...
Alesc Alvarez&Marsal Carlos Moisés da Silva Dalmo Claro de Oliveira Daniela Reinehr Fabrício Oliveira Inova BC Jair Bolsonaro Jorginho Mello Kennedy Nunes PTB Roberto Jefferson mensalão Sérgio Moro

Candidatura de Daniela colocará o MDB em primeiro na linha sucessória; PL e Progressistas podem receber lideranças do PTB; Moro dará musculatura ao Podemos em SC entre outros destaques

Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!   Instagram: @scempauta   Twitter:  @scempauta   https://www.facebook.com/scempauta  

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Kennedy se reunirá com o seu partido na quarta-feira

Não se surpreenda se houver um congestionamento de nomes no Partido Liberal e no Progressistas de Santa Catarina. A incerteza no PTB por causa da carta de Roberto Jefferson, poderá fazer com que os dois partidos se tornem o refúgio seguro, para pré-candidatos que pretendem se manter no bolsonarismo.

Às lideranças catarinenses que se juntaram ao projeto petebista, crendo que Jefferson havia deixado de ser o mesmo do mensalão, ou seja, uma figura fisiologista, pragmática, que sofre uma metamorfose ideológica a cada governo, por pura conveniência, fica a seguinte pergunta: como seguir confiando em alguém com um comportamento tão instável?

A resposta é que não podem ficar à mercê de um líder que, na última hora, por uma conveniência qualquer, poderá atrapalhar o projeto de eleição ao Senado do deputado estadual, Kennedy Nunes, ou à Câmara Federal, que é o projeto do também deputado estadual, Felipe Estevão. Além deles, tem os projetos de reeleição à Alesc, de Ana Caroline Campagnolo e de Jessé Lopes. Como ficarão se no último momento, Jefferson fazer valer a sua força e, realmente apostar em outro nome, que não seja o de Jair Bolsonaro, para o Palácio do Planalto?

É por isso que, voltando ao início, é possível sim, que haja um congestionamento de lideranças ávidas por um partido que apoie a reeleição do Presidente da República e, aqui no estado, este lugar é no PL, ou no Progressistas. Nesta quarta-feira (03), Kennedy se reunirá com as lideranças que estão formando o PTB no estado.

Num primeiro momento é possível até que, o PL seja visto como uma primeira alternativa pela maioria, dada a aproximação do grupo liderado por Kennedy com o senador Jorginho Mello (PL). Mesmo assim, o Progressistas aparecerá como uma segunda e forte opção, tanto pelo posicionamento também pró-Bolsonaro, como pelo fato de que boa parte dos eleitos para um primeiro mandato em 2018, já foram filiados ao partido.

Muitas conversas serão realizadas nos próximos dias, quando um novo mapa partidário se desenhará. Além da eleição, a força de cada bancada no parlamento catarinense, também contará no último ano da atual legislatura.

Confirmação

Sopelsa será o primeiro da linha sucessória

A provável ida da vice-governadora, Daniela Reinehr (sem partido), para o Partido Liberal, informação que adiantei ontem com exclusividade, confirma que ela disputará uma vaga à Câmara Federal. Assim, sendo, ela poderá ficar no cargo até o final do mandato, mas a partir de abril não poderá assumir, ficando como o primeiro na linha sucessória o presidente da Assembleia Legislativa, no caso, será Moacir Sopelsa (MDB), que não disputará a eleição do próximo ano. De acordo com a Lei Complementar Federal nº 64/90, em seu artigo 1º, § 2º, se ela assumir seis meses antes do pleito, terá a sua candidatura cassada.

Novidade no Ar

A partir de hoje o programa O Jogo do Poder na Jovem Pan News de Florianópolis, 103,3 FM, que é ouvido em toda Grande Florianópolis e em boa parte do Litoral catarinense, também passa a ser transmitido simultaneamente pela Jovem Pan News de Criciúma, 101,5 FM, abrangendo, também, as regiões da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), e da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (Amesc). Nos próximos dias passaremos a ter a companhia também, da Rádio Jovem Pan News de Tubarão. Hoje, como em todas as segundas e sextas é dia de debate. Maria Helena, Maga Stopassoli e eu, Marcelo Lula, debateremos os principais assuntos da política catarinense. Bastidores, informações em primeira mão, tudo isso no O Jogo do Poder a partir das 16h. Lembrando que de terça a quinta-feira, as principais lideranças da política catarinense e do país, são entrevistadas no programa.

Dalmo no PDT

O ex-secretário de Estado da Saúde e ex-deputado estadual, Dalmo Claro de Oliveira, assinou mais uma vez a ficha no PDT, voltando ao partido que foi filiado de 2005 a 2007. A assinatura aconteceu no Restaurante do Capitão em Joinville, com a presença de lideranças como o pré-candidato a presidente da República, Ciro Gomes, o pré-candidato ao Governo do Estado, Fernando Coruja, e o presidente estadual do PDT, o ex-ministro do Trabalho, Manoel Dias. Dalmo foi convidado para disputar uma vaga à Câmara dos Deputados.  

