O almoço entre Garcia e Moisés, lei dos incentivos fiscais deve atrasar a reforma administrativa, Pereira confirma conversa com Merisio entre outros destaques

Marcelo Lula

Marcelo Lula

Receba pelo celular !!
 
Para receber via WhatsApp é só enviar uma mensagem pelo (49) 98504.8148.
 
PATROCINE ESTA COLUNA: (49) 985048148 / email: [email protected]

 Destaque do Dia

Após a informação divulgada pela coluna de que teria havido insatisfação no governo de Carlos Moisés da Silva (PSL), com o acordo costurado pela Assembleia Legislativa com o secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli e com o líder do governo, coronel Onir Mocellin (PSL), o chefe de gabinete da presidência do parlamento, Eron Giordani, e o secretário de Estado da Casa Civil, Douglas Borba, conversaram e resolveram marcar um almoço.

Fibratec – Água da Chuva

O encontro que aconteceu na sexta-feira na chácara do presidente da Alesc, Júlio Garcia (PSD), teve a participação de Moisés, Borba, Giordani e, é claro, do anfitrião. Quatro lideranças e a calmaria do lugar que fica mais afastado na Grande Florianópolis para ajustar a conversa.

Segundo uma fonte, a articulação do secretário e do chefe de gabinete teve como objetivo, desmistificar qualquer rumor de ruído entre o Executivo e a Assembleia. No local, enquanto que Giordani que é reconhecido pelos dotes culinários cozinhava, os quatro falavam do projeto e das dificuldades nas finanças do governo, ou seja, discutiram institucionalmente a tramitação da matéria sobre as isenções fiscais, com o pedido feito para que não passe da metade de junho para a discussão e votação. “Um encontro institucional e amistoso”, me relatou uma liderança.

Liguei para Eron Giordani que ao ser questionado, confirmou que houve o almoço e que não há nada para esconder. “Os assuntos foram republicanos e a relação institucional. Algo normal em uma democracia”, respondeu Giordani, que ainda se disse feliz por ter tido a oportunidade de cozinhar para o governador.

Giordani ainda me disse algo que pareceu uma crítica ao governo passado: “Em dois meses de governo, já participei de dois almoços com o Moisés, inclusive, tive a oportunidade de cozinhar para ele. Por outro lado, nos sete anos em que o governador era do nosso partido, isso nunca aconteceu. O Moisés é uma pessoa simples, de fácil diálogo e que só tem deixado boas impressões”, relatou o homem forte de Júlio Garcia na Alesc.

ANUNCIE A SUA EMPRESA, OU, O SEU PRODUTO NA COLUNA. APOIE O NOSSO TRABALHO, ALÉM DE TER A SUA MARCA EM UMA DAS COLUNAS MAIS LIDAS DE SANTA CATARINA. LIGUE: (49) 985048148, OU ENVIE UM E-MAIL PARA: [email protected]

Reforma e falta de dinheiro

A prioridade do Governo do Estado são os projetos que vão normatizar a questão das isenções fiscais. Todos os esforços serão voltados a isso, inclusive, a determinação é que a equipe técnica trabalhe até no feriado de Páscoa. A pressa é grande, antes que as isenções passem a obrigatoriamente ter a convalidação do Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ). É por isso que a reforma administrativa ficará em segundo plano e, muito embora lideranças governistas neguem, é possível que somente seja apresentada entre o final do primeiro semestre e o início do segundo. Para piorar a situação, Há uma grande preocupação com o provável atraso nos salários dos servidores, além da falta de dinheiro para a Saúde. Também na sexta-feira o secretário do setor, o tenente-coronel Helton Zeferino, disse que não há data para a quitação dos repasses aos hospitais filantrópicos que atendem aos pacientes do SUS.

Vai articular

O secretário de Estado da Casa Civil, Douglas Borba, a partir de quarta-feira (13) começará uma série de visitas aos deputados estaduais. Borba quer visitar todos os gabinetes na Assembleia Legislativa, a começar pelo presidente, Júlio Garcia (PSD).

