Caminhoneiros iniciam campanha nacional, as reuniões do MDB e Progressistas entre outros destaques

Marcelo Lula

Marcelo Lula

Receba pelo celular !!
 
Para receber via WhatsApp é só enviar uma mensagem pelo (49) 98504.8148.
 
PATROCINE ESTA COLUNA: (49) 985048148 / email: [email protected]

Destaque do Dia

Um salão no prédio onde mora em Florianópolis o deputado estadual, Romildo Titon, foi o local escolhido para uma reunião entre as bancadas do MDB que aconteceu ontem à noite. O objetivo foi unir os deputados estaduais, federais e senadores na discussão sobre a recuperação do partido, após o péssimo resultado na eleição estadual do ano passado.

Costa e Alba
CASAN
Brasao

Um detalhe é que o deputado estadual, Valdir Cobalchini, não participou. Há tempos o parlamentar anda em dissintonia com o partido, o que acaba trazendo mais uma vez rumores de uma possível saída. Liguei para Cobalchini que não atendeu, mas, um assessor revelou que ele não quer fazer parte da escolha do comando do partido. “Ele não quer o nome envolvido com isso, não quer participar da escolha”, relatou.

Consultadas, lideranças que participaram da reunião, negaram que o encontro foi organizado com o objetivo de definir o nome que presidirá os emedebistas no estado, sem precisar passar por uma disputa. O fato, é que não houve o esperado gesto de declínio de alguns nomes que estão no páreo, para a construção de um nome de consenso. Como isso não aconteceu, um novo encontro ficou marcado para os próximos dias.

Ainda de acordo com relatos, o deputado federal, Celso Maldaner se mostrou empolgado com a sua candidatura para presidir o MDB. Por sua vez, o deputado estadual, Fernando Krelling se mostrou mais discreto, mas se mantém como um dos postulantes ao comando do partido, após ter sido alçado a essa condição pela bancada na Assembleia Legislativa. Agora o que chamou a atenção, é a possível volta do senador, Dário Berger ao cenário. Atualmente o nome mais forte para ser o candidato do MDB ao Governo do Estado em 2022, Berger disse que o partido precisa se reinventar, que isso passa por uma avaliação da crise de imagem que precisa ser enfrentada e, segundo ele, que é preciso se preparar para o novo momento político. O final da fala é que chamou mais atenção, quando Berger afirmou que segue à disposição para presidir o MDB.

Olhando os acontecimentos de ontem, é possível entender que a fala de Berger de declínio da presidência partidária anunciada há algumas semanas, ganha ares de estratégia para agora aparecer como o tertius, evitando assim, uma disputa entre Maldaner e Krelling. Se dará certo, veremos nos próximos dias já que a convenção será em maio.

Merisio no Progressistas

No encontro de ontem no final da tarde na sede estadual do Progressistas em Florianópolis, o ex-deputado estadual, Gelson Merisio, teve uma primeira conversa com a cúpula do partido, que deverá ser a sua nova casa, após praticamente ter sido convidado a sair do PSD quando o presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, anunciou uma “intervenção branca”. Merisio disse aos presentes que deseja ser um soldado do partido, lembrou que o início de sua carreira política foi no antigo PP e, que projetos eleitorais futuros serão discutidos mais para frente. Foi uma hora e meia de reunião, que serviu para que questionamentos não revelados fossem feitos a ele. Merisio conforme eu já havia adiantado, anunciou que até o próximo dia 15 deverá anunciar a sua desfiliação do PSD, ficando livre para assinar a ficha no Progressistas. Mesmo assim, as lideranças que conversei após o encontro, afirmaram que está bem encaminhada a filiação, porém, que somente será definido nos próximos dias. Uma reunião ampliada será convocada para a próxima segunda-feira.

Leia também »  Gean Loureiro fala ao SC em Pauta, advogado da Alcatraz entre os presos da Operação Chabu, as alternativas de Moisés para o duodécimo entre outros destaques

Sem atrito

Tanto Gelson Merisio, quanto as lideranças do Progressistas se mostraram preocupados com um possível abalo da relação com o PSD, devido a troca que Merisio fará de legenda. Só que tal sentimento não se justifica, já que grande parte dos pessedistas não desejam mais a presença de Merisio no partido, muito menos, o futuro novo comando do partido. Em suma, será um divórcio sem litigio, com as duas partes concordando. Ontem Merisio disse aos presentes que a situação que o está levando a deixar o PSD foi construída em março passado, em uma reunião já relatada por esta coluna que aconteceu em São Paulo entre Gilberto Kassab, Raimundo Colombo e Jorge Bornhausen, a quem o ex-deputado criticou por ter se envolvido no PSD mesmo não estando filiado. O fato é que Merisio tem a sua força política, tanto, que perdeu para uma onda, mas nem isso foi suficiente para que houvessem apelos pela sua permanência entre os pessedistas.

