Ex-deputado Boeira espera agosto para definir o futuro

João Paulo Messer

João Paulo Messer

O ex-deputado federal Jorge Boeira confirmou ontem que aguarda agosto para se movimentar em relação ao futuro. Depois de rejeitar a busca da reeleição, seu futuro pode ser a disputa da prefeitura de Criciúma. Para isso terá que primeiro reestruturar o seu partido, o PP, que sofre com encolhimento desde que sofreu derrota para o atual prefeito Clésio Salvaro (PSDB).  Dentro do PP há um grupo pró-Clésio Salvaro. Esta é outra dificuldades que Boeira deve enfrentar.

PSDB EM SAMPA

Brasao

Hoje à noite em São Paulo o governador João Dória Júnior vai receber um grupo de tucanos de Santa Catarina, que liderados pelo prefeito Clésio Salvaro, de Criciúma, querem ouvir orientações sobre os rumos do PSDB nacional. A rigor, esta agenda pode ser apenas um movimento com demonstração de força na briga que Salvaro comprou para assumir a presidência estadual da sigla.

MERGULHO TUCANO

O PSDB catarinense, que na última eleição foi conduzido pelo deputado estadual Marcos Vieira, mergulhou numa crise muito grande. Errou feio quando na convenção trocou a cabeça de chapa por uma vaga de vice-governador do MDB. Apostou todas as suas fichas em Napoleão Bernardes, que hoje nem está mais no partido. Todos os partidos tradicionais perderam na última eleição, o PSDB perdeu mais.

CANDIDATA

Quando Clésio Salvaro fez um discurso reclamando dos sucessivos erros do PSDB, no início deste ano, o presidente Marcos Vieira ofereceu a ele a presidência. Ele declinou, mas quer que a deputado federal Giovânia de Sá assuma o partido. 

DO NORTE

O ex-deputado federal e ex-prefeito de Joinville, Marco Tebaldi (PSDB), vai brigar pela presidência do partido no Estado. Aposentado, recuperado de um câncer, ele sepultou de vez a proposta de candidatura, seja na Executiva ou Legislativo. Ele tem o apoio, por exemplo, do atual presidente tucano Marcos Vieira.

Leia também »  Custo da Agronômica pode ultrapassar os R$ 500 mil mensais, Reforma Administrativa será votada amanhã, MDB pode ter disputa em SC entre outros destaques

ANIMAÇÃO PETISTA

Depois de fazer um evento em Florianópolis no fim de semana o Partido dos Trabalhadores começa a se mobilizar para ir voltando às ruas lentamente. No próximo sábado o presidenciável Fernando Haddad estará na capital para um evento petista. No domingo excursões várias cidades brasileiras irão à Curitiba para atos do “Lula Livre”, um ano após a prisão do ex-presidente.

DISPUTA INTERNA

O ex-presidente da Associação de Delegados de Polícia de Santa Catarina, Ulisses Gabriel, que deixou o PSD para ingressar no DEM, encontra dificuldades para ser candidato a prefeito na sua cidade (Orleans, no Sul do Estado), no ano que vem. A eleição do empresário Lucas Librelato à presidência do PSDB abre a dificuldade. Isso porque Ulisses é cassado com uma das herdeiras do grupo Librelatto, prima do de Lucas. Para ser candidato Ulisses terá que primeiro resolver as questões familiares. 

GENÉTICA

Lucas Librelato elegeu-se vereador de Orleans com 1.240 votos e assumiu a presidência do Legislativo. Ele é filho de um dos mais conhecidos ex-prefeitos da cidade, Adolar Librelato, o Lali. No estoque de credenciais para pleitear a cabeça de chapa nas eleições de prefeito Librelato tem um documento que teria sido registrado em cartório em que o MDB do atual prefeito Jorge Koch teria se comprometido em oferecer a vaga de prefeito ao PSDB, que é hoje seu vice.

 

Atualizado em:
Projeto de Moisés pode tirar recursos dos municípios, seguem as conversas no MDB, Carlito Merss deve voltar à política entre outros destaques
A aprovação da reforma, Gean Loureiro se licenciará, Moisés passará para os municípios a competência da manutenção de rodovias estaduais entre outros destaques
Déficit de auditores fiscais pode afetar a economia de SC, gastos da Agronômica podem se tornar sigilosos, Reforma Administrativa será votada hoje entre outros destaques
Sem disputa no MDB catarinense