...
Aurora Júlio Garcia Marcos Zordan Mário Lanznaster Neivor Canton Tereza Cristina

Júlio Garcia enfrenta os holofotes e fala sobre a Alcatraz, A inauguração da nova fábrica da Aurora, Gasto com café pela Câmara de Chapecó chama a atenção entre outros destaques

Destaque do Dia

Ontem o presidente da Assembleia Legislativa, Júlio Garcia (PSD), após ter se reunido com o núcleo de sua equipe, decidiu que iria falar sobre o seu indiciamento na Operação Alcatraz, que investiga supostas fraudes em licitações no Governo do Estado e na Epagri.

Ao contrário do abatimento notado por todos que rendeu um discurso emocionado no plenário, quando ocorreu a operação, Garcia ontem se mostrou indignado com o indiciamento de seu nome no inquérito da Polícia Federal. Para ele, a operação de 30 de maio foi um “espetáculo”, sendo que de suas residências não foram levados dinheiro, ou documento que o comprometesse com algo.

Uma das contestações da PF destacada por Garcia, foi quanto a aquisição de seu sítio, sendo que provou que o imóvel rural foi adquirido em 1994, bem antes da licitação que está sendo investigada que aconteceu somente em 2016. Garcia mencionou a situação para destacar que está tranquilo e que não tem nada a temer. Vale destacar que essa suspeita foi retirada do inquérito.

Já quanto a acusação de ser sócio oculto de uma empresa, o parlamentar chamou de ilação, dizendo que não há qualquer prova que o ligue a tal empresa. Para ele é algo muito vago e, que a ligação deve ter sido feita pelo simples fato de que a empresa pertence ao genro de sua ex-esposa, sendo que o empresário realizou alguns pagamentos para ele. “Era uma relação familiar”, destacou, afirmando não haver nenhum recurso público envolvido. “Esses pagamentos foram feitos como quitação de um empréstimo concedido ao amigo em 2007”, relatou.

 

Apoio

O presidente da Assembleia Legislativa, Júlio Garcia (PSD), teve a companhia de assessores, mas também o olhar próximo do presidente estadual de seu partido, o deputado Milton Hobus. Não só o PSD estará fechado com Garcia, mas também os demais deputados que constantemente tem mostrado solidariedade ao líder do parlamento catarinense. A palavra mais usada por alguns deputados que conversei foi “confiança”. Todos afirmaram que Garcia conseguirá comprovar a sua inocência. Vale destacar que durante a entrevista coletiva, o deputado negou qualquer possibilidade de se afastar do cargo.

 

Gasto com café

Chamou a atenção a matéria do Notícias do Dia e da Ric Record no dia de ontem, sobre o gasto da Câmara de Vereadores de Chapecó de R$ 36 mil somente na compra de café, erva mate, água e chá para este ano. A denúncia partiu do Observatório Social, que junto da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic), enviou um ofício solicitando mudanças nos gastos do legislativo. O que mais chama a atenção é que o valor de referência da licitação foi de R$ 86 mil, ou seja, se tivesse apenas um participante da concorrência, poderia ter vencido com este valor. O presidente da Câmara, Ildo Antonini (DEM), disse não achar justo que os próprios vereadores paguem pelos itens e, que não é supérflua a aquisição.

 

Ministra em Chapecó

Foto: Antônio Carlos Mafalda

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, esteve ontem em Chapecó, onde participou da inauguração da maior unidade industrial de abate e processamento de suínos do Brasil. Em seu discurso, destacou a importância da Aurora na geração de renda e no desenvolvimento das regiões onde atua. Além disso, ela anunciou uma inovação no sistema de inspeção que dará maior liberdade com responsabilidade às agroindústrias que ficarão sujeitas a auditoria. “Nós temos um bom sistema de sanidade hoje, mas o segmento das proteínas é tão grande no Brasil e exige tanto cuidado que nós vamos construir, juntos, o melhor sistema sanitário, de credibilidade de inspeção sanitária, do mundo. Por isso vamos trabalhar em conjunto. Vocês (indústria) vão fazer e o Ministério vai auditar a qualidade e dar credibilidade”, anunciou.

 

Ferrovia

Foto: Antônio Carlos Mafalda

Uma das principais reivindicações do setor agropecuário é a instalação de ferrovias, como um dos principais modais para baratear os custos de produção na compra de grãos. A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse que falará com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, o qual, segundo ela, está trabalhando para desamarrar os nós e receber investimentos externos e internos. “Para que essas obras estruturantes, tão necessárias para nossa agropecuária e outros segmentos produtivos, possam sair do papel”, afirmou.

