalizados com a suspensão da CNH. Mais de 100 pessoas teriam sido beneficiadas pelo suposto esquema.

Vereador é preso

O vereador licenciado de Brusque Jocimar dos Santos (DC) foi preso pelo Gaeco na noite de ontem. Ele estava em uma agência bancária quando ocorreu a prisão. Santos, que já foi vereador em Jaraguá do Sul, seria alvo de uma investigação sobre uma suposta prática de rachadinha, conforme informou o site O Município.

Perguntar não ofende

O que a deputada federal Daniela Reinehr (PL), o deputado Zé Trovão (PL) e o senador Jorge Seif Júnior (PL) farão em Buenos Aires na posse do presidente eleito da Argentina, Javier Milei? Só pode ser turismo, já que não há sentido algum para o passeio à capital da Argentina. Os deputados e o senador deveriam usar esse tempo para vir a Santa Catarina e fazer agendas condizentes com os mandatos e deixar o passeio para as férias. E repito: sou a favor de que parlamentares, governador, presidente e prefeitos viagem, desde que tenham uma agenda real. Em nome da pregação que fazem esses parlamentares, deveriam desistir de viajar.

Ida justificada

O governador Jorginho Mello (PL) deve ir à posse de Javier Milei. Nesse caso, a viagem se justifica pela relação que Santa Catarina tem com os argentinos. Jorginho não ficará grudado no ex-presidente da República, Jair Bolsonaro (PL). Aproveitará para ter agendas voltadas às áreas do turismo, entre outras, que são importantes para a relação comercial do estado com os Hermanos.

Faça parte do grupo do SCemPauta no WhatsApp. Não será aberto aos debates, será apenas para o envio das informações que divulgamos. Clique no link para acessar!! Qualquer problema favor entrar em contato via WhatsApp: 49985048148

  Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!
 
Instagram: @scempauta
 
Twitter:  @scempauta
 
https://www.facebook.com/scempauta