...
Acic BR-282 Cidnei Barozzi

Presidente da Acic apela por melhorias na BR-282 e reclama de “cochilo” de deputados e senadores

Em nota assinada pelo seu presidente, Cidnei Barozzi, a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic) protesta contra a paralisação das obras de recuperação e melhorias da rodovia federal BR-282, no traçado que corta a macrorregião do Oeste de Santa Catarina.

A suspensão dos pagamentos para a empreiteira provocou a paralisação das obras. De acordo com Barozzi, o que é mais revoltante é o fato da Proposta do Orçamento Geral da União para 2020, não prever e não contemplar a BR-282 com verbas. “Ela sequer é citada no rol de investimentos federais em infraestrutura programados para o próximo exercício”, disse o empresário.

Ainda através da nota, a Associação lamenta o que chama de “cochilo” da bancada catarinense no Congresso Nacional e apela para que os senadores e deputados federais intercedam diretamente nas discussões da proposta do Orçamento. “A retomada e a conclusão das obras da BR-282 dependem do pagamento de R$ 45 milhões neste ano e da dotação orçamentária de R$ 147,8 milhões em 2020.

A ACIC também pede para o Governo do Estado, à Assembleia Legislativa e às Federações patronais e de trabalhadores, que atuem para sensibilizar o Governo Federal e o Congresso Nacional. “O Oeste continua esquecido! Excluir do Orçamento Federal dotação para a BR-282 é mais que uma abominável injustiça, é uma traição ao povo do grande Oeste catarinense, uma das mais produtivas regiões brasileiras, geradora de riquezas para o Brasil e o mundo e uma das maiores contribuintes para os cofres da União, do Estado e dos Municípios”, concluiu a nota da Acic.