...

Coronavírus: Grupo Gestor define quais as próximas atividades que voltarão a trabalhar; Deputado pede na justiça a continuidade de pedido de impeachment contra Moisés entre outros destaques

Ajude quem tem fome – 49 985048148 – mlula.jornalista@gmail.com
O SCemPauta entra na campanha de ajuda aos mais necessitados neste momento tão difícil para todos. Abriremos 5 espaços no site para as empresas que doarem cesta básica para famílias carentes. Em troca das doações, daremos dois meses de anúncio gratuito no site. A doação deve ser no mínimo de 30 cestas básicas. As empresas que doarem poderão escolher o município beneficiado e, as doações deverão ser entregues aos setores sociais que terão que atestar o devido recebimento. Ajude!!!

Destaque do dia

Ontem o grupo formado pelo Governo do Estado para discutir a retomada das atividades econômicas, se reuniu através de mais uma videoconferência para debater as estratégias e os setores que podem voltar a trabalhar.

Como o secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli, tinha uma reunião online do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), a coordenação do grupo ficou com o secretário de Estado da Agricultura, Ricardo de Gouvêa, porém, pautas do comércio que seriam discutidas, inclusive com as sugestões da Fecomercio e da FCDL, tiveram que ficar para hoje, quando Eli estará à disposição.

Após a discussão do cenário e sobre os setores que poderiam reabrir, ficou acertado que as oficinas, borracharias, os profissionais liberais, médicos, dentistas, profissionais da saúde, advogados, contadores, trabalhadores autônomos e autopeças, serão os próximos a voltar ao trabalho.

Outro setor que deve ser autorizado a reabrir, será o das lojas de chocolate, devido a aproximação com a páscoa. O objetivo é autorizar o atendimento em uma das épocas de maior venda do produto, sem contar o impacto negativo que poderia causar nas lojas e na própria indústria, que estão com os estoques cheios, caso não fosse reaberto.

Segundo uma fonte, o retorno desses setores deve acontecer já na próxima segunda-feira. Isso se deve ao fato de que antes da permissão, é necessário que o setor da Saúde determine os protocolos, a exemplo do número de pessoas que podem estar no mesmo lugar, além de outras medidas de segurança para evitar o contágio com o Coronavírus. Não está descartado que outros setores sejam autorizados na reunião de hoje.

Projeção de Zeferino

O secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino, é um dos principais responsáveis pelas decisões do Governo do Estado em relação ao Coronavírus. Todas as decisões passam pelo médico e bombeiro militar. Na reunião de ontem com o grupo que discute a reabertura da atividade econômica, Zeferino disse que o pico da doença em Santa Catarina será no final de abril, antes deve acontecer em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Impeachment de Moisés

O deputado estadual, Ivan Naatz (PL), deu entrada a um pedido na Justiça de que seja retomado o processo de impeachment do governador Carlos Moisés da Silva (PSL), da vice-governadora Daniela Reinehr (sem partido), e do secretário de Estado da Administração, Jorge Tasca. O mandado de segurança foi impetrado pela advogada, Ivanir Portella, que fez uma comparação com o processo de impedimento da ex-presidente, Dilma Rousseff (PT). “O STF editou um regramento próprio para este tipo de procedimento. No caso, estes procedimentos foram inobservados pela Alesc, daí a interposição do mandado de segurança para reestabelecer o direito do autor do pedido de ver o procedimento seguir seu caminho regular na Assembleia”, explicou.

Redução de salário

Ontem o prefeito de Florianópolis Gean Loureiro (DEM), e o presidente da Câmara de Vereadores, Fábio Braga (PTB), anunciaram a redução de salários. Os vencimentos do prefeito e do presidente da Câmara serão reduzidos em 30%, enquanto que do vice-prefeito, secretários municipais e vereadores em 20% durante dois meses. Os valores serão revertidos ao Fundo Municipal da Defesa Civil, para a compra de cestas básicas. O prefeito de Palhoça, Camilo Martins (PSD), também tomou a mesma atitude em seu município.