Negou a conversa

Gelson Merisio negou que tenha conversado sobre uma possível filiação do prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (MDB), junto com ele. A informação foi divulgada por esta coluna, provocando reações dentro do MDB e do Progressistas na capital. O vereador Pedro Silvestre, o Pedrão, chegou a ligar para Merisio após eu ter divulgado a informação, para cobrar explicação. Ouviu como resposta que não houve convite algum, muito menos conversa a respeito de uma possível filiação de Loureiro ao Progressistas. Para reforçar, Merisio teria dito que a visita que fez ao prefeito foi para agradecer o apoio na eleição. Acontece que lideranças progressistas lembraram que esta coluna divulgou que Merisio e Loureiro se encontraram outras vezes, incluindo no aniversário do ex-deputado em Jurerê.

Buscando aproximação

O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (MDB), tem mesmo o interesse de se aproximar do vereador, Marcelo da Intendência (Progressistas), conforme revelou através da coluna, o também vereador Pedrão (Progressistas). Já há algum tempo o progressista tem sido sondado por colegas de Câmara que são da base do governo. O próprio vereador confirma a informação, dizendo que foi questionado se realmente o Progressistas deseja construir um projeto com chapa pura, com Pedrão na cabeça e Marcelo de vice. “Poxa, se é para ser o vice do Pedrão, vem compor a base com a gente e você pode ser o vice do Gean”, disse um vereador da situação para o progressista.

Gean sabe

Em reuniões internas o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (MDB), falou do vereador, Marcelo da Intendência (Progressistas), de quem é amigo. Segundo uma fonte, ele chegou uma vez a afirmar que Marcelo iria para a sua base no futuro. Por outro lado, o vereador afirma que está na hora do Progressistas voltar a governar a capital, destacando que o projeto terá força na eleição. “Temos que voltar aos tempos da ex-prefeita Ângela Amin, que foi a melhor da história. O Dário (Berger) fez um trabalho legal, mas o Progressistas merece governar”, me disse o vereador.

MDB convoca reunião

Ontem chegou via WhatsApp às lideranças do MDB de Florianópolis, uma convocação para uma reunião nesta quinta-feira (4). O convite assinado pelo presidente do diretório municipal, Celso Sandrini, destaca como pauta assuntos administrativos, políticos e financeiros. A leitura feita por alguns filiados, é que Sandrini decidiu convocar a reunião para discutir a intenção de aproximação do prefeito, Gean Loureiro, com uma liderança do Progressistas, pensando na eleição. Uma importante liderança emedebista da capital chegou a chamar a intenção de Loureiro de desespero. Vale lembrar que Sandrini é secretário municipal e, outros membros da executiva também tem cargos no governo de Gean, o que levantou a preocupação com possíveis mudanças, tendo em vista que Loureiro pretende deixar o MDB. A reunião está marcada para as 19h30 na sede do diretório estadual.

Leia também »  Saída do Coronel Graff da Segurança Pública expõe mal-estar no setor

Caminhoneiros

Através de uma conferência via telefone, líderes de entidades representativas dos caminhoneiros, decidiram que começará uma campanha nacional que servirá de alerta ao Governo Federal. Os caminhoneiros estão sendo orientados a colocar uma imagem em seus perfis dizendo “Sem Caminhão o Brasil Para”, mesmo slogan que estará em adesivos que serão distribuídos entre a categoria em todo o país. Durante a conversa, os representantes constataram que as ameaças de greve no sábado passado não deram certo, por terem sido organizadas por movimentos e partidos de esquerda, não em defesa da pauta dos caminhoneiros. Porém, mesmo com as negociações com o governo, os integrantes dos movimentos tem demonstrado que estão perdendo a paciência, tanto, que no texto que divulgou nas redes sociais o início da campanha, ao final tinha escrito: “O recado, nós demos, depois ninguém pode reclamar”.

Expectativa em Chapecó

Após o entendimento do subprocurador-Geral da República, Mário Ferreira Leite, de que a condenação aplicada a João Rodrigues (PSD) no caso da retroescavadeira de Pinhalzinho já prescreveu, fato divulgado em primeira mão por esta coluna, gerou expectativa em Chapecó. Acontece que Rodrigues pode ter a chance de recuperar o seu mandato de deputado federal, ao qual foi eleito, se realmente conseguir que o STF siga a PGR no entendimento da prescrição. Tem gente de olho na possibilidade de Rodrigues disputar a Prefeitura da capital do Oeste, onde governou por dois mandatos.

Não pegou bem

O deputado estadual, Bruno Souza (PSB), iniciou uma nova estratégia de marketing em seu mandato na ALESC, a de criador de “memes”, piadas nas redes sociais. O político não perdeu tempo e postou um Projeto de Lei falso, que visa instituir o dia 1º de abril como o “O Dia Em que o Socialismo Deu Certo”. O problema é que Bruno Souza é filiado ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). Amigos próximos já aconselharam o parlamentar a focar o seu mandato em propostas construtivas, sem tanta brincadeira.