 Escalada

Antes de começar a semana de desafios na Assembleia Legislativa que será marcada pelo debate de vários projetos, o líder do governo, o deputado coronel Onir Mocellin (PSL), encarou um paredão de escalada durante evento do Corpo de Bombeiros de Balneário Camboriú, no sábado (09). Mocellin deve acompanhar o secretário de Estado da Casa Civil, Douglas Borba, na agenda que fará na Alesc.

Garcia em Joinville

Martinelli fez o convite a Garcia.

 O presidente da Assembleia Legislativa, Júlio Garcia (PSD), participa hoje da abertura da primeira reunião do Conselho Deliberativo da Associação Empresarial de Joinville (ACIJ). Ele palestrará sobre o “papel do governo na economia”, em evento que inicia as 18h30 no Salão Nobre Schultz, na sede da entidade. O convite foi oficializado pelo presidente, João Martinelli.

 Agenda em Chapecó

Leia também »  Cancelamento da convenção do PSD tem o respaldo de uma resolução

O presidente da Assembleia Legislativa, Júlio Garcia (PSD), terá uma agenda nos próximos dias 22 e 23 em Chapecó. No primeiro dia ele iniciará os compromissos com uma entrevista ao programa Estúdio Condá, na Rádio Super Condá AM a partir das 08h45. Após, Garcia que estará acompanhado do chefe de gabinete da presidência da Alesc, Eron Giordani, almoçará com empresários e fará visitas institucionais no decorrer da tarde. A noite acontecerá um jantar com vereadores e demais lideranças, que está sendo organizado pelo ex-deputado federal, João Rodrigues (PSD), e no dia seguinte Garcia autor da lei das Apaes participará de um encontro estadual da entidade. A agenda encerra com um almoço fechado a alguns amigos.

ANUNCIE A SUA EMPRESA, OU, O SEU PRODUTO NA COLUNA. APOIE O NOSSO TRABALHO, ALÉM DE TER A SUA MARCA EM UMA DAS COLUNAS MAIS LIDAS DE SANTA CATARINA. LIGUE: (49) 985048148, OU ENVIE UM E-MAIL PARA: [email protected]

Repercussão

A repercussão foi grande após a publicação que fiz na sexta-feira à tarde, que o ex-deputado estadual, Gelson Merisio, assinará ficha no PRB e que deverá presidir o partido. Lideranças correram para ligar para Merisio, que não confirmou a informação. Mas o fato é que faltam poucas conversas para que Merisio se filie no Partido Republicano Brasileiro. Hoje o ainda pessedista se reúne com o deputado estadual, Sérgio Motta (PRB) e, nesta semana deve viajar para Brasília onde conversará com o presidente nacional do partido, o deputado federal, bispo Marcos Pereira. Merisio poderá presidir o partido, mas, teria falado a algumas lideranças que o principal é ter a garantia de que será o candidato do PRB ao Governo do Estado em 2022. Uma das lideranças que ele promete levar junto, é o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon (sem partido), o qual segundo uma fonte, deve tomar a decisão até o final de abril. Ele também teria dito que o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (MDB), poderia acompanhá-lo, porém, neste caso pode haver um revés, já que ele ainda pensa e faz contas.

Presidente confirma

Bispo Marcos Pereira

Ontem conversei rapidamente com o presidente nacional do PRB, o deputado federal, bispo Marcos Pereira. Segundo ele, ainda não houve um encontro com Gelson Merisio (PSD), mas confirmou que as conversas estão adiantadas em âmbito estadual, já que o deputado, Sérgio Motta, que comanda o partido em Santa Catarina, estaria liderando as conversas. Pereira disse ainda que se Merisio for ao seu encontro na capital federal, que ele será bem-vindo e que poderão definitivamente avançar nas conversas. “Nós trabalhamos com autonomia em cada estado, mas, se for necessária uma atuação da executiva nacional, nós falaremos com ele”, afirmou. Quanto ao desejo de Merisio de disputar o Governo do Estado em 2022, Pereira respondeu que vê com bons olhos, mas, que é preciso construir com os deputados Hélio Costa e Sérgio Motta. “O nome do Merisio acrescenta. Ele foi muito bem na eleição e pode avançar para a próxima. Ajuda a engrandecer o partido no estado”, afirmou o líder nacional do PRB.

