...

A filiação de Naatz ao PL; Reforma da Previdência começa a tramitar na Alesc; Anna Carolina de olho na Prefeitura de Itajaí; á são sete denúncias contra o deputado Jessé Lopes no Conselho de Ética da Alesc entre outros destaques

Um prestigiado encontro regional do Partido Liberal reuniu mais de 300 pessoas no sábado na Sociedade Recreativa Fortaleza Tribess, em Blumenau. O evento marcou a filiação do deputado estadual Ivan Naatz (ex- PV) às fileiras do partido.

A assinatura oficial aconteceu com a presença do senador e presidente estadual do PL, Jorginho Mello, além de prefeitos, vices, vereadores e lideranças liberais de diversos municípios da região e estado, incluindo os deputados estaduais Nilso Berlanda, Mauricio Eskudlark e Marcius Machado da bancada do PL. Ana Caroline Campagnolo e Sargento Lima do PSL também foram ao evento.

Vale lembrar que ao final do ano passado, em julgamento do Tribunal Regional Eleitoral com decisão unânime, Naatz foi autorizado a deixar o PV por grave discriminação partidária interna. “O entusiasmo e a liderança do deputado Ivan Naatz virão a somar para o crescimento e o projeto estadual do partido. Blumenau, a região e o estado só tem a ganhar. Fico feliz de fazer política com gente séria e que tem vontade de trabalhar por Santa Catarina”, destacou Jorginho Mello, ao dar as boas vindas ao novo integrante da sigla.

Mello também confirmou o deputado Naatz como o novo líder da bancada do PL na Assembleia Legislativa a partir desta semana. O senador reiterou ainda o forte papel de oposição ao governo estadual e o projeto do PL de disputar as eleições estaduais de 2022, mas ressalvou que tudo passa pelo crescimento do partido nas eleições municipais deste ano, em que a meta é dobrar o número de prefeitos, vices e vereadores.

Ao agradecer o prestigio de Mello e a presença das lideranças politicas regionais e estaduais, Naatz relembrou a sua trajetória política, destacando que é hora de iniciar um novo ciclo num partido grande. “Vamos contribuir para um crescimento ainda maior, com o olhar sempre voltado também para o crescimento de nossa região e os interesses de toda Santa Catarina”, afirmou, acrescentando não ter dúvidas de que o PL vai conquistar o Governo do Estado nas eleições de 2022 e que Blumenau também precisa de um novo ciclo político, novas lideranças e novas ideias já a partir das eleições municipais deste ano. “Pretendo contribuir também neste sentido articulando uma candidatura forte e competitiva do partido”, afirmou.

 

Previdência

Designado como relator na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa para a análise da PEC e do PLC que tratam da reforma da previdência dos servidores estaduais encaminhados pelo Executivo, o deputado Mauricio Eskudlark (PL) anunciou para amanhã, às 10h, a reunião do colegiado que irá abrir os trabalhos sobre o tema. “Vou apresentar o parecer sobre a PEC e os deputados da comissão votarão a admissibilidade da matéria, ou seja, a aceitação para que a proposta tramite na Casa. No mesmo dia, o presidente Julio Garcia (PSD) leva a plenário a proposta que, se for admitida, volta a tramitar na Comissão de Justiça”, informou Eskudlark.

 

Vistas coletivas

Os parlamentares terão uma semana de vistas coletiva para apreciar as duas proposições. Neste período, os membros da CCJ abrem espaço para ouvir representantes de associações e de segmentos da sociedade. “Pretendemos montar um calendário para a deliberação dos projetos. Com os documentos e sugestões apresentadas pelas entidades, caso haja alterações, vamos apresentar um substitutivo global e encaminhar a matéria para a Comissão de Finanças. Creio que em duas a três semanas o trabalho será concluído na CCJ”, previu o relator, deputado Maurício Eskudlark (PL).

 

Feriados

O projeto de lei do senador Dário Berger (MDB), que propõe a antecipação dos feriados nacionais que caem no meio da semana para segunda-feira, aguarda apenas a aprovação na Câmara dos Deputados. De acordo com estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), à exceção das atividades econômicas ligadas ao turismo, o comércio nacional deve ter neste ano prejuízo de cerca de R$ 20 bilhões com os feriados que caem em dias úteis. O calendário de 2020 terá nove feriados nacionais, sem contar os feriados estaduais e municipais. Cada feriado nacional do calendário brasileiro provoca um impacto de R$ 8,6 bilhões na geração do produto interno bruto, o equivalente a 0,12% do PIB anualizado. A intenção de Dário com a proposta é manter aquecida a atividade econômica de uma forma geral, o que redundará na proteção das empresas e dos trabalhadores.

 

Denúncias contra Jessé

A Comissão de Ética da Assembleia Legislativa confirmou que já são 7 denúncias protocoladas contra o deputado estadual, Jessé Lopes (PSL). No momento a comissão está reunindo estas denúncias, pois elas ainda estão chegando e, após a análise do presidente da comissão, deputado Volnei Weber (MDB), o passo seguinte será designar um relator que pedirá a Jessé que ele apresente a sua defesa. A deputada Luciane Carminatti (PT) que integra a comissão já se manifestou impedida e, irá se afastar dos trabalhos em relação a esta denúncia. O deputado denunciado também integra a comissão e resta a ele se manifestar impedido. As deputadas da bancada feminina na Alesc, com exceção de Ana Caroline Campagnolo (PSL), quer a cassação do mandato de Jessé.

 

De olho em Itajaí

A advogada Anna Carolina Cristofolini Martins (PSDB) tomou posse como deputada estadual, pelo período de dois meses. Em seu discurso, deixou claro que focará o seu trabalho em favor dos problemas de Itajaí, sua cidade natal, e da região. Segunda suplente da coligação MDB-PSDB nas eleições de 2018, na qual fez 32.199 votos, ela ocupará a vaga do deputado Doutor Vicente Caropreso, do mesmo partido, que vai se licenciar do mandato por 60 dias. Anna é pré-candidata a prefeita de Itajaí e a sua posse é uma das estratégias para dar visibilidade pensando no pleito.

Falecimento

Diamantina Michelin Sopelsa, mãe do deputado estadual Moacir Sopelsa (MDB), faleceu no final de semana. Ela foi sepultada em Concórdia no Meio-Oeste. Lideranças e prefeitos da região foram dar o seu apoio a Sopelsa, incluindo, o ex-governador Raimundo Colombo (PSD). Uma pessoa próxima a Sopelsa me disse que a ida de Colombo comoveu o deputado.

Na coluna exclusiva dos assinantes

 

– Chabu: Os detalhes apresentados pelo Ministério Público Federal sobre a chamada Sala Segura;

 

– Chabu: Gean se diz tranquilo em relação a denúncia;

 

– Chabu: Deputado reage a afirmação de vereador de Florianópolis em depoimento;

 

– O próximo a deixar o governo de Carlos Moisés da Silva;

 

– A reforma administrativa de Udo Döhler em Joinville;

 

– Eron Giordani entra no jogo para reforçar o projeto de João Rodrigues em Chapecó;

 

– Nomeação de Servidor na Prefeitura de Florianópolis gera polêmica;

 

– Jorginho Mello reafirma oposição ao governo de Carlos Moisés em SC e anuncia quem será o próximo secretário de Comunicação de Bolsonaro

Assine o SCemPauta Plus, com muito mais informações durante o dia, podcasts e muito mais. As informações exclusivas e de grande impacto serão exclusivas para assinantes. Assine agora por apenas R$ 10 Reais mensais, assinatura anual.