Novos tempos, novos desafios

Sair da zona de conforto e aceitar novos desafios em tempos tão diferentes nas relações pessoais e de trabalho e na luta pela própria sobrevivência. Esta tem sido a minha realidade em 2020.

Primeiro veio o convite para estar ao lado das feras do jornalismo Marcelo Damasceno Lula, Adelor Lessa e Ananias Cipriano, e formarmos o fantástico quarteto que, em duas edições semanais, tem inovado e elevado os debates sobre os principais fatos políticos e que impactam a vida dos catarinenses. Passamos de trinta programas “SC em Debate” e há muito o que comemorar.

O espaço também se abriu para que eu voltasse a fazer uma das coisas que mais gosto profissionalmente: ouvir pessoas interessantes sobre os mais variados temas. Nasceu o, “Maria Helena Entrevista”” O novo jeito de fazer entrevistas em vídeo tem proporcionado momentos maravilhosos e este modelo veio para ficar nas mídias tradicionais e redes sociais. Comemoro também o delicioso envolvimento da família nas produções, edições e na elogiada qualidade do programa que pode ser conferido aqui no site do SC em Pauta, pelo YouTube e pela Nova Era TV. Todas as quintas-feiras, às 15 horas, uma nova edição do programa começa a ser veiculada.

Agora, o desafio ficou maior ainda. Com mais de quatro décadas de atuação em televisão e rádio eis-me aqui escrevendo uma coluna. Pasmem! Estou literalmente debutando nestas novas tecnologias de informação e de comunicação. Quem também passou a fazer parte do time de colunistas é o ex-ministro Vinicius Lummertz.

Admiro vários colunistas de estilos diversos. É hora de buscar o meu estilo para expressar aqui a minha percepção sobre fatos e situações do cotidiano.

Aliás, querem saber? O meu estilo já está definido: falarei de tudo que julgar interessante e verdadeiro, com emoção e buscando sempre a razão.
E vocês estão abertos aos novos desafios destes novos tempos? Permitam-se!
Um dos melhores escritores, Carlos Drummond de Andrade disse:

Não importa onde você parou… em que momento da vida você cansou…
o que importa é que sempre é possível e necessário Recomeçar.
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo…
é renovar as esperanças na vida e o mais importante…
acreditar em você de novo…

Comemorar sem politizar

Como de praxe, em datas comemorativas, ponho em prática o processo criativo para publicações em sites e redes sociais de clientes para os quais presto assessoria de comunicação e marketing.

O desenvolvimento de conteúdo para as redes sociais, principalmente, exige pesquisa, conhecimento e sensibilidade, afinal é preciso passar uma mensagem ao público-alvo de forma atrativa e que agregue valor às pessoas e não somente divulgue produtos e serviços.

Este era o único desafio que se tinha desde o início da internet. Mas, agora, tudo está mais complexo.

Neste 7 de setembro demorei um pouco mais que o habitual para criar postagens pelo cuidado necessário para que a mensagem não gerasse politizações.

O ambiente democrático das redes possibilita a liberdade de expressão das mais diversas correntes. Politizar ainda é aceitável, mas radicalismos no ambiente online as vezes até assustam, não é mesmo?

O pesquisador e autor inglês Jamie Bartlett diz que hoje em dia cuidar do nosso comportamento online é mais importante que votar.

E eu digo que a liberdade para expressarmos nossas opiniões é uma vitória que custou a vida de muitos; nos manifestarmos com verdade, com fundamentos e sem radicalismos exacerbados, é uma prática salutar.

Politizações a parte e sem radicalismos devemos comemorar o fato de que nosso Brasil é independente, nossa Pátria é amada e somos todos brava gente brasileira.