Aproximação com o MDB?

Já quanto ao que Gelson Merisio teria dito a uma liderança emedebista, de que está construindo um novo projeto e que deseja se reaproximar do partido, não irá prosperar. Merisio se dedicou a criticar o MDB durante a eleição do ano passado, inclusive, com a desconstrução da participação dos emedebistas nos últimos anos, tanto nos governos do falecido Luiz Henrique da Silveira, quanto de Raimundo Colombo (PSD) que, inclusive, é do partido de Merisio até que ele deixe o PSD. Como se reaproximar? A reação entre alguns emedebistas foi de rechaço a um diálogo com a liderança a quem culpam de não ter sido reciproco no apoio dado pelo MDB nos governos pessedistas.

ANUNCIE A SUA EMPRESA, OU, O SEU PRODUTO NA COLUNA. APOIE O NOSSO TRABALHO, ALÉM DE TER A SUA MARCA EM UMA DAS COLUNAS MAIS LIDAS DE SANTA CATARINA. LIGUE: (49) 985048148, OU ENVIE UM E-MAIL PARA: [email protected]

Maldaner com Udo

 O deputado federal, Celso Maldaner, aproveitou a sua estada em Joinville na manhã de sexta-feira (8), para trocar uma ideia com o prefeito Udo Döhler sobre o futuro do MDB. Sintonizados com os apelos das bases emedebistas, Döhler e Maldaner, que tem manifestado a intenção de presidir a sigla, defendem um projeto novo e uma nova gestão para o partido. Além disso, Maldaner anunciou que indicou  Joinville, Massaranduba, Garuva e São João do Itaperiu, para receberem emendas do orçamento de 2019 via Ministério da Saúde. Os recursos  totalizam R$ 500 mil.

Leia também »  Krelling ganha força para presidir o MDB catarinense

Água encanada para todos

Depois de mais de 30 anos de espera, os moradores da Praia do Estaleiro em Balneário Camboriú passam a ter água encanada em suas casas. A rede está pronta para as ligações domiciliares e a prefeitura está fazendo o cadastramento dos imóveis. O reservatório instalado tem capacidade para 1,5 milhão de litros.

Praias agrestes atendidas

O prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira (PSB), tem o compromisso de levar o abastecimento para todas as Praias Agrestes. Além de Estaleiro, também serão atendidas na sequência as praias de Estaleirinho, Laranjeiras e Taquaras. “Os moradores da região esperam pelo abastecimento há muitos anos, é uma reivindicação justa, de preservação e de sustentabilidade ambiental”, afirmou.

Desagradou

Uma liderança de Chapecó está questionando a indicação de Cleu Anhaia, feita para o cargo de diretora da atenção básica na Secretaria de Assistência Social do município. Acontece que ela é casada com o líder do governo na Câmara de Vereadores, João Marques Rosa (PSB). A posse será em abril. “Enquanto a sociedade e o eleitor refuta o toma lá dá cá, em Chapecó o líder do governo emplaca a sua companheira”, disse. Procurado, Rosa defendeu a nomeação da esposa, dizendo que se trata de uma pessoa de confiança e que tem formação em administração, inclusive com pós-graduação. “Ela é qualificada, não existe nenhuma lei que diga que isso é crime. Se ela não desempenhar uma boa função, o governo tem toda a liberdade para demiti-la. Só que ela não pode pagar o preço por ser a minha esposa”, respondeu Rosa, destacando que tem vereador com oito indicados enquanto que ele agora terá uma.

