...
Ataque a Escola Charles Vieira Damares Alves Saudades

EXCLUSIVO: Ministra Damares lança alerta após denúncia de um possível novo ataque a escola no país.

O SCemPauta teve acesso com exclusividade através de uma fonte em Brasília, a um documento enviado pela ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, endereçado ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Augusto Torres.

A ministra alerta que horas após o atentado a uma creche no município de Saudades no Oeste catarinense, onde três crianças e duas professoras foram assassinadas por um jovem de 18 anos, a Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos recebeu uma denúncia sobre o planejamento de um novo ataque a escola.

Segundo o denunciante, através de um perfil no Twitter uma pessoa identificada como “Daniel”, estaria ameaçando invadir uma escola e explodi-la, matando os alunos. Ele também teria exaltado o fato ocorrido na escola de Santa Catarina. “Eu vou entrar com a mochila lotada de cockteis molotov’s. Se me pegarem já era, era tudo que o governo iria precisar pra me mata (sic)”, escreveu. Em outro trecho ele escreve: “Quero ver me chamarem de fedido quando eu estiver eliminando esses porcos;infieis e servos do sistema (sic)”. O jovem também citou outros ataques: “Parceira de 3 irmãos pelo que eu sei. Taucci,Wellington e o homem que infelizmente não me recordo o nome, era Cho alguma coisa. O irmão que fez seu ato na Virgínia Teach em 2007 (sic)”, escreveu na página.

No documento com o alerta assinado ontem pela ministra Damares, às 17h22, ela destaca que a conta em questão ao ser consultada no Twitter aparece como inexistente, porém, apresentou ao ministro Torres os prints feitos das postagens. Ela também informa que encaminhou para a Polícia Federal na Unidade de Repressão aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil, ao considerar como grave a denúncia. “Solicito o apoio desse Ministério da Justiça e Segurança Pública na adoção das providências cabíveis para apuração do fato junto às autoridades de segurança pública da região”, solicitou a ministra.

O documento foi encaminhado como alerta para todas as Secretarias de Estado da Segurança Pública, já que não havia a indicação de onde poderia ocorrer o possível ataque. Conversei com o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial de Santa Catarina, coronel Charles Vieira. Ele confirmou o recebimento do documento e destacou que todas as forças de segurança e inteligência do Estado estão atentas.

Vieira também informou que um suspeito de ter motivado o alerta da ministra Damares Alves, foi apreendido hoje no Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia se trata de um jovem de 15 anos, que planejava um ataque para matar pessoas em uma escola de Cabo Frio. Um outro menor também foi apreendido no interior de São Paulo.