Saúde de Joinville

A Câmara de Vereadores de Joinville, aprovou o remanejamento de R$ 5 milhões no orçamento da Saúde e, a ampliação no quadro de médicos e de guardas municipais. A Prefeitura pretende aplicar R$ 3 milhões na construção das Unidades Básicas de Saúde da Família dos bairros João Costa, Aventureiro 2, Bom Retiro, Glória e Nova Brasília. Os outros R$ 2 milhões serão usados na compra de aparelhos como o acelerador linear, empregado no tratamento de câncer. Sairão do Fundo Municipal da Saúde a verba para as despesas. Uma comissão de fiscalização das ações de combate ao novo Coronavírus foi criada. Os membros serão escolhidos em até cinco dias.

Emendas para a Saúde

A Câmara de Vereadores de Florianópolis aprovou ontem a noite, o repasse de R$ 11,5 milhões de seu orçamento para o combate ao Coronavírus e à retomada da economia no município. De autoria do vereador Gabriel Meurer (Podemos), o projeto de lei complementar exige que R$ 500 mil do orçamento impositivo de cada vereador, referente à Lei Orçamentária Anual de 2020, sejam repassados ao Poder Executivo. O vereador sugere ainda o contingenciamento de 10% do orçamento total da Câmara, cerca de R$ 7 milhões, que também seriam destinados ao enfrentamento da crise.

Filiações de Buligon

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon (PSL), em cima do prazo conseguiu filiar algumas lideranças do município em seu partido. O coordenador do Procon, Paulinho Balancelli, e os suplentes de vereador, Carlinhos Nogueira, Orides Moto Boy e Celio Portela. O vereador João Marques Rosa assina ficha hoje, já que ontem anunciou no grupo de WhatsApp dos vereadores que está trocando o PSB pelo PSL. Antes, o vereador, Ivaldo Pizzinatto, o Gringo, também assinou ficha. Nos bastidores é dito que os candidatos do partido devem puxar carvão para Rosa e Gringo.

Outras filiações

O vereador de Chapecó Itamar Agnoletto, trocou o PSDB pelo Progressistas, seguindo o seu irmão, Ivan Carlos Agnoletto. Cerca de 40 filiados seguiram com ele. Já o PL até o final da noite de ontem conversava com Cidnei Barozzi e mais quatro empresários. A informação que recebi é que o acordo estava praticamente firmado.

Pescando no aquário

Nos bastidores da política de Chapecó, há uma grande insatisfação dos partidos considerados da base do governo, com o prefeito Luciano Buligon (PSL). Lideranças acusam Buligon de ter mirado em nomes de partidos aliados, quando poderia, segundo as fontes, tentado tirar filiados e lideranças de partidos da oposição. Pelo que ouvi, é possível esperar por retaliações a Buligon.

Férias aos servidores

A Prefeitura de Joinville emitiu ontem um decreto que institui a partir de hoje, até o próximo dia 9, férias coletivas para os servidores municipais. Estarão excluídos do decreto servidores que atuam na Secretaria Municipal de Saúde e em serviços ou atividades consideradas essenciais.

Solidariedade

Devido à pandemia do novo Coronavírus, o SINDALESC em parceira com a AFALESC, organizaram a Campanha Solidária: JUNTOS SOMOS MAIS FORTES, que tem como objetivo ajudar as pessoas que são mais vulneráveis e que sobrevivem do trabalho informal.

Muitos estão sujeitos a perder sua fonte de renda com o fechamento do comércio e a redução de pessoas circulando pela cidade em decorrência das medidas necessárias de isolamento social. O dinheiro arrecadado será revertido para a compra de cestas básicas e itens de higiene. As entidades comprarão também equipamentos de proteção individual para os servidores públicos da saúde.

Como doar?

A cada R$ 1 que você doar por meio da plataforma Catarse para a campanha, o SINDALESC e a AFALESC vão doar mais R$ 1, até o limite de R$ 50 mil. Juntos, sociedade e as entidades, podemos alcançar um total de até R$ 100 mil em doações. Essa ação é de todos os servidores por meio do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa e da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa!

Para efetivar sua doação acesse o link:

https://www.catarse.me/juntossomosmaisfortes

 

Ajude quem tem fome
O SCemPauta entra na campanha de ajuda aos mais necessitados neste momento tão difícil para todos. Abriremos 5 espaços no site para as empresas que doarem cesta básica para famílias carentes. Em troca das doações, daremos dois meses de anúncio gratuito no site. A doação deve ser no mínimo de 30 cestas básicas. As empresas que doarem poderão escolher o município beneficiado e, as doações deverão ser entregues aos setores sociais que terão que atestar o devido recebimento. Ajude!!!