Presença na Capital

A retomada dos trabalhos legislativos da Câmara de Vereadores de Florianópolis, fechou o mês de fevereiro com alto percentual de presença dos parlamentares em plenário. As Sessões Ordinárias do mês tiveram uma média de 95% de comparecimento, quase sempre com ao menos 22 dos 23 vereadores presentes. O resultado vem após uma série de mudanças no sistema de frequência, para modernizar e também dar maior transparência. Agora, a presença é contabilizada assim que o vereador abre o sistema de votação com sua senha individual. Qualquer voto realizado na ordem do dia também conta presença automática, caso ele ainda não tenha registrado.

ANUNCIE A SUA EMPRESA, OU, O SEU PRODUTO NA COLUNA. APOIE O NOSSO TRABALHO, ALÉM DE TER A SUA MARCA EM UMA DAS COLUNAS MAIS LIDAS DE SANTA CATARINA. LIGUE: (49) 985048148, OU ENVIE UM E-MAIL PARA: [email protected]

Reunião do PSL

Após muita polêmica o PSL estadual realizou a sua primeira reunião do ano. O encontro fechado não teve a participação da deputada federal, Caroline de Toni, o que impediu, por exemplo, a discussão sobre a criação do PSL Mulher. Conforme relatos de autoridades, foram “harmonizados” pontos de vista, o que na prática foi resolver os problemas entre algumas lideranças e o presidente estadual do partido, Lucas Esmeraldino. Quanto a formação de executivas municipais, ficou acertado que será feito um levantamento de todos os municípios e que nomes serão apresentados em uma nova reunião no próximo mês. A ideia é que até o início de maio, a maior parte das executivas estejam homologadas. “Agora seguimos unidos e mais fortes do que nunca, alinhados, sintonizados e focados no fortalecimento da sigla e, também, em fazer o maior número de prefeitos em Santa Catarina em 2020”, disse Esmeraldino.

PSL Mulher

As lideranças pesselistas assinaram um documento, pedido para a vice-governadora, Daniela Reinehr, assumir a presidência do PSL Mulher. A definição será feita no início do próximo mês.

Regiões

Em Chapecó caberá à deputada federal, Caroline de Toni, definir a executiva municipal, entre outros municípios do Oeste. Em Joinville os deputados, coronel Armando e sargento Carlos Lima, que se reconciliaram, terão a responsabilidade de definir a executiva local. Os deputados estaduais, Jessé Lopes e Daniel Freitas serão os responsáveis pelos nomes de Criciúma. Também está definido que o PSL terá candidato a prefeito de Florianópolis.

Viagem

O secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável, Lucas Esmeraldino, e seu adjunto, Amândio João Júnior, partiram para uma semana do que chamaram de imersão internacional. Esmeraldino embarcou para uma missão no Reino Unido, onde permanece até sexta-feira (15), a convite da Universidade de Cambridge, por meio do Centro de Cambridge para Meio Ambiente, Energia e Governança de Recursos Naturais (C-EENRG). Ele apresentará as potencialidades de parceria e oportunidades em tecnologia e desenvolvimento, especialmente voltadas ao fomento do ecossistema de inovação em SC, bem como à geração de energias limpas e renováveis no Estado. Já Amândio partiu para Austin, no Texas nos EUA, a convite da Acate, para participar do South by Southwest, mais conhecido como SXSW, um dos maiores eventos de inovação do mundo, onde participará de reuniões de trabalho com possibilidades de atração de investimentos para SC. O governo fez questão de informar que os custos serão pagos pelas entidades que convidaram.