Contraponto

“Espero que não estejamos em um mundo assim tão sensível. Meu Deus, é uma brincadeira de primeiro de abril, feita pelo primeiro deputado da história de Santa Catarina a abrir mão de todos os privilégios. Gasto uma média de R$ 470 por mês. A média de gastos dos deputados é de R$ 12.149. Tirei a foto em uma sexta-feira as 19h30. Sou um dos deputados mais atuantes da Alesc, ou seja, o que há para reclamar?”, escreveu Bruno Souza.

Pontes de Florianópolis

Por iniciativa do deputado estadual, João Amin (Progressistas), a Comissão de Transportes e Desenvolvimento da Assembleia Legislativa receberá o secretário de Estado da Infraestrutura, Carlos Hassler. O encontro acontece hoje, às 17h. A convocação foi aprovada em Plenário pelos parlamentares de forma unânime. Na pauta do encontro os esclarecimentos sobre a situação das pontes Pedro Ivo Campos e Colombo Salles em Florianópolis, e também os encaminhamentos das obras de recuperação das mesmas.

Leia também »  Prefeito Gean Loureiro e ex-secretário Veloso entre os presos da Operação Chabu

Novo partido

O ex-deputado estadual, Renato Hinning, mais uma vez mudará de partido. Ele está em negociações com o Patriotas e lideranças afirmam que só falta bater o martelo.

Foco

Ontem eu acompanhei um pouco da sessão da Câmara de Vereadores de Joinville. Alguns vereadores ficaram por um bom tempo discursando e divergindo sobre o regime militar e a ditadura. Debates dessa natureza tem a sua importância, isso é inegável, mas há outros espaços para que isso aconteça. Agora, por outro lado, penso que os vereadores poderiam ter aproveitado o tempo para discutir as pautas que realmente fazem a diferença diretamente à vida do cidadão joinvilense.

Assistência Social

A deputada Federal, Carmem Zanotto (PPS), visitou na tarde de ontem a Secretaria de Estado da Assistência Social e, foi recebida pela titular da pasta, Maria Elisa De Caro. A primeira infância, o idoso, as pessoas com necessidades especiais, os direitos humanos e as comunidades terapêuticas foram alguns dos assuntos abordados no encontro.

Juventude

Ontem a secretária nacional da Juventude, Jayana Nicaretta da Silva, que é natural do Oeste catarinense, recebeu para uma audiência o deputado federal, Daniel Freitas (PSL). Na pauta, projetos em prol da juventude, sobretudo com ações de integração ao mercado de trabalho. Jayana destacou que a sua Secretaria está atuando para criar mecanismos de apoio à juventude.

Defesa dos animais

A vereadora de Joinville, Ana Rita (Pros) repudiou a decisão do STF pela constitucionalidade do sacrifício de animais em rituais de religiões de matriz africana. A parlamentar classificou o ato como uma crueldade e, pediu o apoio de outros vereadores para que uma moção de repúdio de sua autoria seja encaminhada ao Tribunal. Por sua vez, Tânia Larson (SD) lamentou o abatimento de um cão considerado perigoso no final de semanal. Muito importante a iniciativa das vereadoras, de se preocupar com a questão animal.

Procons

O coordenador do Procon de Chapecó, Paulo Balancelli, assumiu a presidência do Fórum de Procons de Santa Catarina. Advogado de formação, Balancelli tem se mostrado atuante frente ao órgão.

Brasil e Israel

Está na hora do governo de Jair Bolsonaro (PSL) levar mais a sério o seu papel. Veja, o Brasil exporta US$ 321 milhões para Israel, enquanto que para o mundo árabe e islâmico exportamos US$ 11,5 bilhões. Compramos dos israelenses US$ 1,17 bi, enquanto que de árabes e muçulmanos importamos US$ 7,63 bilhões. Na balança comercial, Israel leva vantagem em relação a nós, em US$ 840 milhões, enquanto que a balança é positiva para o nosso país em quase US$ 4 bilhões, com o mercado halal, ou seja, árabe e muçulmano. Por uma questão puramente ideológica, Bolsonaro poderá colocar tudo a perder se mantiver a absurda ideia de mudar a embaixada do Brasil de Tel Aviv para Jerusalém. Nós não podemos nos envolver dessa forma, precisamos ter um governo responsável e parceiro dos dois lados. Nisso tudo, a única voz de estadista foi do vice, o general Hamilton Mourão, que mais uma vez ensina a Bolsonaro como deve se portar.

 
Para receber via WhatsApp é só enviar uma mensagem pelo (49) 98504.8148.
 
PATROCINE ESTA COLUNA: (49) 985048148 / email: [email protected]
 

Atualizado em:
Gean Loureiro fala ao SC em Pauta, advogado da Alcatraz entre os presos da Operação Chabu, as alternativas de Moisés para o duodécimo entre outros destaques
Gean Loureiro concede coletiva neste momento e diz que sai mais forte politicamente
Operação Chabu: TRF4 informa detalhes das prisões de hoje
Gean Loureiro já está na Polícia Federal