...
Casa Verde Amarela Jair Bolsonaro Jorginho Mello

Bolsonaro homenageia Jorginho Mello e apaga especulações sobre rompimento

O senador catarinense Jorginho Mello (PL) foi homenageado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pelo dia do soldado. O gesto aconteceu na manhã de hoje durante a cerimônia de apresentação do Programa Casa Verde Amarela.

A mensagem do presidente fez referência ao dia do soldado brasileiro. Jorginho foi soldado quando prestou o serviço militar no fim da década de 60, no Tiro de Guerra de Joaçaba. Bolsonaro pediu que o senador e os ministros Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, e Tarcísio Gomes de Freitas, da Infraestrutura, ficassem de pé para receber a homenagem.

Após o evento Jorginho e Bolsonaro conversaram por um tempo a sós, sendo que o clima da conversa praticamente acaba com as especulações de rompimento na relação. O senador catarinense se tornou um dos principais aliados de Bolsonaro em Brasília, mas foi muito criticado pela ala ideológica que apoia o presidente, após a derrubada do veto presidencial a proposta que autorizava o aumento salarial aos servidores públicos.

Ainda durante os dias que seguiram a votação, eles trocaram telefonemas e mensagens, onde o senador explicou o seu posicionamento e reafirmou o apoio a Bolsonaro.

Programa Casa Verde Amarela

O Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, apresentou o programa Casa Verde e Amarela para autoridades presentes no Palácio do Planalto. O programa promete reduzir juro dos financiamentos habitacionais, regularizar imóveis e garantir a retomada de obras contratadas que estavam paradas.

O foco principal do programa, como destacado pelo ministro, é o desenvolvimento e oferta de moradia básica para pessoas de baixa renda, sobre tudo no interior do país.