Leia também »  Pesselistas criticam Moisés, suposto caso de abuso na Câmara de Florianópolis, Facisc discute as pautas do Oeste entre outros destaques
ANUNCIE A SUA EMPRESA, OU, O SEU PRODUTO NA COLUNA. APOIE O NOSSO TRABALHO, ALÉM DE TER A SUA MARCA EM UMA DAS COLUNAS MAIS LIDAS DE SANTA CATARINA. LIGUE: (49) 985048148, OU ENVIE UM E-MAIL PARA: [email protected]

Prestando contas

Após um mês de mandato o deputado Federal, Rodrigo Coelho (PSB), presta contas das atividades desempenhadas na Câmara. Segundo ele, a transparência é uma de suas bandeiras. “Foi assim nos mandatos de vice-prefeito e vereador em Joinville, e agora como deputado federal”, completa. Coelho que é cotado para disputar a Prefeitura de Joinville, recusou benefícios concedidos a parlamentares, abrindo mão do auxílio-mudança para destinar os R$ 33.763,00 (bruto) para entidades filantrópicas de Santa Catarina. Ele também rejeitou o Plano de Seguridade Social dos Congressistas, a famosa Aposentadoria Especial dos Parlamentares. Coelho também protocolou um projeto de lei para estimular o empreendedorismo. “Quero que o Governo federal permita a liberação do saque do FGTS para a criação de negócio próprio”, finaliza.

Emenda para Chapecó

Alguns vereadores do PSD de Chapecó se reuniram com o ex-deputado federal, João Rodrigues (PSD), e com o presidente do partido no município, José Caramori. Os vereadores Valmor Scolari, Aderbal Pedroso, Luiz Paulo Carraro, Astrit Tozzo e Célio Portela, agradeceram a emenda parlamentar destinada por Rodrigues no ano passado, que agora disponibilizará mais de R$ 4 milhões para Chapecó. “Esse valor será dividido em diversas áreas: para a saúde será destinado R$ 1 milhão. Já para o setor de agropecuária serão liberados R$ 310 mil e para o desenvolvimento urbano o valor encaminhado é de R$ 2,7 milhões”, relatou Rodrigues.

Samae de Criciúma

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro (PSDB), encaminhou na tarde de sexta-feira (8), à Câmara de Vereadores, o Projeto de Lei de autoria do Poder Executivo que cria o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Criciúma. A proposta foi protocolada na Casa Legislativa para estudo e votação dos 17 vereadores.

Indicação

Os vereadores do PSD de Chapecó e o presidente do partido, José Caramori, querem marcar uma agenda com o prefeito, Luciano Buligon (sem partido). Eles querem discutir onde os R$ 2,7 milhões do setor de desenvolvimento urbano serão aplicados.

Encontro com Romário

O deputado estadual, Ivan Naatz (PV), que foi prestigiar o evento “Beach Soccer Festival”, em Penha, onde tem casa de veraneio, encontrou com o ex-jogador de futebol campeão do mundo e atual senador, Romário de Souza Faria (Podemos –RJ). Os dois conversaram e assistiram juntos algumas das partidas também de futevôlei, que fazia parte do evento e que reuniu ainda outros veteranos boleiros como Jorginho e Falcão. Romário disse que assumirá a presidência da Comissão de Assuntos Sociais do Senado e, que vai continuar a sua militância em prol das causas das pessoas com deficiência e, de doenças raras, além da defesa dos povos indígenas. Naatz, que recentemente assumiu a presidência da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Alesc, cumprimentou o senador pelo trabalho.

Bicicleta

Um projeto de autoria do presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, Cláudio Aragão (MDB), criou a Semana Municipal da Bicicleta, sempre de 3 a 9 de março de cada ano. Conversei com Aragão que justificou a iniciativa como uma forma de incentivar o uso da bicicleta, a qual considera um veículo importante contra a poluição, além do incentivo à saúde das pessoas.

 
Para receber via WhatsApp é só enviar uma mensagem pelo (49) 98504.8148.
 
PATROCINE ESTA COLUNA: (49) 985048148 / email: [email protected]
 

Atualizado em:
Krelling ganha força para presidir o MDB catarinense
Cancelamento da convenção do PSD tem o respaldo de uma resolução
Prefeitura de Indaial faz intervenção no Hospital Beatriz Ramos
Militares disputam espaço no Governo, Amin afirma que terá convenção no PSD, indefinição para a presidência do MDB entre outros destaques