Força ao Podemos

O ex-juiz Sérgio Moro não está mais ligado a empresa americana, Alvarez & Marsal, e já está de volta ao Brasil. O desligamento é mais um passo de Moro à sua pré-candidatura à Presidência da República. O Podemos de Santa Catarina já começa a trabalhar a vinda de Moro ao estado, situação que poderá dar uma robustez à pré-candidatura do prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, ao Governo do Estado. Pesquisa realizada na semana passada mostrou que os primeiros movimentos de Sérgio Moro, já o colocam na casa dos 8% das intenções de voto.

Mais apoio

Independente do partido em que o governador, Carlos Moisés da Silva, estiver, o prefeito de Pedras Grandes, Agnaldo Filippi (Progressistas), estará com ele. Primeiro prefeito da Associação de Municípios da Região de Laguna (Amurel), a se manifestar publicamente nesta direção, Agnaldo disse que é a favor da reeleição e que a continuidade do atual governo é benéfica para os municípios. De acordo com o prefeito, o Sul de Santa Catarina está recebendo um volume histórico de investimentos por parte do Governo do Estado.

Inova BC

Gerou grande repercussão o lançamento do Programa de Incentivo à Inovação (Inova BC), realizado pela Prefeitura de Balneário Camboriú. O evento concorrido teve a participação de autoridades e grandes empresários do setor de tecnologia. Também foi assinado na ocasião, um documento de intenção de adesão ao Programa de Inovação, pelo empresário João Roberto Moressi Júnior, da Empresa de Tecnologia Opah It Consulting; e anunciado pelo CEO da Oi, Rodrigo Abreu, um programa piloto de fibra ótica para a cidade. “A partir deste programa, vamos criar um novo motor para a economia de Balneário Camboriú que trará emprego e renda para a nossa gente, especialmente aos jovens que estão entrando no mercado de trabalho e poderão se capacitar num setor que tem demanda de mão de obra crescente”, pontuou o prefeito Fabrício Oliveira (Podemos).

Painelistas

O painel “Inovação como Estratégia de Desenvolvimento”, promovido durante o lançamento do programa, mediado por Sérgio Waib, da Giro Business e SW Comunicações, teve a participação do prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira (Podemos); do presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Mário de Aguiar; do CEO da Oi, Rodrigo Abreu; e de Guga Stocco, da Futurum Capital.

Disputa ao TJ

Após uma disputa com direito a uma quente movimentação de bastidores na escolha do quinto constitucional, que elegeu Diogo Pitsica para o cargo de desembargador, a nova disputa deve ser mais amena. A vaga será para ocupar o espaço deixado por João Batista Góes Ulysséa. Com o prazo de inscrições encerrado na sexta-feira passada, alguns nomes começam a despontar para um favoritismo, mesmo assim, o jogo está completamente aberto. Romualdo Paulo Marchinhacki de Blumenau e Patrícia Uliano Effting de Tubarão, saem na frente por já terem os votos da última eleição. A questão é que são procuradores municipais, o que pode gerar um certo desgaste, já que nos escritórios, os advogados que atuam com o poder público não são vistos como atuantes no dia a dia da advocacia privada. Ricardo Hoppe de Pinhalzinho e William Marcelo Borges Piva de Joinville, são de regiões com grandes zonas eleitorais, enquanto que Marcos Fey Probst de Blumenau, mas que mora Florianópolis, apresenta um currículo mais robusto, além de já ter atuado para grandes nomes da política catarinense, incluindo o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido).

Alargamento da areia em BC

A tripulação da Galileo Galilei, uma das dragas mais modernas do mundo, se despediu de Balneário Camboriú comemorando o êxito da operação de preenchimento da Praia Central, fazendo um “rainbow”, ou seja, uma operação em que jatos de água são jogados para cima enquanto a draga gira. A comemoração pôde ser vista da praia e marcou a partida que agora segue para abastecimento e manutenção no porto de Paranaguá, e depois vai para Santos. A obra prossegue, entretanto, com a retirada da tubulação da praia, e com o acabamento sendo feito por homens e máquinas em vários pontos da orla. A previsão é de que até o final de novembro tudo esteja pronto e a praia liberada em sua totalidade.

Para receber a coluna via WhatsApp, favor enviar mensagem com o seu nome e cidade e salvar o número: 49 98504.8148. Faça parte da lista de transmissão do site que todo mundo lê.

Agora estamos nas redes sociais. Segue lá!   Instagram: @scempauta   Twitter:  @scempauta   https://www.facebook.com/scempauta