As surpresas e certezas do Sul

João Paulo Messer

João Paulo Messer

Fusão de jornais

Em Criciúma, mais do que outras notícias, a fusão dos dois únicos jornais diários da cidade rouba o espaço do noticiário. Os jornais Diário de Notícias e A Tribuna anunciaram através do programa de rádio do jornalista Adelor Lessa, a alteração no mercado. Sem maiores “delongas” os veículos concorrentes até agora “desaparecem” com a edição conjunta do fim de semana e ressurgem com uma nova marca na próxima segunda-feira. Nem todos os colaboradores dos veículos foram informados até ontem, assim como os anunciantes e assinantes. Estas dúvidas potencializam especulações dos que assistem mais uma grande negociação na imprensa da principal cidade do Sul do Estado e onde a mídia é considerada forte. Criciúma já teve quatro jornais diários. (Obs: a foto é mera ilustração extraída da internet).

Brasao

Forquilhinha

Pelo visto a cisão “Dimas” (atual prefeito) e “Lei” (ex-prefeito), ambos do PP, tende a se ampliar. Na sessão desta segunda-feira (15) na Câmara de Vereadores foi aprovada mudança na Lei Orgânica do município proibindo os vereadores de assumirem cargo no Executivo. Vereador que quiser ser Secretário terá que renunciar a cadeira na Câmara. Hoje há dois vereadores titulares licenciados (Jucemar Borges e Ivo Córneo). Se a lei fora aprovada em segunda votação, semana que vem, terão que voltar à Câmara.

Rompidos
A cisão “Dimas” e “Lei” fica mais evidente porque três dos cinco vereadores da base do governo votaram pela aprovação da matéria: sendo dois do PP (Diego Passarela e Adenor Polla) e o presidente do Legislstivo, Maciel Dassoler (MDB), que era alinhado com o prefeito. Estes tr\ês somados a dois vereadores de oposição aprovaram a matéria com folga. Só os veradores Célio Elias (PT) e Juarez de Oliveira (PP) votaram contra.

Leia também »  Sem disputa no MDB catarinense

Protocolar

Tudo o que é protocolar é necessário em se tratando de movimentos pela conquista de ações de governo. Foi o que aconteceu ontem em três cidades do Sul: Araranguá, Criciúma e Tubarão, que assim como de resto no Estado em que os deputados foram às suas bases ouvir as pautas prioritárias.

Criciúma

Do encontro de Criciúma só não participaram dois deputados federais: Daniel Freitas e Giovânia de Sá, cujas ausências foram justificadas com a pauta de Brasília. Ricardo Guidi representou o parlamento federal do Sul. A reunião não definiu nada, mas sem o encontro ficaria faltando a primeira etapa de um movimento que o Legislativo vai fazer.

As pautas

Em Criciúma repetiram-se pautas antigas, mas duas delas tiveram ressonância diferente. Uma é o Centro de Inovação Tecnológica, que deve ser instalado em parceria com a Unesc. Este tema foi citado de forma acentuada pelo deputado estadual Júlio Garcia, que para tratar do assunto já esteve na universidade e recebeu a reitoria em seu gabinete. O outro assunto é a conclusão do Anel de Contorno Viário.

Os discursos

Chama atenção nos discursos dos deputados a expressão “enrolam-se as bandeiras partidárias”. Parlamentares como a Ada De Lucca (MDB), que vem de um período de 16 anos “com o bolim na mão” – era governo – acentuou a necessidade deste termo “guardar bandeiras”. Pelo visto nem os que desfraldam a bandeira do PSL, que é o partido do governo, veem vantagem em ter a credencial governista.

Está resolvido

A RDL administradora do aeroporto regional de Jaguaruna, informou ontem ao presidente da Associação Empresarial de Criciúma, Moacir Dagostin, que o problema que impede a operação da companha LATAM no Sul do Estado está em fase de solução. O governo do Estado e a companhia teriam entrado em acordo. Resta aguardar para conferir.

Leia também »  Déficit de auditores fiscais pode afetar a economia de SC, gastos da Agronômica podem se tornar sigilosos, Reforma Administrativa será votada hoje entre outros destaques

Segurança

Aos olhos de quem vem acompanhando o impasse LATAM e o aeroporto de Jaguaruna a solução não parece tão simples assim. O governo anuncia que firmou uma espécie de acordo que assegura solução do problema dentro em breve. Até então a informação era de que faltava equipamento e pessoal de segurança, por isso a empresa não operava no local. Ora, de intenções firmas a aviação não opera. Ela opera quando há solução, não promessa.

Mineiros

O deputado federal Daniel Freitas esteve ontem com o Secretário Especial da Previdência no Ministério da Economia, Rogério Marinho, para tratar dos casos de aposentadorias especiais, entre elas, as dos mineiros. Deve ser apresentada emenda específica para a categoria.

Falta de decoro

Entidades da imprensa de Santa Catarina entraram com processo contra a deputada estadual Ana Campagnolo (PSL), por falta de decoro. Ela reagiu de maneira “mal-educada” ao ser questionada sobre o uso de diárias para viagens que coincidiam com eventos particulares.

Repercussão

A reação da classe de jornalistas Brasil afora teve repercussão com leituras que a tratam como “a deputada maconheira” como na Gazeta do Povo em Curitiba. Isso em virtude das publicações que a parlamentar fez antes de ser eleita, referindo-se à droga ilícita.

Não é comigo

Até então o caso da deputada Ana Campagnolo não teve qualquer reação, seja do seu partido PSL, dos colegas de bancada, da Assembleia Legislativa ou do governador que é do seu partido. A dúvida é se é omissão ou se há no silêncio uma crítica velada no tom que a deputada fez aos jornalistas.

GUERRA SINDICAL

A prefeitura de Criciúma ganhou liminar no Tribunal de Justiça de Santa Catarina onde fica desobrigada a descontar da folha de pagamento a contribuição sindical. Em primeira instância, a decisão havia sido favorável ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais. A prefeitura não chegou a fazer desconto alegando que nunca foi notificada. A reforma trabalhista alterou a forma da contribuição sindical. Ao deixar de ser obrigatória a contribuição o servidor precisa procurar o sindicato ou pagar a contribuição através de um boleto. Isso significa redução significativa, seja dos sindicatos patronais ou laborais. Sem a contribuição os sindicatos fragilizam. Esta decisão saindo às vésperas de período de negociação salarial é nitroglicerina pura.

Atualizado em:
Projeto de Moisés pode tirar recursos dos municípios, seguem as conversas no MDB, Carlito Merss deve voltar à política entre outros destaques
A aprovação da reforma, Gean Loureiro se licenciará, Moisés passará para os municípios a competência da manutenção de rodovias estaduais entre outros destaques
Déficit de auditores fiscais pode afetar a economia de SC, gastos da Agronômica podem se tornar sigilosos, Reforma Administrativa será votada hoje entre outros destaques
Sem disputa no MDB catarinense