 

Aurora

Foto: Antônio Carlos Mafalda

A Coopercentral Aurora que completa 50 anos é realmente um sucesso de gestão, tanto, que tem ampliado os seus investimentos. Ontem atraiu inúmeras lideranças para a inauguração da maior fábrica de suínos do Brasil. O ato foi presidido pelo presidente, Mário Lanznaster; seu vice, Neivor Canton; diretor de agropecuária, Marcos Zordan e o diretor comercial, Leomar Luiz Somensi. Lanznaster relatou a trajetória da cooperativa central desde sua fundação em 1969, até sua transformação na terceira maior empresa de proteína animal do Brasil. De acordo com ele, depois de um 2018 repleto de problemas, 2019 se apresenta como um ano de excelentes resultados para a indústria brasileira da carne, em razão do sucesso das exportações.

 

Alerta

Para o presidente da Coopercentral Aurora, Mário Lanznaster, parte do sucesso do setor de proteína animal no Brasil se deve a ocorrência de doenças em outros países. Ele pediu à ministra da Agricultura, Tereza Cristina, atenção especial para o perigo do bioterrorismo. “Recomendo rigorosa fiscalização especialmente nos aeroportos para impedir o ingresso de patologias no Brasil”, pediu Lanznaster, que reivindicou a construção da Rodovia Norte-Sul para o transporte de milho do centro-oeste brasileiro.

 

Problema em escola

O suplente de deputado federal e pré-candidato a prefeito de Florianópolis pelo PSL, Edgar Lopes, visitou acompanhado da deputada federal, Caroline de Toni (PSL), a escola estadual Tenente Almachio, que fica dentro da Base Aérea na capital e, que atende mais de 900 alunos oriundos da Tapera, um dos bairros mais carentes. Os militares ajudam disponibilizando atividades pós-aula, porém, o descaso do Estado foi constatado durante a visita. A ideia de Lopes em sua conversa com Caroline, é de tornar a escola cívico-militar. “Os problemas passam pela falta de pintura, até a insegurança já que os militares não podem atuar na segurança dos alunos”, explicou.

 

Visita a Collaço

Representando a Assembleia Legislativa, o deputado estadual, Sérgio Motta (Republicanos), entregou ao presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, desembargador Rodrigo Collaço, o convite para a Comenda do Legislativo, honraria que ele receberá pela presidência da Casa em sessão especial no dia 25 de novembro, às 19h no plenário da Alesc. “Além do convite, aproveitamos a oportunidade para presenteá-lo com uma bíblia comemorativa aos 40 anos da Igreja Universal do Reino de Deus”, disse Motta.

 

Paralisação da BR-101

Ontem vários deputados propuseram mobilizar a comunidade do Sul do estado para evitar que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), implante quatro praças de pedágio nos 220 km da BR-101 entre Paulo Lopes e Passo de Torres. Serão quatro praças com preço de R$ 4,40 a R$ 4,70 e, valor que tem gerado protesto das lideranças da região. “Não querem respeitar o critério de 100 km entre cada praça. Só tem um jeito de dar um recado e a mensagem chegar ao presidente: reunir as forças e o povo e parar a rodovia. Temos de nos unir no maior protesto que o Sul já fez”, defendeu Felipe Estevão (PSL), durante a sessão de ontem.

 

Vieirão

Hoje não haverá sessão na Assembleia Legislativa devido ao velório do ex-deputado estadual, Antonio Carlos Vieira, o Vieirão, que faleceu ontem. A pedido da família as últimas homenagens serão na Alesc. Vieirão nasceu em Florianópolis, era formado em Economia e fiscal da Fazenda. Foi deputado na 15ª e 16ª legislaturas, secretário de finanças de Florianópolis e de São José, além de secretário de Estado da Fazenda.

 

Na coluna exclusiva dos assinantes

 

– Moisés preocupado com a independência de deputados do PSL;

 

– Deputados organizam movimento conservador em SC;

 

– Governador volta a passar por cima da PGE;

 

– Rodrigo Coelho tenta sair do PSB para ser candidato a prefeito de Joinville;

 

– Merisio conversa com mais um partido

 Assine o SCemPauta Plus, com muito mais informações durante o dia, podcasts e muito mais. As informações exclusivas e de grande impacto serão exclusivas para assinantes. Assine agora por apenas R$ 10 Reais mensais, assinatura anual.

www.scempauta.com.br/finalizar/